O sucesso do mil-folhas

0
O sucesso do mil-folhas

Mil Confeitaria leva cerca de dois dias para preparar a massa de origem francesa e já atende mais de 600 pedidos por mês

O mil-folhas é uma das mais tradicionais sobremesas da França. Sua origem se deu em 1651 pelo chef François Pierre de la Varenne. O nome se refere ao número de folhas que a massa é composta. O doce contém três camadas de massa folhada, que é dobrada por até seis vezes. A cada dobra, a massa cria de 900 a 1000 camadas entremeadas por ar e manteiga. Por isso o nome e a impressão de mil folhas. Com tantos anos de história, o doce vem ganhando cada vez mais fama entre os apaixonados por sobremesas.

Em São Paulo, a Mil Confeitaria se destaca como referência na receita. A empresa nasceu em meio à pandemia, quando a confeiteira Carolina Molena, conhecida como Calu, começou a produzir o doce em casa, para familiares e amigos.

“Eu fazia o doce todo ano, em datas comemorativas, mas quando a pandemia começou, todos passamos por momentos difíceis e de incertezas, e a forma que encontrei para acalmar e abraçar as pessoas que eu amo foi por meio do doce. Comecei a fazer o mil-folhas para familiares e amigos e entregamos em uma marmitinha, com um recado dizendo que tudo iria ficar bem”, compartilha.

Foi a partir daí que os mil-folhas da Calu começaram a ganhar fama e serem encomendados pelos que já conheciam.

“De repente, no Natal de 2020, entregamos 80 doces, tudo isso feito em casa, sem estrutura alguma”, conta.

O sucesso do mil-folhas
O mil-folhas é uma das mais tradicionais sobremesas da França. Sua origem se deu em 1651 pelo chef François Pierre de la Varenne

Com o sucesso gerado pelo boca a boca, veio também um crescimento vertiginoso no Instagram (www.instagram.com/mil.milfolhas), onde a marca explora um storytelling forte e também traz dicas do que há de melhor na gastronomia paulistana focando principalmente pequenos produtores.

Em agosto de 2021, o pequeno negócio se transformou em uma loja. “Minha casa já não comportava todos os pedidos que recebíamos e precisávamos de um local com mais estrutura e onde as pessoas pudessem visitar e nos ver preparando seu pedido”.

O diferencial da Mil Confeitaria está desde o preparo da massa até a forma de entrega. Para produzir a massa de mil folhas, são necessários dois dias de preparo e os doces são montados na hora, por encomenda ou quando o cliente chega na loja.

“Mil folhas não é um doce de vitrine, por isso montamos os doces na hora que o cliente vem buscar a encomenda ou que vamos liberar um portador. Nós oferecemos um produto com matéria-prima de excelente qualidade e, em nossa loja, proporcionamos a experiência do cliente poder ver e acompanhar toda montagem do Mil na nossa cozinha”, explica Calu.

A história com a confeitaria já é antiga na vida de Calu. Ela é formada em gastronomia e, por muitos anos, trabalhou em confeitaria, época em que se apaixonou pelo mil-folhas. Buscando novos rumos, passou por uma transição de carreira e atuou na área comercial de uma grande empresa do setor de cafés. Após sete anos como executiva, perdeu o emprego e viu a oportunidade de uma nova mudança.

“Foi por acaso que o doce retornou na minha vida e me fez querer estar presente na vida das pessoas através dessa sobremesa. Hoje, estamos cada vez mais felizes por fazer parte de momentos especiais de nossos clientes”.

A sobremesa é oferecida no sabor tradicional, baunilha, nas versões doce de leite, pistache, chocolate amargo e o sabor do mês, escolhido sempre em uma dinâmica divertida com os mais de 17.000 seguidores no Instagram.

O creme de baunilha é feito com favas de baunilha selvagem brasileira, a opção de doce de leite traz uma camada do creme de baunilha e uma camada de doce de leite Rocca. Já as opções de chocolate e de pistache trazem uma mistura do creme de confeiteiro . O primeiro com chocolate 70% da Luisa Abram e o de pistache com uma pasta de pistaches da California e grãos de pistache inteiros, o que garante uma crocância extra. Todas as versões são oferecidas em diferentes tamanhos. O milzinho, porção pequena para consumo imediato na loja (R$ 15); a porção individual (R$ 25); o pequeno, que serve até três pessoas (R$ 70); médio, que serve de seis a oito pessoas (R$ 130); e o grande, servindo de 12 a 16 pessoas (R$ 240).

Além disso, a marca oferece ainda o kit “Mil para viajar”, com três placas de massa folhada assada, creme, açúcar de confeiteiro e um vídeo com instruções para montagem, nas versões tamanho médio e grande (R$ 150– R$ 260), tudo em uma embalagem de fácil transporte.

A Mil Confeitaria opera sob encomendas, que podem ser feitas através do (https://linktr.ee/milconfeitaria) ou na loja física, e oferece entrega para toda cidade de São Paulo e arredores.

“Temos muitas Folhinhas em Alphaville, ABC, Taboão da Serra e muito mais”, finaliza Calu. Folhinhas é o apelido carinhoso que Calu usa para se dirigir aos fãs da marca no Instagram.


Mil Folhas
linktr.ee/milconfeitaria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 2 =