Levando os ganhos na esportiva

0

O Ultimate Fighting Championship (UFC) completou 20 de existência em 2012, se consolidou como um dos esportes preferidos do brasileiro e conquistou um espaço inesperado no país do futebol. Os combates são baseados na mistura das artes marciais (MMA), em que os competidores lutam em um octógono e almejam o prêmio máximo da sua categoria no esporte, o cinturão. As lutas acontecem, geralmente, à noite, e terminam de madrugada. Grande parte dos estabelecimentos decidiu investir nas transmissões das lutas, disseminando ainda mais o esporte e garantindo um número maior de clientes. Os investimentos são mínimos, Tvs de LCD’s, compra do canal especializado e, no mais, muita disposição para atender os fanáticos pelo esporte. A busca pelo melhor tipo de entretenimento para o cliente é antiga.

Mais tempo no restaurante

O Kharina é uma rede de lanchonetes em Curitiba, fundada em 1975, e que serve principalmente saladas, porções e variedades de sanduíches na capital paranaense. A ideia de realizar as transmissões de UFC surgiu de um projeto iniciado após a finalização da reforma de uma das unidades, no bairro Batel, em julho de 2012. “Instalamos 11 televisores e fizemos uma parceria com a operadora NET, para a transmissão desses eventos ao vivo pelo canal Combate”, afirma Kharina Cury Abreu, sócia da casa.

Além de transmitir as lutas na íntegra aos clientes, o Kharina possui um histórico curioso em relação ao torneio com um dos maiores lutadores da atualidade, o campeão mundial da categoria peso médio, Anderson Silva. “O Kharina foi o primeiro emprego dele, quando ele tinha 16 anos e juntava o dinheiro do trabalho para pagar a academia onde lutava. Esses dados foram publicados no seu livro biográfico”, conta Kharina.

De acordo com ela, o principal benefício gerado pela transmissão dos torneios do UFC para o Kharina é a possibilidade de atrair um público que, até então, não costumava frequentar o restaurante. Além disso, os clientes permanecem por mais tempo dentro do local para assistir à luta, o que, consequentemente, gera aumento das vendas.

Também em Curitiba, o Guffo Bar, casa fundada em 2006, transmite os torneios de UFC desde que a marca de cerveja Budweiser, da Ambev, começou a patrocinar o evento, em 2011. De acordo com Bruno Villela, proprietário da casa, a transmissão dos torneios foi um pedido dos clientes e o estabelecimento decidiu fazer isso, como forma de oferecer entretenimento.

O principal benefício da transmissão do UFC é, segundo Villela, o aumento do movimento e do consumo. Conforme ele conta, em dias de luta, o público pode aumentar – depende da importância da partida televisionada.

Esporte na essência

A trilogia “cerveja, futebol e rock and roll” é o tema do Rhino Pub, casa inspirada nos tradicionais bares ingleses localizada em São Paulo. Futebol, porém, não é o único esporte relacionado ao lugar, que também transmite partidas de rugby e UFC, cujas lutas passam nos telões do estabelecimento desde a fundação, em 2010.
De acordo com Cleusa Thezolin, assessora de imprensa do local, a transmissão de UFC gera um retorno muito positivo para o Rhino Pub. “Depende muito da luta também. Se é com um lutador brasileiro, a gente espera sempre um grande público”. Nos dias de luta, o público da casa é um pouco diferente do habitual, já que muitas pessoas vão justamente para assistir ao UFC, e pode aumentar até 30%.

Vantagens em qualquer esporte

O Hooters é uma rede internacional de restaurantes, presente em 20 países. Possui no Brasil três unidades, duas localizadas na cidade de São Paulo, nos bairros Vila Olímpia e Mooca, e a terceira no Shopping ABC. Os ambientes são sempre divertidos na decoração e completados com a presença das ilustres Garotas Hooters, as garçonetes mundialmente uniformizadas com shorts laranjas e camisetas top brancas. Além disso, os televisores espalhados pelas paredes dos restaurantes propiciam a diversão dos clientes com as transmissões de UFC e demais esportes.

Desde 2012, as lutas foram incluídas no calendário das transmissões esportivas da casa. Segundo Marcel Gholmieh, CEO do Hooters Brasil, muitos clientes ligavam perguntando sobre as transmissões para fazer suas reservas. Buscando atender esse público, o UFC passou a ser exibido pelo canal Combate no estabelecimento, aumentando a quantidade de pessoas presentes na casa no horário noturno, geralmente do sexo masculino, com idade entre 20 e 40 anos. Mas não é só em dias de lutas que o público sofre alterações.

Nos dias de jogos dos campeonatos nacionais e internacionais de futebol, futebol americano e tênis, por exemplo, a casa também recebe reservas de grupos.

Para o CEO, assistir as lutas de UFC em grupo tem diversas vantagens, assim como qualquer esporte, “unir amigos, a energia do ambiente, comes e bebes, a emoção da transmissão e dividir com os vizinhos de mesa”. O Hooters Brasil fecha o ano de 2013 com 5% de crescimento. Já para 2014, a expectativa é de crescer 10%.

Noite animada pelos combates

A hamburgueria Rock’n’Roll Burger abriu as portas no Baixo Augusta no começo de 2012 e, desde a inauguração, há a transmissão dos torneios do UFC. O sócio do local, Gabriel Gaiarsa, conta que, no início, a casa era um ponto de encontro dos amigos que treinam jiu-jitsu com ele e que, nas semanas de lutas, todos já sabiam onde assistir. As noites de transmissões cresceram a partir da divulgação dos amigos, cada vez mais as pessoas iam ao local aproveitar as lutas no ambiente decorado com muito rock e máquinas de pinball.

O principal público da casa em dias de lutas são grupos de amigos que procuram um ambiente proveitoso com boas comidas e bebidas. Segundo o sócio, muita gente também reserva estas datas para comemorar seus aniversários.

Nos sábados, dias em que geralmente ocorrem os combates, o local fica bastante cheio e os ambientes são concorridos, o horário de maior movimento é das 19h até a madrugada.“Em dia de luta, a casa fica mais animada, com as pessoas torcendo e comemorando as vitórias dos lutadores brasileiros”. Para Gaiarsa, essa é a grande diferença entre um dia comum e um dia de transmissão.

O UFC é um evento com muitos atletas brasileiros em evidência. Dos 20 maiores lutadores, pelo menos 10 são daqui. O esporte foi criado no Brasil, e temos uma cultura de lutas muito forte no país. “O mais interessante é que nos últimos anos o MMA virou um esporte de massa, com lutadores estrelando comerciais, aparecendo em programas dominicais, novelas. O brasileiro gosta de torcer por seus ídolos e gosta de festa. A combinação perfeita para uma noite animada com os amigos”, comenta Gaiarsa. “O clima é muito mais de confraternização e torcida pelos brasileiros do que qualquer outra coisa. É mais um clima de Copa do Mundo do que de tensão”.

A meta inicial de crescimento do Rock’n’ Roll em 2013 era 20%, mas ao longo do ano registrou-se crescimento de mais de 30%. Para 2014, as expectativas são melhores ainda.

Karina
www.kharina.com.br

Guffo Bar
www.guffobar.com.br

Rhino Pub
www.rhinopub.com.br

Hooters Brasil
www.hootersbrasil.com.br/site2

Rock’n’Roll Burguer
www.rocknrollburger.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

um + dezoito =