Nova potência de carne na América do Sul

0

Quando se fala de carne bovina, o Paraguai é o país que se destaca na última década. Superando locais que são referência, como Argentina e Uruguai, o país se transformou no sexto maior exportador de gado, atrás do Brasil, primeiro da classificação.

Apesar de uma crise, causada por um surto de febre aftosa em 2008, que gerou uma incerteza para os produtores e enfraqueceu os acordos comerciais internacionais, o setor volta à ativa. Investindo na melhora genética das raças mais adaptáveis, o Paraguai passa a ser uma opção atraente para outros países que precisam repor ou melhorar seus rebanhos bovinos, como é o caso do Equador.

Somente para se ter uma ideia da dimensão desse cenário, foram transportadas, aproximadamente, 2.000 cabeças de gado, em oito aviões, do Paraguai para o Equador, um transporte aéreo com porte nunca visto, com volume de 50 touros e 1.906 vacas. Foram, ao todo, 680 toneladas dos melhores animais das quatro raças mais prestigiosas do Paraguai como braford, brangus, brahman e nelore, ajudando a renovar a genética bovina do Equador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

10 − sete =