Retrospectiva FSN 2015

0

O ano de 2015 foi um ano importante para o food service. Empresas do setor passaram por um momento em que precisavam mostrar habilidade para administrar as contas e continuar crescendo. O desafio enfrentado não foi motivo para desanimar os empresários. Além disso, o Brasil passou por uma das piores crises hídricas da história, tendo que controlar o uso de água para o negócio funcionar. Todo esse conteúdo foi publicado pela Food Service News, que também abordou dicas e dados exclusivos de produtos para os empresários.

O setor de panificação, por exemplo, mostrava crescimento em relação ao ano anterior e lucros maiores. Além disso, tendências como a gourmetização de produtos e as paletas mexicanas ilustraram nossas páginas. Empreendedores investiram em lançamentos e produtos mostrados nos principais eventos de alimentação do país, como a Fispal, a Fipan e o Congresso Internacional de Food Service.

Além disso, a revista comemorou 100 edições e preparou uma surpresa especial para os seus leitores. Foram mais de 40 empresários em nossas páginas, contando suas experiências sobre vários assuntos, e 180 páginas dedicadas a levar conhecimento aos leitores. Reveja os principais destaques de 2015, abordados pela FSN.

fsn_capa_92Janeiro: A publicação falou a respeito da polêmica do fim do chocolate, devido a uma grande seca afetando a África, principal produtora de cacau. Além disso, uma praga se alastrou no local e as possibilidades de faltar matéria-prima só aumentaram. Especialistas previam a extinção do cacau em 2020. A revista foi atrás de especialistas no assunto, como o Ministério da Agricultura. Nessa edição, os leitores puderam conferir, ainda, uma matéria completa sobre segurança e as principais dicas para proteger o seu negócio. Quem levou a edição 92 para casa conferiu dados importantes sobre a pimenta, usada por boa parte dos estabelecimentos de alimentação fora do lar e na indústria.

