Perfil: Inovação com segurança

0

Fabiano Ventura, diretor da divisão de QSR da Ecolab para o Brasil, destaca a importância de estar alinhado às tendências e às atuais demandas dos clientes

“O profissional que deseja trabalhar nessa área tem de ser empático, se colocar no lugar de cliente. Além disso, ter visão estratégica para identificar oportunidades e estar disponível para atender o cliente 365 dias por ano, sete dias por semana”. Esses são os conselhos que Fabiano Ventura, diretor da divisão de QSR da Ecolab para o Brasil, dá para quem está iniciando na área. E, experiência para isso, ele tem de sobra.

Ventura iniciou a carreira dele, na área de vendas, no ano de 1988, como vendedor técnico, em uma distribuidora de produtos de higiene e limpeza, na cidade de São Paulo. Na época, ele visitava clientes, assegurava que os produtos comercializados pela distribuidora estavam sendo aplicados corretamente e com segurança, treinava a equipe comercial do cliente e prospectava novos pedidos e novas contas.

“Foi uma época de muito aprendizado e de crescimento profissional e pessoal, na qual a satisfação dos meus clientes era o meu principal foco. Durante o período em que estive nessa empresa, passei por diversas funções de diferente complexidade e liderei equipes. O mais curioso é que vim para a Ecolab pela recomendação de um importante cliente”, destaca o profissional.

Quando ingressou na Ecolab, como gerente de território da divisão Institutional, Ventura permaneceu trabalhando no setor de higiene e limpeza. Porém, segundo ele, com um portfólio de produtos, soluções e serviços mais completo e inovador. “A Ecolab é referência nesse mercado e, para mim, foi uma oportunidade de crescimento profissional e novas experiências. Posteriormente, ocupei a função de gerente de distrito, responsável pela grande São Paulo, e foi um grande desafio”, conta. “Só para você ter um balizador, o número de restaurantes existentes na cidade de São Paulo e nos municípios que compõem a região metropolitana ultrapassa a casa dos 13 mil, com mais de 52 tipos diferentes de cozinhas. Além disso, nessa região concentram-se as principais cadeias hoteleiras do país, o que tornou o meu trabalho, além de desafiador, muito gratificante”, relata Ventura.

Após mais de 12 anos na divisão Institutional, o profissional foi convidado para assumir a liderança da divisão QSR no Brasil (Quick Service Restaurants). Segundo Ventura, essa mudança foi, novamente, um grande desafio. Ele foi atender as maiores cadeias de fast food do Brasil, oferecendo soluções e programas completos para higienização e limpeza.

“Apesar de trabalhar com produtos de higiene e limpeza, o mundo da cozinha rápida tem outra dinâmica e outro timing, com processos e procedimentos totalmente diferentes. Em uma operação padronizada, como são as lojas e franquias, tempo e eficiência são fatores determinantes do sucesso”, diz. “Já estou na Ecolab há 16 anos, mas não senti esse tempo passar, pois, a cada projeto, cliente, mudança de área, os desafios foram outros e os aprendizados também”, frisa.

Para Ventura, o maior aprendizado que ele teve até hoje foi entender a importância de uma abordagem consultiva e da visão de longo prazo para o seu cliente. “Essa postura, alinhada à proposta de valor da Ecolab, voltada para alimentos seguros e ambientes saudáveis, trouxe clientes que se tornaram verdadeiros parceiros estratégicos”, pontua. “Outro aprendizado é estar sempre preparado para os desafios dos clientes. Muitas vezes, não temos a solução pronta, mas desenvolvemos junto com o cliente e de maneira customizada”, salienta.

Especificidades

O segmento em que Ventura atua tem diversas particularidades e desafios. Segundo ele, o grande desafio é acompanhar as tendências de consumo e inovar com segurança.

“Comemos no trânsito. Pedimos para entregar. E exigimos opções de alimentos frescos, orgânicos, locais e saudáveis. Nós estamos agora nos preocupando com a forma de cultivo, processamento e preparo dos alimentos. E temos acesso a muitas informações que influenciam as nossas escolhas alimentares. Restaurantes, supermercados e as indústrias de processamento de alimentos reconhecem essa tendência — e procuram incorporá-la em suas operações. Porém, reconhecem que algo jamais mudará: o alimento precisa ser seguro”, ressalta Ventura.
Conforme pontua o profissional, o mercado de higiene e limpeza para o segmento de alimentação é bem regulamentado e tem vários players. No entanto, para Ventura, são poucas as empresas que atuam com uma proposta de valor séria e reconhecida pelos clientes como é o caso da Ecolab.

