Pimenta a gosto

De item de decoração até um dos temperos mais requisitados, produto é fundamental em diversos estabelecimentos

0

Dedo de moça, do reino, calabresa, branca, chili, malagueta e baiana são algumas dentre tantas as pimentas consumidas no Brasil. Ela é destaque em meio a outros condimentos, tanto substituindo alguns quanto harmonizando com outros. Depois do sal, a pimenta é o tempero mais utilizado no mundo e fácil de ser encontrado. Existem algumas categorias de ardência que vão desde a mais branda até a mais forte.

A pimenta de bico ou biquinho é muito conhecida entre os brasileiros e amplamente degustada por ser um tipo que não arde. E é justamente dela e de outras pimentas que não ardem que iremos falar nesta matéria. Sobretudo, ardendo ou não, a pimenta tem presença garantida na culinária nacional e mundial. É um negócio extremamente lucrativo com altíssima procura dos consumidores finais. Afinal de contas, quem não gosta de uma comida bem temperada?

ATUAÇÃO

Alinutri Alimentos possui 13 anos de mercado. Atua no segmento alimentício, especialmente no setor de temperos e conservas. Fabrica e comercializa produtos que agregam praticidade e sabor no preparo das refeições. Com sede própria, investe fortemente no desenvolvimento de sistemas e procedimentos de qualidade, como BPF e HACCP, através de equipe especializada em Sistemas de Gestão da Qualidade. Os produtos são destinados a supermercados, atacados, restaurantes, cozinhas industriais.

Atualmente, a pimenta biquinho é bastante utilizada em restaurantes, especialmente em self-service. Ficam disponíveis na própria embalagem ou em garrafas estilizadas para quem desejar se servir. Há também embalagens institucionais para utilização de restaurantes a la carte, cozinhas industriais, bares etc. Claudio Goes, gerente geral da Alinutri, explica que esse tipo de pimenta é consumido em conserva de vinagre e temperado com especiarias. “Combina muito bem com a feijoada, farofa, saladas; com carnes ou queijos e pode ser consumida até como aperitivo. Pode ser utilizada também como decoração, já que seu vermelho intenso destaca muito o prato. Pessoalmente, a combinação que mais me agrada é com arroz e feijão preto. Fica delicioso”.

A pimenta de bico possui grau de ardência 0 a 1 – para ter uma boa comparação, a pimenta comari, por exemplo, possui grau de ardência 8. Foi essa característica de baixo ardor, mantendo, porém, o sabor e aroma de pimenta que trouxe tanta fama à pimenta biquinho. Outras pimentas com baixo teor de ardência são: feher, aleppo e cubanelle. “Já presenciei muita gente experimentando essa pimenta pela primeira vez. A princípio, quase todo mundo fica extremamente receoso em colocar uma pimenta inteira na boca e mastigá-la, mas com um pouco de incentivo e, principalmente, depois de ver alguém experimentando, todo mundo cede e acaba provando. A aceitação é fantástica. Não me lembro de alguém ter dito que não gostou”, relata Claudio.

As pimentas, além de saborosas, são benéficas para o organismo porque possuem atividades antimicrobiana, anti-inflamatória, anticancerígena, melhoram a digestão, diminuem os níveis de colesterol e, por ter efeito termogênico, ou seja, aceleram o metabolismo, ajudando a emagrecer. Praticamente todas as pimentas oferecem altos teores de Betacaroteno (pró-vitamina A) e vitamina C. A grande vantagem da pimenta de bico em relação a todas as outras é que, por ela não ser ardida, é possível consumir uma boa quantidade de pimenta e, assim, ter uma ingestão significativa desses nutrientes. O gerente da Alinutri reforça que o mercado alimentício de pimentas é extremamente amplo. As pimentas, em geral, são comercializadas nos mais diversos tipos e conceitos. São comercializadas in natura, em conservas, desidratadas, em forma de molhos, pasta, patês e até geleias.

ENVASE

A empresa Da Horta Alimentos iniciou suas atividades no final de 2010. Ela trabalha com envase de pimentas diversas como cumari do Pará, cumari vermelha, bode amarela e vermelha, jalapeno, Jamaica, dedo de moça, malagueta, biquinho, entre outras. “Trabalhamos também com derivados da pimenta como molhos, geleias e patês”, conta Fabio Fernandes Lacerda, proprietário da empresa. Presente em vários estados do país, os produtos Da Horta só vêm crescendo no ramo de pimentas. É um mercado que está desenvolvido.

