O que vem por aí?

0
O que vem por aí?

Saiba quais doces serão tendência em aniversários e casamentos neste ano

Em 2022, na área da confeitaria, barras de chocolate gigantes, doces no palito, bolos com frases personalizadas, bolos em embalagens de lanches e outros doces prometem ser destaque em aniversários e casamentos, segundo profissionais do segmento consultados pela Food Service News.

Tendências que geram lucro

O que vem por aí?A confeiteira, padeira e chef de cozinha Angela Barreto atua na área há 10 anos dando assessoria para restaurantes e para autônomos iniciantes na área da gastronomia. Para a profissional, bolos, doces em pasta americana e doces para casamentos sempre contam algo do cliente. Ela diz que, com certeza, a tendência na confeitaria para este ano será tudo que tenha chocolate.

“Barras enormes de chocolate com recheios diversos, doces no palito, bolos com frases pessoais, bentô cake (minibolo que é servido em uma embalagem de lanche), bolos felpudos chamados shag cake, que são os bolos decorados como se fossem de pelúcia. Os ovos de Páscoa também ganharão novas formas de apresentação como o Ovo Pote de Colher, que é um ovo de Páscoa montado como uma taça com o recheio para comer de colher”, lista Angela Barreto.

Criatividade e personalização são as respostas para esses doces serem tendência em 2022. Para a confeiteira, as pessoas cada dia mais sentem falta daquele carinho especial e exclusivo. “Então, quem não gosta de receber um bolo com uma frase pessoal? Um ovo de colher com seu nome? Cada detalhe faz diferença”, explica.

Angela Barreto diz que cada empreendedor da área precisa investir na criatividade e conhecer bem seu público-alvo para que possa apresentar produtos que seguem o nicho da tendência, mas que atendam o gosto de cada cliente.

“Tudo que é tendência é muito procurado. Temos que investir sempre em produtos que estão em evidência. Os clientes sempre querem estar antenados e procuram muito o que o mercado começa a mostrar, principalmente nas redes sociais. Então, o empreendedor estar dentro dessas tendências, colhe lucro na certa”, diz ela.

Identidade, característica e afetividade dos doces

O que vem por aí?
A chef Samantha Laurindo diz que a aposta para 2022 é em doces brasileiros, com coco, frutas típicas da Amazônia e limão galego

A chef Samantha Laurindo, proprietária do restaurante Amaré Bistrô Boutique, em Búzios (RJ), conta que a simplicidade dos doces – “do menos é mais” – está cada vez mais em alta.

“Nossa aposta para 2022 é em doces brasileiros, com coco, frutas típicas da Amazônia e limão galego. Aqui, no Amaré, é o que mais faz sentido servir pelo nosso conceito gastronômico. Temos, de fato, estilo brasileiro, com valor afetivo e cultural”, apresenta a chef.

Para aniversários e casamentos neste ano, Samantha Laurindo destaca que as pessoas vêm valorizando muito a identidade, característica e afetividade dos doces.
A profissional é objetiva em dizer que a memória afetiva que vem com os doces é a explicação dessas tendências para 2022.

“Como trabalhamos com um buffet muito pessoal e exclusivo, normalmente é um pedido dos próprios noivos, por exemplo, doces diferenciados e com aquela pega afetiva. O brigadeiro de pudim foi um que surpreendeu a todos”, diz ela.

Para a proprietária do Amaré, há um lucro considerável, sim, no investimento de doces para festas, porém ainda não é a renda principal da profissional e, sim, um complemento ao buffet completo de festas que ela oferece.

“No nosso restaurante, os doces são sempre muito pedidos também, ainda mais por trabalharmos sobremesas bem diferentes, como nosso Pudim de Milho Verde, Sorvete de Queijo Caseiro com Goiabada Cremosa servido na própria goiaba, entre outras opções”, afirma ela.

Personalização

A Doces Granulados, da confeiteira Ana Carolina Souza, está situada no bairro Santa Cecília, na capital paulista, vendendo os mais variados tipos de doces.

O que vem por aí?
“Como sou do Norte, tento sempre trazer sabores de lá”, diz a confeiteira Ana Carolina Souza

Para Ana Carolina Souza, as tendências para 2022 são: bentô cake; bolos com frases; doces personalizados (biscoitos, chocolates) com frases; doces para viagem/para entregar e fazer surpresa (kits festas, cestas de café da manhã que não saem de moda); bolo de andar conceitual; e doces com sabores do Brasil.

Hoje, a Doces Granulados vende brigadeiros, bolos, biscoitos, chocolates e kits/cestas para presentear.

“Como sou do Norte, tento sempre trazer sabores de lá. Então, no cardápio, temos o sabor cupuaçu, como recheio, e este ano o foco é trazer mais essa pegada dos ‘sabores do norte’ para o nosso cardápio. Aqui também gostamos de ser atenciosos com o cliente do começo ao fim, seja no atendimento, mandando algum bilhetinho, colocando raminhos de flores na embalagem, enfim, mostrando que o cliente é especial para nós”, conta Ana Carolina Souza.

A empreendedora acredita que alguns itens citados por ela serão tendências neste ano porque “tem aquela ideia de personalizar, tornar algo único e especial, e as pessoas estão buscando cada vez mais essa ideia, de comemorar e tornar esse momento memorável”, diz ela.

O bolo de andar conceitual, outra tendência citada por Ana Carolina Souza, traz a ideia de fazer camadas em alturas diferentes, fugindo do convencional. “Acho que esse tipo de bolo vai ser tendência, pois é muito elegante e tem aquela ideia de diferentão”, afirma.

Outra tendência são os sabores do Brasil. “Ano passado fizemos um ovo de Páscoa com o sabor torta de cupuaçu e um cravejado com castanha do Pará e castanha de caju que foi sucesso. Acredito que este ano vai ser tendência também, pois as pessoas estão buscando conhecer mais os sabores de diferentes regiões do país, até mesmo para recordar determinada lembrança da infância ou de alguma viagem feita”, salienta.

Na avaliação e experiência de mercado de Ana Carolina Souza, os clientes aceitarão bem esses produtos e a demanda será alta, principalmente para presentear, como lembrancinha de festas, presentes e para compor a mesa da comemoração.

O público-alvo desses doces são empresas de festas, que muitos terceirizam a contratação de comidas, e clientes autônomos numa faixa de 20 a 45 anos – geralmente é o público que mais consome esse tipo de produto, no caso dos doces. “Para mim é lucrativo investir nesse setor, porque como são, basicamente, produtos personalizados os mais pedidos. O valor deles é maior, visto que é investido mais tempo, matéria-prima específica e conhecimento que muitas vezes você só vai adquirir fazendo cursos e afins”, diz Ana Carolina Souza.


Chef ANGELA BARRETO
Instagram: @chef_angelabarreto
Chef SAMANTHA LAURINDO
Instagram: @chefsamanthalaurindo
DOCES GRANULADOS
Instagram: @doces_granulados

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × 2 =