Pequenas empresas podem ter novo crédito

0

Com a finalidade de reanimar a economia, a Secretária da Micro e Pequena Empresa quer conquistar uma linha de crédito exclusiva para o setor.

Ainda sem o aval do Palácio do Planalto, o projeto recebeu o nome de “Política Nacional de Funding de Crédito para Micro e Pequenas Empresas”. A proposta é que reduza o número de depósitos à vista que as instituições financeiras são obrigadas a reter no Banco Central nos chamados “depósitos compulsórios”. Dessa forma, deve ser liberado mais recursos para a nova modalidade de créditos no país.

Atualmente, 45 % de depósitos à vista têm que ficar parados no Banco Central. Com essa mudança, o compulsório passaria a 25% e os 20% restante seriam reservados à linha de financiamento. Segundo cálculos da Secretária, seriam destinados R$ 44 bilhões para empréstimos.

Esse dinheiro teria de ser usado para financiar o capital de giro, dinheiro que empresas gastam com matéria-prima, repor estoque e empregados. A maior parte desses recursos atenderia as micro e pequenas empresas que possuem o faturamento anual de até R$ 3,6 milhões. Outra fatia seria destinado às médias empresas, com receita de até R$ 14,4 milhão por ano.
Fonte: Folha de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 5 =