Uma experiência diferenciada

0

Conheça o primeiro restaurante em cabine do Brasil

O ano de 2020 foi de grandes desafios para os empresários do setor de food service. Questões econômicas e profissionais sofreram reviravoltas com a pandemia da Covid-19, e os estabelecimentos precisaram se adaptar rapidamente.
Uma das principais exigências do momento foi a criatividade dos empreendedores, seja para manterem seus negócios, seja para mudá-los ou, em alguns casos, para começar novos projetos.
Essa última situação foi a vivida por Ygor Brito e Maurício Rodrigues, sócios-fundadores do Trust, inaugurado em julho de 2020, no decorrer da pandemia, em Brasília.

Mais que um restaurante

Uma experiência diferenciadaFuncionando em um sistema de cabines, o Trust se tornou referência e inspirou outros empreendimentos no Brasil. Ygor Brito conta sobre o funcionamento do estabelecimento e toda a experiência proposta, que une segurança e conforto para os clientes.
“A principal diferença é que o cliente tem uma experiência completa, desde quando ele chega até quando ele sai. Quando o cliente chega, ele já ganha o ‘shot imunidade’, feito de açafrão, mel, limão e água morna. Ele recebe equipamento de luz ultravioleta para desinfectar carteira, chave, essas coisas. A cabine dele é toda esterilizada com luz ultravioleta e com álcool 70%, então ele fica realmente isolado na sua cabine, num ambiente superconfortável, na beira do lago, apesar de ser um ambiente que circula ar, um ambiente aberto, ele é 100% coberto para chuvas. Fica bem na orla do lago, então é um ambiente superseguro e supertranquilo. A gente tem aquele cuidado excessivo desde quando o cliente chega, ele limpa os pés num tapete de desinfecção. Não somos um restaurante onde as mesas estão distantes e pronto. Temos todo um cuidado a mais, uma higienização a mais”, destaca.
Segundo Ygor, a ideia de abrir um estabelecimento focado na segurança surgiu com a pandemia. O empresário conta que o desejo era trazer saúde mental e esperança para as pessoas naquele momento crítico vivido.
“A ideia de criar o Trust surgiu no meio da pandemia mesmo. Nós, os dois sócios, eu Ygor Brito e o Maurício Rodrigues, temos uma produtora de eventos e a gente se viu sem trabalhar, nossos colaboradores, nossos parceiros, fornecedores, todos sem trabalhar também. Então a gente veio com a ideia para conseguir solucionar esse problema e trazer um pouco de felicidade, de esperança, de saúde mental para as pessoas, porque naquele momento o único lugar seguro para sair era o Trust”, diz.
Ygor afirma também que a implantação do Trust foi difícil e que eles remaram contra a maré, visto que estavam planejando abrir um novo local enquanto um grande número de estabelecimentos vinha encerrando ou paralisando atividades. Ele conta ainda que a inspiração dos sócios para o investimento foram restaurantes do exterior.
“Tirar a ideia do papel não é fácil. A gente estava em um momento onde todo mundo desacreditava, todo mundo fechando e nós reformando, muita incerteza. Começamos a reformar e não tinha nem liberado o decreto para funcionar restaurantes, então estávamos nessa incerteza total. Pegamos a referência de um restaurante que funcionou semelhante, em cabines, na Holanda, em Amsterdã, e também de um restaurante do Canadá que são cápsulas para neve. Não tínhamos projeto na mão, a gente criou, fomos atrás de parceiros, começamos a decorar, a deixar o ambiente agradável e foi isso. Não foi fácil, mas foi possível. Trouxemos uma equipe boa também, tinha muita gente boa no mercado, desempregados, naquele momento e a gente puxou para dentro do Trust”, relata.

Relação com o público

Uma experiência diferenciadaSobre a recepção do público, Ygor conta que os feedbacks têm sido bastante positivos. Ele também relata que o Trust tinha um prazo para pausa do projeto, que foi estendido por causa de seu sucesso.
“O nosso feedback é muito positivo, tem gente que vem aqui e fala ‘cara, eu tô há seis meses sem sair de casa, obrigado’, agradece a gente. Estamos com um atendimento, uma comida, uma experiência, de muita qualidade. Então tem muita gente agradecendo, elogiando. Nosso projeto era para ir até outubro e já estendemos até janeiro, e vamos fazer um revéillon também graças ao sucesso do projeto”, diz.
O empresário fala sobre a importância do Trust, seu formato, conceito e ideal, num momento tão delicado como é o atual.
“Hoje, quando as pessoas olham o Trust, talvez não entendam a importância que ele teve no momento em que surgiu no dia 20 de julho, no auge da pandemia. Foi levar saúde mental mesmo para as pessoas, levar esperança. As pessoas estavam entrando num estado de medo, de pânico, e nós com todo cuidado, seriedade, respeito, conseguimos levar um pouco de esperança para as pessoas. Eu acho que isso é muito bacana. E além de tudo, ficou um local romântico, onde a gente tem vários pedidos de casamento. Nas quintas-feiras, por exemplo, a gente faz a ‘Quinta Love’, onde as cabines são decoradas com pétalas de rosa. Então acabou virando um ambiente agradável mesmo depois do pico da pandemia”, afirma.

O futuro do Trust

Uma experiência diferenciadaSobre os planos do Trust, Ygor afirma que não existem projetos de expansão ou de franquias. De acordo com o empresário, após a parada em janeiro, o local irá voltar em outro formato.
“A gente não pensa no momento em franquear ou expandir. Sabemos que fomos exemplo para muitos do Brasil, o primeiro do país. Então, muita gente ‘copiou’ a nossa ideia, mas fomos uma inspiração mesmo para o mercado. E era isso que a gente queria, que as pessoas se reinventassem mesmo. E o Trust ele não acaba, ele é um projeto temporário, então em janeiro ele dá uma pausa e em 2021 ele volta. Não em cabines. Mas ele volta, eu posso garantir, em um formato muito inovador. O Trust virou um lugar de gastronomia segura e o local de uma experiência inovadora e é isso que a gente vai trazer em 2021”, afirma.

Trust
www.instagram.com/trustbsb

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

seis − quatro =