Preferência pelo self service é maior

0

O poder de compra do brasileiro está menor devido à alta da inflação. Com isso, é comum que esses consumidores optem por opções mais baratas. Na alimentação fora do lar, essa tendência não é diferente, muitas pessoas estão preferindo o self service.

De acordo com Artur Renato Brito de Almeida, diretor da Associação das empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert), os restaurantes self service oferecem boas opções para os clientes . “Em uma operação de autosserviço, o trabalhador encontra uma boa variedade de alimentos que suprem a demanda básica estipulada pela Organização Mundial da Saúde [ONS]” , conta.

A associação afirma que os consumidores estão divididos entre os pratos feitos, executivo, a quilo e a lá carté, porém de 2010 pra cá esse cenário vem mudando e a preferência por self service vem crescendo por parte de consumidores economicamente ativos. “Eles estão defendendo os seus bolsos do aperto”, explica Almeida.

Além da questão econômica, o gosto dos consumidores está definindo a troca por outros restaurantes. Com a crescente valorização de hábitos saudáveis, alguns estabelecimentos vêm trocando hábitos. Exemplo disso é o restaurante Divino Fogão, que no início só fazia pratos prontos, e com o tempo incorporou refeições a quilo para atender os clientes.

“Fizemos a substituição para atender clientes que estavam de dieta, por exemplo ”, afirma Emiliano Oliveira, diretor de operações do Divino Fogão, em entrevista para o DCI.

Fonte: DATAMARK

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − 6 =