Bebidas Não Alcoólicas caem em volume, mas aumentam em faturamento

0

Por Redação FSN – 03 de fevereiro de 2014

A Nielsen forneceu os dados da pesquisa sobre o consumo de Bebidas Não Alcoólicas, de acordo com a empresa, apesar da queda de 1,9% no volume de vendas das categorias que compõem esta cesta, no período de um ano, os brasileiros intensificaram os gastos com esses produtos, desembolsando 8% a mais.

As duas categorias que obtiveram maior crescimento foram: os sucos prontos e água mineral. O consumo da categoria de suco pronto ganhou mais de 1,7 milhões de novos domicílios, predominantemente do Sul do País e da grande Rio de Janeiro, em lares com nível socioeconômico médio, com donas de casa de 51 anos ou mais. Além disso, houve um aumento no volume dos lares que já consumiam a categoria: foram 800 mililitros a mais por domicílio consumidor no ano.

São 17 litros a mais de água minera por domicílio. Em 2012, 37,3% da compra desta categoria era realizada no porta a porta, percentual que, em 2013, caiu para 23,6%, enquanto nos bares e mercearias cresceu de 17,5% para 36,5%.

Fonte: PEGN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × 4 =