“É nesse ponto que a Ecolab vem ajudando e inovando. Um exemplo disso é a China. Os pedidos de comida online fazem muito sucesso nesse país. A comodidade — e os descontos oferecidos ao cliente online — contribuem para impulsionar essa tendência. Neste ano, mais de 345 milhões de pessoas na China devem fazer pedidos de comida pela Internet. Frente a esse desafio, executivos da Meituan-Dianping, a maior plataforma eletrônica de pedidos online de comida da China, reuniram-se com a equipe das divisões de QSR e Institutional para ajudá-los a solucionar problemas de contaminação, que podem ocorrer durante as entregas de refeição”, relata Ventura.

Como no Brasil, diversas entregas são realizadas por meio de moto, e o desafio, segundo o profissional, foi transferir as soluções de higiene, limpeza e sanitização, que geralmente são fornecidas pela empresa, para um pacote compacto, portátil e prático.

“A equipe de QSR desenvolveu um kit contendo três itens simples de se transportar: sanitizante para higiene das mãos, para a equipe de entrega, fórmulas não corrosivas para limpeza e sanitização da caixa de entrega. Em 2018, houve treinamento para o uso do kit fornecido, além da sua distribuição para cerca de 40000 pessoas que trabalham com entregas em Xangai, Pequim, Hangzhou, Shenzhen, Wuhan, Ningbo e Chengdu”, diz ele.

Já sobre os benefícios de atuar no segmento, Ventura afirma que um deles é trabalhar com um propósito, que está alinhado aos valores pessoais dele, que é a segurança alimentar. “Além disso, não há rotina nesse setor. A interação com diferentes clientes e pessoas é diária, e proporcionar soluções que melhorem a eficiência operacional dos clientes, que reduzem custos e que sejam seguras de serem utilizadas, sem dúvida, é motivante”, pondera.

E como é trabalhar em uma empresa tão significativa? Para o profissional, é algo estimulante e desafiador. “A empresa tem uma visão muito responsável, que se traduz em quatro pilares: água limpa, alimentos seguros, ambientes saudáveis e energia abundante. É líder no mercado de higiene e água, e isso nos traz uma grande responsabilidade. É também muito gratificante, pois temos ambiente de trabalho meritocrático. O desempenho individual é reconhecido, e temos o Modelo de Liderança Ecolab, que chamamos de 5Es (Envision, Embody, Empower, Energize e Execute), que traduz os comportamentos que são esperados por todos os funcionários da Ecolab”, salienta.

Quando se trata de como se destacar no mercado, para Ventura, é necessário entregar para o cliente o que realmente foi vendido. No entanto, este não é o único fator importante. “Além disso, estar atento às mudanças de hábitos dos consumidores e entender que os fatores custo e padronização, no setor de fast food, são fundamentais para o sucesso da operação. Outro ponto: estar sempre junto ao seu cliente e conhecer o seu negócio. Isto é, oferecer não somente um produto, mas um conjunto de soluções. Recentemente, estamos observando uma procura maior por produtos sustentáveis, que sejam socioecoeficientes. Ou seja, que sejam social e ambientalmente responsáveis”, relata.

Ecolab

A Ecolab tem investido, segundo Ventura, de maneira consistente, em pesquisas relacionadas ao desenvolvimento de novos produtos e processos, sendo que cerca de 2% do faturamento global da companhia são investidos em pesquisa e desenvolvimento. Somente no Brasil, nos últimos sete anos, foram investidos mais de 6 milhões de dólares.

“Como uma empresa pública, nossos resultados, perspectivas, são divulgados trimestralmente, de maneira consolidada, e estão disponíveis no nosso site, no canal investidores. Posso comentar que o nosso negócio está intimamente alinhado com as macrotendências globais, incluindo o crescimento da população e, com isso, o aumento da demanda por alimentos, água e energia, em um mundo de recursos limitados. Portanto, nossos investimentos estarão voltados para reduzir, reutilizar e reciclar recursos para otimizar o gerenciamento de água; para promover fortemente a segurança alimentar e expandir nossas ofertas de produtos de saúde e ciências da vida”, destaca o profissional.

