Viagem rumo a receitas diferenciadas

Turismo gastronômico se fortalece e a alimentação ganha papel de protagonista em diversas situações

0

O turismo é algo que tem mostrado toda a sua força para a área de alimentação fora do lar, garantindo, assim, um cenário promissor para quem sabe investir nesse sentido. E os números atuais mostram bem como essa realidade tem se estabelecido dentro do food service. Só para se ter uma ideia, de acordo com o Boletim do Emprego no Turismo, lançado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur-MG), através do Observatório do Turismo, utilizando os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), 45% dos empregos relacionados ao turismo em Minas Gerais são gerados justamente por esse setor de alimentação fora de casa. Os dados são desse ano e foram feitos com base em uma periodicidade que é uma periodicidade mensal. Para que esse Boletim fosse realizado, a área de turismo foi classificada como atividades que são afetadas com a presença de pessoas que são de fora do local.

Além disso, conforme mostram outros estudos realizados, muitas vezes a gastronomia acaba sendo um dos pontos que contribuem para que as pessoas escolham ir para um lugar para passear em vez de outro. Isso porque as pessoas também esperam conhecer pratos novos, próprios da cultura local, possibilitando novas oportunidades nessa área. É possível encontrar guias que mostram vários pratos típicos de cada local, bem como algumas dicas de onde é melhor ir para experimentá-los, destacando estabelecimentos da área de alimentação fora do lar.

As comidas costumam variar muito de região para região, mesmo em localidades que não são muito distantes. Além disso, o próprio clima das regiões pode interferir na comida típica de algum lugar, fazendo com que alguns tipos de alimentos sejam mais presentes nas mesas de uma determinada localidade do que de outra localidade. Mesmo que a globalização tenha tornado possível conhecer um pouco da culinária de outras regiões à distância, muitas pessoas preferem experimentá-la no lugar em que ela é mesmo feita.

Como muitas pessoas estão sempre em busca de novos conhecimentos e de experimentarem coisas novas, a gastronomia pode ser um bom incentivo turístico para diversos indivíduos. O turismo culinário ou gastronômico passou a se chamar assim no fim dos anos 1990. Várias mudanças ocorreram ao longo do tempo e uma delas tem a ver com uma maior valorização ainda maior da gastronomia. Antigamente, muitos turistas ignoravam esse fator quando iam conhecer alguma região.

Há também aquelas pessoas que têm como uma de suas prioridades, quando vão conhecer um país, a de primeiramente experimentar a comida que esse país oferece, fazendo disso o que de mais importante deve ser feito por elas. Alguns lugares são bastantes conhecidos pela culinária que eles oferecem, despertando muito interesse por parte dos turistas. Montreal, que fica localizada no Canadá, é um exemplo disso, onde a gastronomia é considerada até mesmo um estilo de vida, sendo que ela conta com uma diversidade que é uma diversidade grande. Ela já foi, inclusive, classificada pela Frommer’s como uma das 10 melhores cidades do mundo para comer fora.

Outro local que possui bastante destaque quando o assunto é culinária é o Peru. No ano passado, o país foi eleito, pela quarta vez consecutiva, como o melhor destino culinário, pelo World Travel Awards, sendo que esse prêmio é também considerado o Oscar do turismo. As pessoas que foram as organizadoras do evento frisaram que o país não somente na América Latina, mas, sim, no mundo todo, como um local que é uma referência quando o assunto é a gastronomia. Muitos turistas, inclusive, visitam o país com o intuito apenas de degustar da sua culinária, que é considerada algo que é diferenciado. Uma das características que fazem com que a culinária do Peru ganhe bastante destaque é o fato de ela oferecer uma biodiversidade que é uma grande biodiversidade.

A cozinha no Peru se destaca de tal forma que lá existem muitas escolas que são relacionadas a essa área. Só para se ter uma ideia, são cerca de 80 escolas que se relacionam com essa área. Ao todo, também são cinco universidades sendo que, no que diz respeito ao número de pessoas que se formam por ano nessa área, esse número é de 15 mil. Já no que diz respeito aos números das pessoas que são beneficiadas por essa área, esse número é de 5,5 milhões de pessoas.

Assim como no caso do Peru e do Canadá, são vários os países que têm mostrado a sua força quando o assunto é a culinária e também o turismo gastronômico. Vários são os destinos que podem ser escolhidos pelas pessoas em diversas partes ao redor do globo.

