Sal de cozinha é responsável por 71,5% do sódio ingerido pelo brasileiro

0

Por Redação FSN – 07 de fevereiro de 2014

Segundo estudo da ABIA (Associação Brasileira das Industrias da Alimentação), com base em dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2008 e 2009, o sal de cozinha é a principal fonte de sódio dos brasileiros. O resultado tem aval do Ministério da Saúde.

De acordo com o estudo, cada brasileiro ingere, por dia, cerca de 4,46 gramas de sódio, o que equivale a 11,38 gramas de sal. Entretanto, a recomendação estabelecida Organização Mundial da Saúde é de 2 gramas de sódio (equivalente a 5 gramas de sal). Ou seja, menos da metade do que o brasileiro consome.

O excesso na ingestão deste nutriente traz maior risco de pressão alta e doenças cardiovasculares. O estudo ainda aponta que o sal de cozinha responde por 71,5% de todo o sódio consumido no Brasil, enquanto que produtos industrializados ficam com 23,8%.

Segundo o presidente da ABIA, Edmundo Klotz, os dados contrariam as acusações de que os produtos industrializados seriam responsáveis pelo excesso de sal na alimentação do brasileiro. “Essa acusação pesada em cima de nós, de que respondíamos por 80% do sódio, mostrou-se inverídica. Os dados do IBGE são insuspeitos”, afirma Klotz.

Apesar disso, de acordo com o presidente, os estudos não trarão modificações no acordo estabelecido com o Ministério da Saúde para redução de 20.491 toneladas de sódio dos produtos industrializados até 2020.

O macarrão instantâneo, por exemplo, deve estar atualmente com 32,4% a menos de sódio, enquanto que a margarina vegetal deve chegar até o final de 2015 57% menos salgada.

Entretanto, para o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), as metas estabelecidas ainda são tímidas, mantendo o consumo do sódio elevado e com pouca alteração no cenário atual do mercado.

Eduardo Nilson, coordenador substituto de alimentos e nutrição do Ministério da Saúde, afirma que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está recolhendo amostras para verificar se o acordo está sendo cumprido.  

Fonte: ABIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

um + 2 =