Para ele, empresas que apresentam sucesso duradouro possuem valores e o propósito bem definidos, enquanto as estratégias e as práticas de negócios se adaptam a um mundo em mudanças. “A dinâmica de preservar o ‘core business’ enquanto estimula o progresso é a razão de empresas como a Ecolab se tornarem instituições de alta rentabilidade, capazes de se renovarem para atingirem resultados sustentáveis de longo prazo”, frisa Ventura.

E, para crescer até mesmo em tempos de crise, o profissional afirma que é necessário que se tenha um negócio bem equilibrado, com posições de liderança no mercado, ampla cobertura geográfica e uma atraente e forte proposta de valor ao cliente.

“E a Ecolab faz isso de maneira exemplar, administrando custos com muito cuidado, mantendo um balanço sólido, seguindo políticas financeiras conservadoras e investindo consistentemente nos principais fatores para o crescimento da empresa no futuro”, afirma ele.

E como garantir a qualidade dos serviços? Ventura destaca: “Em cada uma das indústrias que servimos, a Ecolab alavanca o mesmo modelo de negócio que combina a melhor tecnologia com recursos e serviços de classe mundial. Portanto, seja uma plataforma de petróleo ou um restaurante, um hospital ou um hotel, temos serviços no próprio local, projetados para aproveitar totalmente a nossa tecnologia em benefício do cliente. É assim que geramos valor. A estratégia de inovação da Ecolab também apoia nosso modelo de negócio. Portanto, combinamos química, alta tecnologia, inovação, serviços de classe mundial e plataformas digitais para oferecer mais produtividade, eficiência, custos menores e segurança para nossos clientes”, ressalta Ventura.

Vitórias

A Ecolab teve vários reconhecimentos ao longo do ano de 2018. Ventura destaca alguns deles: “Empresa mais admirada e a que mais colabora para mudar o mundo – classificação realizada pela Revista Fortune; empresa mais ética do mundo – citada na classificação do Instituto Ethisphere pelo 12º ano consecutivo; Integrante do Índice Down Jones de Sustentabilidade; citada na Lista A do CDP Água como uma das empresas líder em redução de impacto ambiental; empresa mais admirada e melhor empregadora – classificação divulgada pela Revista Forbes; nomeada como uma das empresas mais sustentáveis pela revista especializada Barron’s; 10ª colocada na classificação da Revista CR de Melhores Empresas em Cidadania Corporativa; 16ª posição na classificação da revista Chief Executive de Melhores Empresas para Líderes. E no Brasil, mais especificamente, fomos selecionados como uma das melhores empresas para pessoas com deficiência”, afirma ele.

Ventura também fala a respeito dos principais produtos da marca. “Na divisão de QSR, destaco o nosso novo e inovador portfólio de produtos voltados para as cadeias de fast food e pequenos restaurantes. Esse novo portfólio é o primeiro no Brasil que está adequado a GHS – The Globally Harmonized System of Classification and Labelling of Chemicals, criado pela ONU, que estabelece um sistema internacionalmente abrangente para a classificação, rotulagem e comunicação dos perigos de produtos químicos. Atualizamos nossas fórmulas, seguindo esse padrão global e a legislação brasileira, e nossos produtos agora protegem ainda mais os usuários. Também desenvolvemos novos aromas e embalagens mais compactas e com bico dosador, maximizando a segurança, confiabilidade e custos operacionais. São detergentes, limpadores de pisos e maquinário (fritadeira, cafeteira, grills, tostadeiras), desincrustante, desengordurante, vidros e superfícies, sanitizantes, entre outros”, diz.

Outro destaque, conforme Ventura, é a plataforma digital Kay Protect “que automatiza as listas de verificação de segurança de alimentos e integra diferentes dados e informações, necessários para as auditorias de segurança de alimentos, inspeções de departamentos de saúde e para o uso de produtos de limpeza e saneamento. Isso ajuda a agilizar os processos de restaurantes mais complexos, como as cadeias de fast food, ao mesmo tempo que acelera as operações e melhora a visibilidade e a precisão das informações”, afirma. “No entanto, o portfólio de soluções e programas da Ecolab oferece soluções ainda mais abrangentes, para promover alimentos seguros, manter ambientes limpos, otimizar o uso de água e energia, além de melhorar a eficiência operacional para clientes nos mercados de alimentos, saúde, energia, hospitalidade e industrial”, diz.

Ecolab
pt-br.ecolab.com

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × 5 =