Loja de sonhos fatura R$1 mi em um ano

0

O sonho, uma das receitas mais requisitadas nas padarias de São Paulo, tem conquistado ainda mais adeptos e feito o negócio faturar R$ 1 milhão em um ano.

Tudo começou na Doceria Dulca, que tem mais de 60 anos de história. Agora, as bisnetas dos fundadores, Roberta Ferraro, 28, e sua irmã, Isabella, 23, desenvolveram novos sabores e tamanhos para os sonhos. Formadas em gastronomia, as irmãs fizeram encomendas para casamentos com uma opção para substituir o tradicional bem-casado.

Foi assim que começou o Sonheria, que pretendia levar os doces para outros públicos. Outro irmão da família, Salvatore, 29, e os amigos Norberto Costa e Guilherme di Biagi também resolveram investir no produto. “Eu e o Norberto sempre fomos amigos próximos da quarta geração da família e sempre acompanhamos o trabalho da Dulca de perto. Quando os irmãos quiseram expandir o negócio das novas versões de sonho, nós dois, que somos formados em economia, decidimos aceitar o desafio de ajudá-los como sócios”, explica Biagi, 28, um dos responsáveis pela parte administrativa do Sonheria.

Com um investimento inicial de R$10 mil em um food bike, o Sonheria começou estacionando na frente do Le Lis Blanc de Vila Nova Conceição. “Todos comiam e elogiavam e o movimento da loja também aumentou. O planejado era que ficássemos por lá apenas aquele dia, mas eles pediram que a gente ficasse mais dois”, explica De Biagi.

A aceitação do público fez com que o Sonheria marcasse presença em feiras gastronômicas e eventos, mas o sucesso fez com que o lugar precisasse de uma localização fixa. “Sempre foi um sonho nosso abrir uma loja fixa, já que nela a gente pode servir outros tipos de produtos e atender o cliente da forma que gostaríamos, mas os custos são muito altos e, no início, não sabíamos qual seria a aceitação do público”,relata Biagi.

Fonte: Revista PEGN
Crédito sonhos: Guilherme Nabhan

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quinze + 12 =