Indo além

0

As rápidas transformações que o setor de food service terá de incorporar para atravessar com a rentabilidade necessária a iminente crise que se aproxima – isso para não dizer que já estamos no meio dela -, passam não somente pela eficiência dos serviços, mas também pela eficácia do marketing proporcionado por esses mesmos serviços. O serviço bem feito já garante uma boa propaganda.

De boca em boca, a divulgação é feita naturalmente quando os serviços são bem avaliados pelos seus usuários e, para isso acontecer, a escolha da tecnologia mais assertiva é de suma importância. Onde encontrar essa máquina transformadora? Obviamente, procurar a tecnologia desenvolvida em empresas que têm uma longa expertise no assunto, aquelas que têm produtos construídos com ferramentas e controles focados na redução de desperdícios, na eficiência nas compras, na otimização dos estoques. Uma crise se vence com criatividade, até mesmo porque na crise somos obrigados a inventar saídas. Eis aí a função de sistemas customizáveis aos novos processos – estes cada vez mais otimizados – que serão criados e que acabarão por proporcionar economias capazes de aumentar o markup de sua corporação em até 15%.

Essa qualidade que a tecnologia proporciona vai de anseio também às aspirações dos consumidores. Quando esses procuram um estabelecimento para fazer suas refeições, muitas vezes são favorecidos pelo melhor serviço online em seu  smartphone, seja através da velocidade de app de delivery, seja de um app agradável que aguça a vontade de experimentar um suculento prato que explode na tela de seu Iphone ou de seu Samsung. A experiência que o local oferece para os clientes, passando pela própria ambientação até variados recursos tecnológicos, influencia muito, portanto, a decisão do cliente final. Um lugar que não acompanha as transformações sociais pode acabar transmitindo uma imagem aquém do que deveria ou poderia.

A tecnologia torna-se, então, mais um ponto, além da segurança, da credibilidade, da acessibilidade, dentre muitas outras características necessárias a essas transformações que atingirão o setor de food service nessa crise vindoura e é uma responsabilidade primordial do gestor inteligente.

A tecnologia é, portanto, a ferramenta mais importante para atravessarmos a crise.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

9 − 5 =