Marcas de refrigerante apostam em embalagens retrô

0

Com o alto consumo de bebidas mais saudáveis, as marcas de refrigerante decidiram fazer embalagens retrô para se diferenciarem no mercado. A estratégia é atrair o consumidor através da embalagem e impulsionar as vendas.

O Guaraná Antarctica, da Ambev, está colocando no mercado, nessa semana, a garrafa de vidro com 290 ml de refrigerante. O design da embalagem terá traços da cultura indígena e lembra do processo de colheita manual do guaraná.

A edição especial da embalagem terá 250 mil unidades, vendidas ao preço de R$3,99. Para Diogo Dias, diretor de marketing do Guaraná Antarctica, esses lançamentos geram aumento no consumo.

“Além do resultado de negócios, esse tipo de ação aproxima mais a marca do consumidor e aumenta a preferência pela marca”, contou Dias. As embalagens do refrigerante abrangem diferentes versões do guaraná, como o sem açúcar, sem calorias e Guaraná o Black.

A engarrafadora Coca Cola Femsa decidiu investir em ações de marketing para o Guaraná Jesus, comprado pela companhia em 2001. A empresa expandiu o refrigerante para outras regiões do país, como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal.

“O Guaraná Jesus faz parte do programa de inovação, que tem como alvo jovens adultos e adultos das classes A e B que procuram inovações”, conta Guilherme Magri, gerente de produtos da Coca-Cola Femsa.

As inovações da Coca Cola abrangem a linha com stevia, as garrafas de vidro para Coca Cola e Coca Cola Zero em 1 litro e latinhas personalizadas para o natal. “O público busca inovação, mas as embalagens ‘retrô’ também são muito procuradas, pela diferenciação. Para a companhia, esse tipo de ação acaba gerando valor para todas as marcas e eleva o consumo”, pontua Magri.

A expansão na distribuição também atraiu outra marca, a Itubaína, da Brasil Kirin, que levou seus produtos para Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e estados do Centro-Oeste. Também foi feito um acordo com a Estrela para imprimir embalagens com imagens de brinquedos clássicos, como Autorama, Banco Imobiliário, Aquaplay e Genius.

Foram feitas 1,2 milhão de unidades com essa nova embalagem. De acordo com Bruno Piccirello, gerente de marketing, a Itubaína tem um grande apelo pela nostalgia e ampliar a oferta de produtos ajuda nas vendas.

Fonte: Valor Econômico