Somos pet friendly

0
Somos pet friendly

Cada vez mais estabelecimentos de alimentação aceitam a presença de animais, e isso tem sido vantajoso para ambas as partes

Atualmente, diversos estabelecimentos de alimentação fora do lar aceitam a presença de animais e têm conquistado ainda mais os consumidores.

Água e petisco para os bichinhos

A Bagueri é uma padaria situada no bairro Higienópolis da capital paulista que ama receber a presença dos pets.

“Entendemos que pets de porte pequeno já são companhia para muitas pessoas em suas saídas. Eu particularmente sou apaixonado por cachorros e adoro ambientes com eles. Desde o começo da padaria, os pets sempre foram muito bem-vindos. Essa integração entre ambientes com animais e pessoas tem de ser cada vez mais comum. Enquanto os clientes estão em compras, a gente tenta deixar a espera dos pets mais interessante com água e petiscos”, diz Felipe Santiago, responsável pela Bagueri.

Já na entrada da padaria, tem uma vasilha com água para os animais que passam na rua. “Dentro da Bagueri temos outras vasilhas com água e petisco para os cachorrinhos”, acrescenta Felipe Santiago.

E não são só cachorros que são bem-vindos. Gatos e outros animais de pequeno porte também. “Pela nossa rua não passam muitos animais de rua, mas se aparecerem, com certeza, serão bem tratados como todos os demais animais que adoramos, podendo tomar toda água que quiserem e também ganharão petiscos”, diz Felipe Santiago.
Na Bagueri, tratar bem os animais em um ambiente coletivo é como tratar bem um amigo ou parente. “A gente ganha mais lealdade dos nossos clientes, mas atenção também, por estarmos cuidando bem do pet deles. Os colaboradores adoram receber os pets. Sempre brincam e adoram levar os petiscos. Isso faz com que todos que nos visitem entendam que a nossa casa está sempre aberta para todos que quiserem aproveitar o nosso
espaço”, relata ele.

Cliente e pet bem acomodados

O Lima Cocina Peruana conta com três casas na cidade do Rio (Botafogo, Laranjeiras e Tijuca), uma em Niterói (RJ) e está prestes a inaugurar seu primeiro restaurante em Brasília (DF). O gerente Ronald de Souza conta que a casa da Tijuca, desde que abriu, aceita clientes com seu animal de estimação.

“Como a casa tem um espaço amplo, optou em aceitar os bichinhos para agradar a um número maior de consumidores”, afirma ele.

Somos pet friendlyNormalmente os bichinhos que vão ao local são cachorros e gatos. Ronald de Souza diz que o restaurante não costuma divulgar presencialmente que é pet friendly. “Nas redes sociais, às vezes, fazemos posts mostrando que aceitamos os bichinhos. Os clientes costumam ligar e perguntam se podem levá-los. Falamos que podem trazer seu animal e separamos uma mesa que fique bem para ambos se acomodarem”, explica o gerente.

No Lima Cocina Peruana, a maioria dos clientes, inclusive os sem a companhia de animais, não se incomodam com a presença dos pets. “Alguns até brincam com eles, interagem”, diz Ronald de Souza. Ele salienta que ao receber o cliente com seu bicho de estimação, a casa amplia sua clientela, consegue agradar mais pessoas e estilos. “O cliente fica feliz em estar na companhia do seu bichinho, se sente em casa e até mais seguro. Nossa equipe ama os animais e busca tornar a experiência de seus clientes completa, para que ele se sinta o mais satisfeito possível”, conta.

Espaço para clientes e pets e espaço apenas para clientes

André da Silva, um dos sócios do restaurante Nonna Rosa, localizado no Jardins, bairro da cidade de São Paulo, relata que a presença dos pets começou de forma natural por lá.
“Nossos clientes nos procuravam tanto por telefone quanto no dia a dia e fomos adequando da melhor maneira para atender clientes e seus pets como também não atrapalhar o fluxo da operação do restaurante”, explica ele.

O Nonna Rosa avisa a seus clientes que é pet friendly pelo perfil do restaurante no Instagram, telefone e na própria porta do estabelecimento quando o cliente chega ao local.
Os clientes do Nonna Rosa que têm pet e que sabem que a casa aceita animais no local ficam mais tranquilos em frequentar o restaurante. No momento da reserva, André da Silva explica que é dado um aviso aos consumidores de que os pets podem ficar apenas na varanda – que é coberta – e assim os clientes que estiverem sem pet são acomodados no salão interno.

“Hoje, o cliente que não tem pet ou que não sai com o mesmo para um restaurante entende que cada vez mais os pets estão fazendo parte da rotina de seus donos, principalmente depois do início da pandemia”, destaca ele.

Para o sócio, aceitar pets nos estabelecimentos é poder proporcionar aos clientes mais qualidade de vida e conforto, afinal, muitos procuram curtir seu momento de lazer acompanhados dos pets. “Também deixa o restaurante mais ‘humano’, ‘vivo’, pois naquele momento, em que o cliente está conosco, o restaurante acaba sendo extensão da vida dele”, afirma.

A proprietária que costuma frequentar apenas lugares que aceitam animais

O Nusa Café, localizado em Ipanema, na capital carioca, aceita pets desde que foi inaugurado. “Nada como poder sair e levar seu bichinho com você”, destaca a proprietária Renata Simão.

Cães e gatos são muito bem-vindos no Nusa Café. A comunicação de que é permitida a presença de animais é feita via Instagram, no perfil do estabelecimento. A proprietária diz é oferecida água na porta a todos os animais que passam por lá.

“A maioria dos nossos clientes adora os bichinhos no nosso café e muitos deles levam seus animais. Nunca tivemos problemas com quem não os tem e compartilham do mesmo local com eles”, diz Renata Simão.

A empresária entende que, quando os animais são aceitos, abre-se o leque de clientes. “Eu mesmo costumo frequentar apenas lugares onde posso levar meu cachorro”, diz ela.

Superválido receber os pets dos clientes

Somos pet friendly
André da Silva, um dos sócios do restaurante Nonna Rosa, localizado no Jardins, bairro da cidade de São Paulo, relata que a presença dos pets começou de forma natural por lá

Benjamin Couri, um dos sócios do The Taco Shop, com unidades na cidade de São Paulo em Pinheiros e Itaim e em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, diz que a equipe da casa ama os animais e, por isso, são todos muito bem-vindos no restaurante desde o início da operação.

“Por enquanto tivemos vários caninos, alguns poucos felinos e umas aves aqui no The Taco Shop. E todos bem queridos por nós”, afirma ele.

O local tem placas de pet friendly, água na porta, e, quando o pet entra, é oferecido um snack natural. Benjamin Couri diz que os pets do bairro conhecem bem o estabelecimento. “Existem alguns que não vão embora até receber carinho da nossa equipe ou algum lanchinho”, conta ele.

Benjamin Couri ainda acrescenta: “a fidelidade dos donos de pets é muito grande e eu acho muito legal. Cada vez mais os frequentadores de restaurantes buscam locais para estarem com seus pets, então é superválido estar atento e adaptado para receber os clientes e seus pets”, afirma ele.


BAGUERI
Instagram: @baguerisp
LIMA COCINA PERUANA
Instagram: @limacocinaperuanarj
NONNA ROSA
Instagram: @osterianonnarosa
NUSA CAFÉ
www.nusacafebistro.com.br
Instagram: @nusacafebistro
THE TACO SHOP
www.thetacoshop.com.br
Instagram: @thetacoshop_br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

nove − quatro =