fsn_capa_93

Fevereiro: Após a Copa do Mundo no Brasil, no ano de 2014, a Food Service News mostrou um balanço completo sobre o que as empresas conseguiram depois do evento. Bares, restaurantes e hotéis foram pesquisados, além de dados importantes para o setor terem sido abordados. A revista também mostrou uma das bebidas mais queridas no Brasil e no mundo, o milkshake: desde a escolha do sabor à demanda foram abordados. Além disso, foram ressaltados a importância e os desafios no pagamento eletrônico, que vem crescendo a cada dia. A matéria abordou as taxas pagas pelo setor para oferecer esse serviço, a quantidade de pessoas que já utilizavam esse meio de pagamento e empresas importantes prestadoras desse serviço.
fsn_capa_94Março: No mês de março foi abordada a crise hídrica no Brasil, fazendo com que várias empresas aderissem a mudanças para enfrentar o problema. Os reflexos desse cenário atingiram diretamente diversos restaurantes, que precisam de água para fornecer os serviços aos seus clientes. A edição também mostrou a febre de paletas mexicanas, uma das principais tendências alimentícias. Empreendedores investiram no negócio e garantiram grandes lucros para o setor. Ainda nesta edição, o iogurte ganhou vez. Grandes marcas do segmento mostraram como é o processo de produção e de distribuição da bebida.
fsn_capa_95Abril: O “gourmet” invadiu as mesas, as ruas e virou tendência na alimentação. Pratos tradicionais ganharam releituras mais elaboradas. Foi assim que o Pão com Linguiça ganhou uma versão gourmet, feita para os clientes da The Meatpack House. A edição de abril, contou, ainda, com uma entrevista com Isaac Azar, do Paris 6. Também foram abordadas as carnes, ingrediente importante em vários comércios de alimentação fora do lar. O item fez ainda mais sucesso na TV, com propagandas próprias para o setor e um novo investimento.
fsn_capa_96Maio: Empresários do setor de alimentação focaram cidades de interior para investir. A ideia é levar essas empresas para as ruas em vez de ficarem apenas em shopping centers e, assim, atrair um novo público consumidor. Marcas reconhecidas, como Bob’s e Vivenda do Camarão, também focaram seus investimentos nesses locais. Cozinhas profissionais ilustraram uma matéria com informações sobre itens importantes para o food service. O presunto de parma também foi destaque de uma matéria; ele está presente em pratos mais elaborados. Com origem italiana, esse produto costuma demorar até 15 meses para ficar pronto.
fsn_capa_97Junho: A panificação é um dos setores que mais ganham destaque dentro do setor de alimentação fora do lar. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Panificação, o segmento movimentou R$82,5 milhões em 2014, com crescimento de 8,02%, em comparação ao ano anterior. A FSN também mostrou a importância dos produtos zero lactose. Os deliverys ganharam mais destaque com o uso de aplicativos. Muitas empresas aderiram à tendência, como é o caso da Domino’s.
fsn_capa_98Julho: Um levantamento feito pelo Serasa Experian mostrou um dado alarmante: as empresas estão cada vez mais endividadas. Os motivos são vários, que variam desde compras excessivas com o cartão até a desorganização. Todos esses fatores se agravaram, também, devido à crise econômica sofrida pelo país e pelo grande número de empréstimos feitos por empresários. A edição de julho da FSN também mostrou o grande prestígio do bacon, levando as redes de fast-food a investirem no produto. O momento foi importante para fazer um balanço da Fispal Food Sevice, principal feira de alimentação fora do lar do país. Foram abordados expositores e organizadores do evento.
fsn_capa_99Agosto: Na edição de agosto, foi abordada a Geração Y, o principal público consumidor de várias marcas e produtos. A reportagem, que foi estampada na capa, mostrou dicas para conseguir atrair esse público e também a experiência de empresas de renome no mercado. Os leitores também tiveram acesso aos detalhes sobre a Fipan, importante feira do setor de panificação, com as principais novidades e expositores. Na seção de entrevistas, Dalton Rangel mostrou toda a simpatia de um dos chefs mais conceituados no momento, tanto na telinha quanto na cozinha.
fsn_capa_100Setembro: A edição n°100 contou com o depoimento dos principais empresários do setor, mostrando toda a experiência deles em temas como mercado e serviços, além de dicas para driblar a crise econômica. Foram mais de 40 artigos dos maiores nomes dentro do food service. Além disso, os leitores puderam contemplar informações importantes sobre os molhos de tomate. A edição também ficou marcada por duas novas editorias: a FS Chef e a FS Nutricionista, com entrevistas com os mais importantes profissionais.
fsn_capa_101Outubro: A capa ficou por conta de uma das apresentadoras mais querida da televisão brasileira, que fez a sua fama também pelo talento que possui na cozinha: Ana Maria Braga. A apresentadora concedeu uma entrevista para a Food Service News e contou sobre o sucesso nas telinhas, a trajetória profissional e o talento para a cozinha, além de indicar caminhos importantes para quem investe na área de alimentação fora do lar.
fsn_capa_102Novembro: A edição de novembro abriu os olhos dos leitores para o futuro, com as principais tendências da Expo Milano 2015. Hambúrgueres de alga, embalagens inovadoras e comidas feitas com larvas foram algumas das inovações expostas. Outro destaque foram as food bikes, que conquistaram as ruas com os mais variados tipos de refeições, como café e brigadeiro. Já no FS Nutricionista, Cynthia Antonaccio, uma das profissionais mais reconhecidas na área, concedeu uma entrevista. Ela é dona da Equilibrium, clínica especializada em nutrição, que atua há 13 anos no mercado.
fsn_capa_103Dezembro: Para fechar o ano com chave de ouro, a FSN mostrou o que os principais empresários do setor de alimentação prepararam para 2016, inclusive nossa capa contou com a presença do diretor de marketing da Unilever Food Solutions, Rodrigo Bertoncini. A revista também conversou com especialistas que cuidam da alimentação dentro de academias e mostrou as principais tendências para investir neste setor. A última edição do ano contou com uma entrevista inspiradora com o Diretor de food service da BRF, Fernando Erne. Ele falou sobre suas experiências na empresa, onde começou como estagiário.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dez − 9 =