No país

O Brasil conta também com muitos locais que chamam a atenção de quem deseja fazer turismo gastronômico no país. Belém e os arredores desse local são um exemplo dessa realidade que pode ser destacado. Algumas das comidas de destaque desse local são tacacá, maniçoba, pirarucu, entre outras. Além disso, Belém foi escolhida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como uma das 47 cidades mais criativas no mundo no que diz respeito à sua gastronomia. A gastronomia dessa localidade, em relação ao seu desenvolvimento, contou com a influência indígena. A Estação das Docas, que que fica às margens do rio Guamá, é um dos lugares onde podem ser experimentadas algumas comidas, tendo passado por uma revitalização. Já em Marajó, que também fica no Pará, alguns dos pratos que fazem sucesso e que chamam a atenção dos turistas são, por exemplo, turu e molusco comprido. A Chapada Diamantina também é um lugar que tem despertado muito a atenção nesse sentido. A palma é um dos ingredientes que são típicos e a batata da serra também.

A cidade de São Paulo também é considerada uma atração por causa da sua culinária. São cerca de 12.000.000 de visitantes por ano e muitos deles ressaltam o valor que eles dão para a gastronomia dessa cidade. Algumas das características da comida do local é que elas, em geral, são temperadas com ervas e também com outras especiarias.Além disso, o Mercadão, que possui uma fama muito grande, também é um local que muitos turistas vão para conhecer. Alguns dos alimentos que são vendidos nesse lugar são muito bem falados, como, por exemplo, o sanduíche de mortadela. Outro tipo de alimento que é um dos destaques da cidade é o pão artesanal, que é comercializado em muitos estabelecimentos regionais. Além disso, o fato de a cidade ter recebido imigrantes de várias partes do país e também do mundo colabora para que a culinária da cidade seja bastante diversificada. A comida árabe, por exemplo, pode ser facilmente encontrada na cidade, as massas também, dentre outros tipos, que oferecem opções de vários estabelecimentos. Restaurantes de comida portuguesa e de comida japonesa também podem ser encontrados em várias partes.
Um dos pratos mais consumidos no Brasil, a feijoada também chama a atenção de uma série de pessoas que desejam experimentar esse prato. Além disso, o país é reconhecido em diversos lugares por contar com uma culinária que é caracterizada por ser diversificada. O arroz com feijão, que é normalmente consumido no país, também desperta o interesse de muitos turistas estrangeiros, e o seu preparo pode variar de acordo com a região em que ele é feito. Os festivais gastronômicos são também um dos pontos altos do Brasil e costumam acontecer por todo o país, várias vezes ao ano. Isso faz com que pessoas viajem por diversos estados para que elas possam participar desses eventos. Além disso, eventos como as Olimpíadas também contribuem para que a culinária do Brasil seja ainda mais conhecida, fazendo, assim, com que mais pessoas possam se interessar por ela. A Copa do Mundo do ano de 2014 também trouxe efeitos positivos nesse sentido. Só para se ter uma ideia, de acordo com uma pesquisa que foi realizada pelo Ministério do Turismo, tendo como parceria a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), mais de 93% das pessoas que visitaram o país na ocasião aprovaram a culinária brasileira.

receitas-diferenciadas

Programa turístico

A cidade da Lapa, que fica localizada no estado do Paraná, na região metropolitana de Curitiba, no sul do Brasil, é um lugar que é muito procurado por várias pessoas. A origem dessa cidade guarda relação com o tropeirismo e ela também é uma das mais antigas que fazem parte do Paraná. Com o objetivo de oferecer um programa turístico para os visitantes, foi lançado o programa que recebeu o nome de “Tropeiro Urbano”, fazendo parte de uma parceria entre a Pousada Tropeira e o Hotel Tropeiro da Lapa, contando, também, com a apoio dos comerciantes que são comerciantes locais. A duração desse programa é de um dia, de acordo com as informações enviadas pela assessoria de imprensa, e ela vai fazer com que as pessoas aproveitem ainda mais essa cidade que elas estão visitando. O programa prevê passeios guiados para museus e também para edifícios que são edifícios históricos, além de apresentações culturais, almoço que é um almoço típico, café com mistura e, ainda, uma hospedagem que é de uma noite. Até o fechamento dessa edição, o valor do serviço era R$ 135 por pessoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito − dois =