Panetone do erro ao sucesso mundial

0

Quando o assunto é comida, são diversas as opções para as pessoas, que podem se encaixar em diferentes tipos de dieta. Há aquelas que se encaixam no desejo daqueles que buscam emagrecimento, outros que têm restrições, também de pessoas que por diversas razões não consumir carne, entre outras situações e pratos. Muitos empresários garantem que é possível pensar em cada uma dessas questões e elaborar pratos que, de fato, consigam cativar os clientes e, ainda, apresentarem aspectos diferenciados.

É curioso saber que um dos mais tradicionais alimentos natalinos tenha surgido de um erro. Sim, o panetone, iguaria praticamente indispensável na época de Natal, foi inventado por equívoco de um assistente de padeiro, segundo reza a lenda italiana. Há séculos, numa véspera de Natal, durante os preparativos para compor a ceia de seu patrão, determinado ingrediente que era para ser colocado numa torta doce foi erroneamente colocado numa massa de pão. Tal ingrediente era a uva passa. Com isso, o padeiro, num ato para salvar a situação, arriscou colocar frutas cristalizadas, manteiga, ovos e os demais ingredientes que seriam usados originalmente na torta. Toni, o desatento assistente de padeiro italiano, assou a mistura e ofereceu ao patrão. O surpreendente aconteceu: foi um sucesso absoluto. A receita que deu errado agradou a todos os participantes daquele Natal e ainda tem agradado até hoje.

Essa receita perdura atualmente não só no seu país de origem como em diversos outros países que praticam a comemoração cristã. Item praticamente obrigatório numa ceia de Natal, o panetone é amplamente consumido em quase todos os lares brasileiros durante as festas de fim de ano. Originalmente, a massa de pão levava principalmente uvas passas e frutas cristalizadas. Com o passar do tempo, a receita foi sendo aperfeiçoada e novos elementos ganharam lugar no panetone. Gotas de chocolate ao leite e branco, creme de avelã, mousse, trufa e muito mais. A massa permite o incremento de diversos ingredientes, deixando-a muito mais saborosa. Opções de recheios não faltam. A culinária brasileira, com sua característica criatividade, desenvolve vários tipos de panetones para todos os gostos. Há quem não goste de uvas passas e frutas cristalizadas. Isso não é problema para as principais fábricas do ramo alimentício. Os seus portfólios contam com uma linha rica e diversificada de panetones para atender a exigência de cada consumidor.

Pronto

Para quem prefere o produto pronto para consumo, a Bauducco não deixa nada a desejar. Uma das empresas alimentícias mais tradicionais do Brasil, a Bauducco foi fundada em 1952 e é hoje líder em diversas categorias como torradas, wafers, cookies, além disso, é a maior produtora de panetones do mundo. Moderna e industrializada, possui sete centros de distribuição, atendendo a mais de 140 mil pontos de vendas no país e exporta seus produtos para mais de 50 nações.

“Responsável pela introdução do panetone no Brasil na década de 1950, a Bauducco faz parte da história natalina no país e é reconhecida por sua tradição e alta qualidade, sendo considerada sinônimo da categoria”, pontua Renata Del Claro, gerente de marketing da companhia.

Com receitas originais desenvolvidas com o toque pessoal do Sr. Bauducco, a marca garante o inconfundível sabor do panetone de frutas e do de gotas de chocolate (Chocottone®). Um dos segredos da alta qualidade do produto é a massa madre – a mesma trazida há mais de 60 anos da Itália e que é conservada com todo o cuidado até hoje – e sua fermentação natural.

Renata esclarece que o preparo cuidadoso do produto, que demanda mais de 50 horas para ficar pronto, é fundamental para entregar uma massa molhadinha, textura macia e o incomparável sabor do Natal.

Visconti é também uma marca clássica da categoria, apresentando uma excelente equação entre valor e tradição ao oferecer ao consumidor produtos de ótima qualidade a preços mais acessíveis. A linha Tommy, por sua vez, é uma excelente porta de entrada para novos consumidores da categoria e que buscam por produtos de menor preço, porém mantendo o padrão de qualidade.

