Performance do food service

0

O cenário do setor de alimentação fora do lar vem mudando, a cadeia de suprimentos está evoluindo, as necessidades e os gostos dos consumidores estão se transformando. Por conta disso, os canais que oferecem serviços de alimentação hoje são diversos, e a tecnologia está permitindo cada vez mais comodidade e rapidez nos pedidos. Esses são alguns dos fatores que vêm fortalecendo o crescimento do setor.

É diante de tantos desafios pela frente que trazemos boas notícias. Uma delas é sobre a confiança do consumidor, que cresceu, o que, considerando o atual cenário econômico, ainda delicado, é muito bom.

É verdade que os consumidores estão negociando o quanto gastam e onde, mas a vontade de gastar já se provou, haja vista o crescimento de gastos no Dia dos Pais que, de acordo com Ebit|Nielsen, registrou aumento de 17% em relação ao mesmo período (27 de junho a 10 de agosto) do ano anterior.

Examinando o cenário do food service em geral, outros indicadores apontam para um crescimento sustentável.

A receita nominal dos principais operadores de food service associados ao IFB – Instituto Foodservice Brasil, subiu 6,9 em julho de 2019, na comparação com o mesmo período de 2018, e no conceito mesmas lojas (existentes há mais de 13 meses), o setor teve crescimento de 4,7% na comparação anual.

Os principais indicadores econômicos que possuem forte correlação com o consumo também foram determinantes, como o desemprego, que caiu para 12,0% em relação ao ano anterior, segundo o IBGE. A população ocupada do país somou 93,3 milhões de pessoas, ficando estável na comparação com o trimestre móvel anterior e aumentando 2,7% (mais de dois milhões e quatrocentas mil pessoas), ante o mesmo trimestre do ano passado (90,9 milhões de pessoas).

A renda, assim como o índice de confiança, emprego e inflação, que impactam no desempenho do setor, também tiveram resultado positivo. O rendimento médio real do brasileiro (R$ 2.295) aumentou 0,3% comparado ao trimestre móvel anterior e avançou 2,4% em relação ao mesmo trimestre do ano passado, o que, na avaliação do IBGE, representa uma estabilidade para o setor.

A inflação apurada em julho pelo IBGE foi de 3,18% (acumulada 12 meses), cujo resultado está abaixo do limite da meta estipulada pelo governo, 3,22%.
Por fim, o próprio índice de confiança do consumidor que, apurado em agosto pela FGV, avançou 0,9 pontos em relação ao mês anterior, passando de 88,1 para 89,6 pontos.
Para consagrar os dados de crescimento, temos o gasto total do consumidor no food service, que aumentou em 4%, impulsionado pelo aumento no fluxo do tráfego, fechando junho em R$ 211 bilhões de reais (Crest/IFB).

O período de estagnação do tráfego no ano anterior também contribuiu para a melhora de performance do cenário atual, que vem mostrando um crescimento desde o 3º trimestre de 2018.

Esse crescimento de tráfego em maior parte vem sendo suportado pelas mulheres, que já representam 46% do tráfego no food service e que gastam 2,7 vezes mais do que o ticket médio masculino. Além disso, as mulheres vão mais em grupos ao food service, sendo que 40% das refeições realizadas por elas têm três pessoas ou mais, enquanto entre os homens, metade das refeições é individual.

Lembrando dos diversos canais de vendas, as mulheres também têm participado mais de refeições fora do estabelecimento, como o consumo para viagem, por exemplo, que em 2018 representou 44% das refeições delas, e delivery, que teve crescimento de 19% em 2018, segundo os dados de Crest/IFB. Olha elaaas!

Falando nelas, outro destaque interessante foi o aumento do tráfego especialmente entre a geração Y (19-34), das classes mais baixas, e nas regiões Norte e Sul, o que nos mostra a importância de entender onde o maior volume está e o que você tem para oferecer que atenda essa demanda.

Assim, com os índices dos últimos meses consolidados, e uma expectativa otimista para o fechamento do mês de agosto, prevemos um ambiente positivo.
Tanto o consumidor quando o setor de food service estão famintos pela retomada da economia, ansiando por novos varejistas a caminho e pela expansão dos players que aqui estão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

13 − 9 =