Plano de Segurança Alimentar é discutido

Debate tem objetivo propor alimentação adequada à população

0

Gestores e técnicos do governo federal se encontraram ontem e hoje, 10, para discutir o acessos de brasileiros a uma alimentação adequada. O evento tem o objetivo da elaboração do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (PlanSan) para o período de 2016-2019.

Nesta quarta-feira, 9, Arnoldo de Campos, secretário de Segurança Alimentar e Nutricional do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), debateu as principais conquistas alcançadas pelo PlanSan. “Nos últimos anos ocorreu uma redução muito forte da pobreza e da desigualdade, insegurança alimentar, desnutrição e da mortalidade infantil. Houve o aumento do poder de compra de alimentos pelas famílias e, ao mesmo tempo, novos fenômenos se intensificaram no país, como o aumento do excesso de peso, obesidade e doenças crônicas decorrentes da má alimentação”, afirmou Arnoldo de Campos.

Os debates para construção do plano para o quadriênio 2016-2019 tiveram como objetivo mostrar o combate à insegurança alimentar e nutricional de grupos populacionais como quilombolas e indígenas; além de mostrar a produção sustentável com foco na agroecologia e o enfrentamento à obesidade.

De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2013, o excesso de peso já atinge 55,6% dos homens adultos e 58,2% das mulheres adultas, dos quais 16,8% e 24,4%, respectivamente, estavam com obesidade.

Uma em cada três crianças entre 5 e 9 anos já estão com sobrepeso no Brasil. Em números, estima-se que o excesso de peso já atingiu cerca de 74 milhões de brasileiros.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

12 − 2 =