“A Bauducco preparou muitas novidades para o Natal de 2015. Além de novas embalagens, há lançamentos com ingredientes mais sofisticados, sem deixar de lado a tradição e a qualidade de quem faz Natal há 64 anos”, complementa a gerente de marketing. O tradicional panetone está disponível em cinco tamanhos, de 4kg, 1kg, 750g, 500g e 400g. O panetone de frutas, de 1 kg, ganhou uma nova embalagem com laminação dourada, ficando com aspecto ainda mais nobre, ideal para presentear. Também há a possibilidade de adquirir este produto na versão lata, que está com as cores tradicionais do Natal, mas novo design, que serve também para presentear. O panetone de 500g, o mais vendido pela marca, ganha nova embalagem. A receita segue a mesma, macia e molhadinha, para quem quer ter o produto sempre fresco até chegar o Natal.

A Bauducco também traz novos sabores na sua Linha Especial Presente. O panetone ganha a versão com damasco, uva e crosta de amêndoas e o Chocottone, laranja e crosta de amêndoas. “Essas são as grandes inovações do portfólio deste ano, mas nosso carro-chefe continua sendo entregar a qualidade que o cliente espera dos produtos da Bauducco”, explica Renata.

Hoje, o portfólio de Natal da Bauducco é bastante completo. O tradicional bolo italiano, Pandoro, de 500g, quando cortado em fatias, seu formato se transforma em estrelas decorativas. Tem também o tradicional Chocottone Bauducco com gotas de chocolate ao leite Hershey’s de 500g. O Chocottone Edição Especial Trufa de 550g é a combinação entre a tradicional massa macia e molhadinha do Chocottone com um delicioso recheio cremoso de trufa. Já o Chocottone Mousse também especial e de mesmo peso é uma combinação inconfundível da massa de chocolate Bauducco com um recheio ainda mais cremoso de mousse de chocolate.

A empresa também oferece para o Natal biscoitos especiais, tais como cookies, pão de mel e biscoito coração. De acordo com os dados da agência Nielsen, o produto esteve presente em 52% dos lares brasileiros, chegando a 24 milhões de domicílios. Ainda segundo a pesquisa, o Estado de São Paulo é o principal consumidor da categoria, sendo responsável por 49% do volume, seguido pela região Sul (21%) e pela região Nordeste (19%).

O panetone é ideal para diversas ocasiões de consumo e que começam muito antes da noite de Natal. “A partir de outubro, ele é uma opção saborosa para café da manhã e da tarde, após o jantar e, claro, na ceia de Natal. É um produto bastante versátil e encontrado em vários pesos e sabores que se adéquam à necessidade do consumidor. Além disso, a qualidade e a tradição da Bauducco contam muito para o consumidor, tanto que a empresa é Top of Mind no que diz respeito ao panetone”, frisa Renata. Atualmente, a Bauducco comercializa panetones e Chocottones entre os meses de outubro e dezembro.

Inovação

Maior empresa varejista do Brasil, o Grupo Pão de Açúcar (GPA) foi pioneiro no lançamento de marcas próprias no Brasil, em 1971. Desde então, a empresa tem sido inovadora nessa estratégia com a oferta de linhas e de produtos que se destacam no mercado e uma estratégia definida com foco nas necessidades dos clientes em diferentes modelos de negócio. Somado a isso, a companhia estabeleceu um novo patamar para a  categorias de marcas exclusivas com o desenvolvimento de fornecedores e estabelecendo um padrão diferenciado de qualidade aos produtos.

A partir dessa estratégia, a companhia criou a Qualitá em 2008, hoje a maior marca exclusiva em quantidade de produtos do GPA, com mais de 1.500 itens – entre eles, uma linha de panetones em quatro sabores. Todo o portfólio da marca passa por um rigoroso sistema de qualidade, sendo testado com consumidores potenciais antes de chegarem às gôndolas das redes Extra e Pão de Açúcar.