“A pimenta biquinho está ajudando muito em termo de vendas, é uma paixão nacional. Percebe-se que as pessoas são apaixonadas pela pimenta e usam também vários modelos de frascos para decoração. Quem experimenta gosta”. Fabio também diz que, hoje, a pimenta biquinho faz parte do cardápio de grandes redes de restaurantes, churrascarias etc.

DISTRIBUIÇÃO

A Santa Chiara é uma empresa fabricante de conservas alimentícias no segmento food service. “Distribuímos nossos produtos em todo território nacional através da cadeia de distribuidores focada neste segmento. Nossos principais produtos são: tomate seco, alho em conserva e pimenta biquinho”, explica Pedro Onofre, diretor comercial. Para a companhia, pode-se dizer que a pimenta biquinho é uma grande descoberta recente dos chefs e cozinheiros profissionais.

O produto tem característica bastante interessante, que faz dela um verdadeiro sucesso. Isso tem feito com que sua difusão ocorra de forma muito rápida. O sabor e, sobretudo, o cheiro da pimenta, agrada a todos, sem exceção. Seu uso dentro da cozinha é bastante variado, podendo ser utilizada em saladas, suflês, massas, arroz etc. Pedro diz que a pimenta biquinho é cultivada em algumas regiões do Brasil, especialmente em Minas Gerais e Goiás. São colhidas bem maduras e colocadas em conserva suave de vinagre. Seu cheiro é sua característica mais marcante, pois em todas as combinações gastronômicas ela praticamente predomina.

O sabor também é acentuado. Sua forma tem característica singular, uma vez que o formato de bico é um tanto quanto inusitado. O mercado tem absorvido o produto de maneira muito satisfatória. “Vejo que a tendência é de aumento de consumo, pois à medida que o produto se difunde ganha o mercado de forma rápida”, relata o diretor comercial da Santa Chiara.

LINHA

Já há onze anos no mercado, a Bombay Herbs & Spices oferece produtos de especiarias e pimentas. Qualidade e variedade do mais alto nível é o que garante Nelusko Linguanoto Neto, diretor-executivo da empresa. “Temos a maior linha do mercado de pimentas e especiarias. Mais de 60 tipos de pimentas e 30 tipos de temperos”.

A Bombay tem uma linha pro food service e uma pro consumidor final. Para o food service, a empresa tem molhos prontos de pimenta para restaurantes e hotéis. Sobre a pimenta de bico, Nelusko não economiza nos elogios. “A biquinho, pimenta bem brasileira, é conhecida por todos. Essa é uma pimenta que não tem ardência e é destacada pelo sabor e crocância. A Bombay recebe a pimenta in natura de produtores, limpa e seleciona. Após isso, é colocada numa conversa. Ela combina com qualquer prato, desde uma salada até numa sopa ou carne”, orienta. A companhia só vê vantagens no comércio desse produto.

Nelusko diz que o cliente food service é fiel à empresa pelo fato de o padrão de qualidade ser muito alto. Pimentas têm crescido muito no mercado pelo exemplo de qualidade adquirido. “O mercado, hoje, é mais sério e tornou-se mais confiável”, completa ele. Na empresa, as que mais saem são exatamente a tipo biquinho.

DÉCADAS

Há mais de quatro décadas levando para os lares brasileiros o sabor inconfundível da verdadeira massa caseira, a Massas De, em 2010, ampliou a linha de produtos lançando a família de pimentas especiais em conservas, patês e geleias e vinagres temperados. “As pimentas são produtos muito bem-vindos na área de food service. Podem ser servidas para degustação na mesa de frios, no self-service, em coquetéis, em lanches e no preparo de pratos de praticamente todos os tipos de culinária.

“Oferecemos pimentas nos mais variados tipos de ardência, para todos os gostos”, afirma a administradora Débora Roberta Evangelista da Massas De. Débora reforça dizendo que a pimenta que possui baixo grau de pungência (isenta de ardência) é a Scoville, conhecida popularmente como biquinho. Tem sabor adocicado e agrada muito aos paladares mais sensíveis. É uma pimenta tipicamente brasileira, cujo cultivo foi iniciado na região de Minas Gerais, depois expandindo-se para outras regiões. É, hoje, uma das pimentas mais comercializadas no mercado, pois atinge aquele público que não tolera forte ardência, mas que aprecia o sabor.

ALINUTRI ALIMENTOS
www.alinutrialimentos.com.br

BOMBAY HERBS & SPICES
www.bombayfoodservice.com.br

DA HORTA ALIMENTOS
www.dahortaalimentos.com.br

SANTA CHIARA
www.santachiara.com.br

MASSAS DE
www.massasde.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

vinte − dezessete =