Leite de castanha faz empresário faturar

0

Na onda dos leites vegetais, Fernando Carvalho criou A Tal da Castanha, que deve faturar aproximadamente R$5 milhões em 2015. O leite de castanha tem virado tendência nos últimos tempos, principalmente pelo seu valor nutricional. O produto não contém lactose e colesterol, além de ser fonte de vitaminas.

Carvalho trabalhava na empresa do pai, Amêndoas do Brasil, quando teve a ideia de fabricar a iguaria. “Eu queria fazer um produto que não caísse na mesmice. Queria aproveitar o valor nutricional da castanha”,conta.

O empreendedor conta que o mercado americano de leites vegetais já fatura R$2,5 bilhões por ano. Por enquanto, o Brasil está apenas começando neste mercado. Antes era comum ver apenas leite de soja nos supermercados. “A gente passou um ano fazendo testes para ter um produto sem conservantes e aditivos. Para ele ser mais simples, o trabalho ficou mais complexo”, diz.

A Tal da Castanha fabrica 80 mil litros de leite por mês, produzidos com castanhas de caju e água. Atualmente a empresa vem planejando investir também em castanhas assadas sem sal. “Esse ano foi de introdução da marca no mercado. Em 2016, a gente aposta que vai consolidar o produto no Brasil e já vê a expansão internacional como fator bem relevante para estratégia da marca”, explica Carvalho.

Neste mês, o empresário participa de uma feira de alimentos na Alemanha. “Queremos provar que o produto com tecnologia e capital nacionais é inovador em escala global. Temos visto feedback positivo de empresas de fora interessadas e temos grande chance de emplacar uma marca internacional”, afirma.

Fonte: Revista PEGN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 + 1 =