Promoção – muito mais do que desconto

0

Um dos principais componentes do marketing, a promoção é tão importante que muitas vezes é até confundida com a sua disciplina mãe.

Isso porque a promoção é a mais utilizada das ferramentas de divulgação e ativação de vendas no varejo e por ser a materialização dos objetivos e da estratégia do negócio através de sua comunicação.

Outra confusão comum é de que a promoção necessariamente precisa estar associada a algum benefício econômico, a um preço promocional ou um desconto. No entanto, não é só preço que motiva consumo, e não necessariamente o incremento de vendas precisa ser o motivo principal de uma ação promocional.

Promoções podem ser feitas para divulgar novos produtos, para direcionar as vendas para produtos de maior margem, para incrementar a venda de períodos e dias específicos, para direcionar a venda para produtos de maior facilidade operacional com ganho de capacidade para o estabelecimento, para gerar novos hábitos de consumo, para estímulo de um novo canal de venda e outras diversas possibilidades.

As promoções permitem que o estabelecimento ou a rede direcionem ou estimulem o consumo para o que estrategicamente for melhor para o negócio. De forma organizada e eficiente, utilizando atributos importantes para o varejo que podem ser, além de preço, outros, como dinamismo, inovação, funcionalidade, conveniência, indulgência etc de forma que o cliente veja e entenda o que está sendo promovido.

Além disso, as promoções, sejam elas de produtos, de serviços ou de preço, quando bem executadas e comunicadas revitalizam o ponto de venda.

A sensação de novidade e mudança que as promoções oferecem também são importantes ferramentas de estímulo não só para clientes como para os funcionários e equipes, pois estabelecem novos e claros objetivos e argumentos de venda.

Muitas redes e estabelecimentos entendem e aplicam muito bem a ferramenta promoção e seus conceitos, mas muitos acabam deixando de utilizá-la da forma e com a frequência que o negócio precisa por não conhecerem as possibilidades e variedades de uso que ela pode ter.

Tem muita coisa boa e bem feita no mercado. Vale a pena um passeio no shopping e no auto-serviço com este olhar, principalmente para quem acredita poder usar melhor o recurso e para quem sabe que ás vezes rever e “re-estudar” o que parece ser óbvio pode ser muito bom.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito + 14 =