A assessoria de imprensa do GPA informa que a Qualitá conta com uma linha de panetones vendidos com exclusividade nas redes Extra e Pão de Açúcar, com excelente qualidade a um preço acessível. A linha traz os sabores preferidos dos consumidores: Frutas (500g), Chocolate (500g) e Trufado de Chocolate (500g) e acrescenta no portfólio um lançamento: Avelã (500g), massa fresquinha recheada com gotas de chocolate e recheio trufado de chocolate sabor avelã.

Os panetones Qualitá são bem recheados, além de produzidos por fermentação natural, o que deixa a massa mais macia. Todas as versões são 0% gordura trans. Qualitá se consolidou como uma marca reconhecida e valorizada pelo consumidor, inclusive no segmento de panetones. A assessoria conta, ainda, que a marca possui consumidores leais que enxergam sua real proposta de apresentar produtos de qualidade a um custo competitivo, representando uma excelente relação custo-benefício. Para este ano, a expectativa da marca é crescer 15% nas vendas de panetones se comparado a 2014. Para isso, a empresa aposta em uma linha com sabores tradicionais e buscados pelos consumidores, além de trazer competitividade em preço.

Existem dois tipos de clientes Qualitá: aqueles que compram o produto para consumo individual/familiar e os que compram para presentear. Além de ser uma forma de oferecer competitividade de preços, as marcas exclusivas são ferramentas de diferenciação e de fidelização. Pesquisas realizadas pelas agências Ibope e Kantar mostram que os consumidores apostam nas marcas exclusivas quando estas fazem parte de uma rede de supermercados no qual eles confiam e, por se tratar de marcas que só são encontradas em determinada loja, são mais fiéis às bandeiras que oferecem essas marcas. Isso gera credibilidade e diferenciação. O GPA tem oito marcas exclusivas.

Preparo do Panetone

Além da larga produção industrial, muitos estabelecimentos preparam artesanalmente seus panetones. São profissionais que assam o bolo natalino e vendem o produto, além de serem também distribuidores e fornecedores regionais. É aí que entra a Festpan Alimentos. A distribuidora iniciou suas atividades em 1978, no segmento de panificação e confeitaria. Hoje, possuí em seu portfólio mais de 2,6 mil itens, que são distribuídos nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e Paraná.

Katia Stabile Garcia, gerente de marketing da distribuidora, diz que entre os itens carros-chefe da empresa está o preparo para Panettone Vapt, desenvolvido pela Festpan Indústria, há mais de 20 anos. O Panettone Vapt é referência no mercado devido à sua qualidade premium. A Festpan zela pela qualidade e por produtos diferenciados, e o Panettone Vapt se destaca por possuir as características de um produto artesanal, que tem sabor autêntico, massa úmida, excelente formação de fibras, além de possibilitar o método de fermentação natural.

“Neste ano, mais uma vez, a distribuidora está com foco total nas vendas dos kits de panetones, entre os quais se destacam o Kit Panettone Frutas, Gotas de Chocolate e o Trufado. Todos eles são fornecidos com o preparo do Panettone Vapt, formas, embalagens, fechos, frutas ou gotas de chocolate. A Festpan oferece, também, caixas personalizadas para acondicionar o produto. Desta forma, o panificador desenvolve o seu produto e o coloca na vitrine, para vender como um item de fabricação própria, com excelente custo-benefício”, pontua.

A empresa está sempre criando e divulgando para as padarias uma enorme variedade de receitas utilizando a mistura de Panettone Vapt, seja em formatos de roscas, tortas, colomba, stolen ou gallup, no entanto é no final do ano que as vendas aumentam consideravelmente, pois é nesta época que as pessoas têm o costume de apreciar um bom panetone. “Nós acreditamos que neste ano as vendas de panetone serão muito positivas, pois muitos brasileiros irão presentear seus familiares com essa deliciosa lembrança”, afirma Katia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × três =