Praça da Bandeira, no RJ, pode virar polo gastronômico

0

Ligando a Zona Norte e o Centro do Rio, a Praça da Bandeira deixou de ser apenas um local de tem se tornado um importante local para a gastronomia. Os bares e restaurantes da região vêm atraindo o consumidor a cada dia.

Em 2002 o Aconchego Carioca chegou na Rua Barão de Iguatemi. Logo em seguida, chegaram o Bar da Frente, o Botto Bar, o Santa Filomena e o Dida Bar e Restaurante, inaugurado em dezembro do ano passado. “Vou ser sincera, não imaginava que o local cresceria tanto. Abrimos um bar aqui porque estávamos sem grana e o aluguel era mais barato. Tudo aconteceu de maneira muito rápida. Fico feliz de ter dado o pontapé inicial. Mas foi por acaso”, conta Kátia Barbosa, dona do Aconchego Carioca.

Esses estabelecimentos ajudaram a região em sua movimentação. Para consagrar o local, os comerciantes pretendem criar um polo gastronômico. O vereador Rafael Aloísio Freitas foi autor de um Projeto de Lei levado à Câmara, com o objetivo de reconhecer o local.

“A criação do polo se faz necessária, tendo em vista o grande crescimento da cultura gastronômica na região. O comércio local é importante para a arrecadação de impostos municipais. É imprescindível para a Praça da Bandeira a existência de projeto que viabilize a organização da economia da região” explica Freitas, que é morador do Grajaú e frequenta o local com amigos.

Já Mariana Rezende, do Bar da Frente, diz que a criação do polo é muito conveniente para a região.

“Não nos encaramos como concorrentes, pelo contrário, somos muito amigos e unidos. Acreditamos que a união faz a força. Somos a favor desse polo, que vai nos dar mais força para podermos reivindicar junto ao poder público melhorias para a região”, relata.

Fonte: O Globo
Foto: fotospublicas.s3.amazonaws.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete + dez =