Mundo caminha para escassez de vinhos, diz estudo

0

Por Redação FSN – 31 de outubro de 2013

As informações são de um estudo conduzido pelo banco Morgan Stanley, que mostrou que 300 milhões de caixas de vinho deveriam ter sido produzidas a mais no ano passado para atender à demanda global.

Este é o maior déficit registrado em 40 anos de pesquisa. Para os autores Tom Kierath e Crystal Wang, a queda na produção é explicada principalmente pelas condições climáticas desfavoráveis na Europa e pela prática de destruir parte das vinícolas para evitar a superprodução e o achatamento de preços.

A produção de vinhos na Europa caiu cerca de 10% em 2012 e 25% desde o pico de 2004, quando a oferta superou a demanda em 600 milhões de caixas. Por outro lado, a produção de vinho no “novo mundo” do setor – Estados Unidos, Austrália, Argentina, Chile, África do Sul e Nova Zelândia – vem crescendo continuadamente.

O consumo da bebida vem aumentando desde 1996. Atualmente, são consumidas 3 bilhões de caixas de vinho por ano no planeta, produzidas por mais de um milhão de produtores. Os autores preveem que o atual cenário resultará em um aumento significativo da demanda de exportação e aumento dos preços.

De acordo com o estudo, os franceses continuam no topo da lista dos maiores consumidores de vinho do mundo, com 12% da produção total, com pequena margem de diferença em relação aos americanos, que também detêm 12%. Além disso, a pesquisa afirma que os Estados Unidos e a China são os países que mais impulsionam o consumo da bebida atualmente.

shutterstock_114878602

Fonte: BBC Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete − 7 =