Rede especializada em cervejas mira expansão para 2014

0

Por Redação FSN – 19 de maio de 2014

A empresa Mestre-Cervejeiro.com, criada por Daniel Wolff, 36 anos, começou como um hobby para, 10 anos depois, contar com seis unidades fraqueadas. Para 2014, a meta da empresa é quintuplicar o número de operações e chegar a 30 unidades abertas.

A Mestre-Cervejeiro.com nasceu como um hobby, em 2004. Na época, a empresa era um site, em que Wolff falava sobre cervejas especiais. Depois de cinco anos de contatos com empresas e fornecedores, Wolff abriu sua primeira unidade física, junto com um sócio. Divergências sobre como a marca deveria progredir – enquanto Wolff queria uma rede de franquias, seu parceiro estava satisfeito com apenas um loja – fizeram com que os dois se separassem em 2012. A partir de então, a Mestre-Cervejeiro recomeçou como uma franquia.

Em dois anos, a Mestre-Cervejeiro conquistou seis unidades franqueadas. A marca funciona em um sistema de transferência de conhecimento. “Nós formatamos cada loja e criamos um catálogo de rótulos que atenda as necessidades do público de cada uma”, afirma Wolff. Com um catálogo de cerca 400 produtos, cada unidade começa com um cardápio de 80 a 100 rótulos.

O franqueado também recebe treinamento específico, assessoria de marketing e acompanhamento de resultados. O contato com os fornecedores é feito separadamente por cada unidade. “Se fizéssemos uma venda centralizada, os preços para o consumidor ficariam mais altos. Mas a  primeira intermediação com o fornecedor é nossa. Corremos atrás de descontos específicos para nossos franqueados”, diz.

Sem as amarras de uma gestão de estoque centralizadora, Wolff precisa manter a fidelidade de seus franqueados, que poderiam simplesmente se desligar da rede ao fim do contrato e utilizar o conhecimento e contados adquiridos para construir uma marca própria. O empreendedor afirma que consegue isso com uma política de assessoria constante, o oferecimento de produtos exclusivos da Mestre-Cervejeiro e benefícios juntos aos fornecedores, como rótulos únicos para as unidades.

Das seis lojas, metade está localizada em São Paulo e a outra no Paraná. De acordo com a empresa, a meta é que as 30 novas unidades sejam abertas nestes dois estados. O principal foco da rede são as cidades pequenas, por conta do valor dos aluguéis e pela alta procura de eventuais franqueados.

A Mestre-Cervejeiro oferece dois modelos de franquia. O primeiro é o formato de loja, com capital inicial de R$ 128 mil. O outro é o modelo de quiosque, que exige um investimento de R$ 99 mil.

Fonte: PEGN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

15 + 12 =