Identidade e proteção

Embalagens acumulam diversas funções e se destacam de acordo com cada uma delas

0

Imagine chegar num estabelecimento e levar para casa biscoitos na mão ou soltos em uma sacola. O mesmo para grãos de arroz e feijão, farinha, carnes, molhos, bebidas e toda a sorte de produtos que se pode consumir. Imagine ter de carregar suas próprias vasilhas, recipientes de todo o tipo, para poder acondicionar os mais variados alimentos que se deseja adquirir.

O que seria de nós sem a criação das “salvadoras” embalagens que envolvem todos os produtos que consumimos? Certamente, seria extremamente penoso desde a fabricação até a entrega ao cliente final.As embalagens servem para diversas finalidades. São elas que individualizam, agrupam, protegem, estendem o prazo de vida, viabilizam a distribuição e identificam determinado produto a ser comercializado.

Como diferenciar visivelmente, sem experimentá-los, sal de açúcar refinado? Molhos inglês de shoyu? Creme de leite de leite condensado? Tipos de carne? Como saber se tal produto é da marca A, B ou C? Se está dentro do prazo de validade? Quais os ingredientes? Fabricado onde? E outras informações pertinentes? Tudo isso é encontrado nas embalagens, por meio dos rótulos de cada produto.

Sem os invólucros, seria praticamente impossível responder todas essas questões. São eles que informam tudo aquilo que é procurado por seu comprador. O cliente deseja comprar milho. É provável que ele ache o alimento em latinhas de alumínio, em pequenas vasilhas de vidro ou embalado em um plástico. Tratando-se de uma conserva, ele saberá que o milho estará em uma água própria, bem acondicionado, dentro do prazo de validade e da marca X. Tudo isso, devidamente identificado e protegido, condiz para o consumidor adquiri-lo.

Algo importante que também é informado diz respeito às pessoas que possuem intolerância ao glúten e à lactose. Comumente encontradas nos rótulos, essas informações, além de serem obrigatórias por lei, são uma questão de saúde pública. As embalagens tornaram-se, enfim, ferramentas úteis para atender à sociedade em suas necessidades alimentícias, bem como no campo da saúde, conveniência e todo o tipo de objetos e bens utilizados.

Para se obter a embalagem, é preciso fabricá-la. Como se trata de uma demanda constante, em que sempre será necessária e solicitada, empresas da área fornecem uma variedade de invólucros para o respectivo produto a ser embalado. Vai desde um simples papel de bala a contêineres de metal ou madeira.

LIDERANÇA

A Tetra Pak é líder mundial em soluções para processamento e envase de alimentos. Trabalhando junto a fornecedores e clientes, oferece produtos seguros, inovadores e ambientalmente corretos que, a cada dia, atendem às necessidades de centenas de milhões de pessoas ao redor do mundo. A linha de produtos da Tetra Pak inclui centenas de formatos de embalagens cartonadas e equipamentos de processamento e envase com tecnologia de ponta.

A Tetra Pak é líder mundial em soluções para processamento e envase de alimentos. Trabalhando junto a fornecedores e clientes, oferece produtos seguros, inovadores e ambientalmente corretos que, a cada dia, atendem às necessidades de centenas de milhões de pessoas ao redor do mundo. A linha de produtos da Tetra Pak inclui centenas de formatos de embalagens cartonadas e equipamentos de processamento e envase com tecnologia de ponta.

A embalagem longa vida da empresa é formada por seis camadas de materiais – quatro de polietileno, uma de papel e uma de alumínio. Com esta combinação, as embalagens, disponíveis em diversos formatos e volumes que vão de 25 ml a dois litros, criam uma barreira protetora que impede a entrada de luz, água, ar e microrganismos, preservando o sabor e o aroma dos alimentos por três meses a um ano.

Com a embalagem cartonada asséptica da Tetra Pak, os produtos ganham longa vida e podem ser transportados sem refrigeração aos locais mais remotos, com total segurança. Recentemente, a empresa anunciou que todo o portfólio produzido no Brasil terá o plástico de fonte renovável em sua composição. O polietileno de baixa densidade (LDPE) é feito a partir da cana de açúcar, nas camadas protetoras. Combinado ao papel, o biopolímero aumenta o porcentual de materiais renováveis na embalagem para até 82%. Isso significa que mais de 13 bilhões de embalagens cartonadas serão produzidas anualmente com a nova matéria-prima.

Eduardo Eisler, líder de Marketing e Gerenciamento de Produto da Tetra Pak para os países da América do Norte, Central e do Sul, afirma que “a companhia conta, hoje, com um portfólio de cerca de 150 tipos de embalagens e mais de 30 aberturas à disposição dos clientes, possibilitando inúmeras combinações. No Brasil, a empresa atua essencialmente em três categorias de produtos: leite, bebidas e alimentos preparados. Para cada uma delas, realiza um trabalho de desenvolvimento e assessoria com os clientes, trazendo novos conceitos de produtos, equipamentos e estruturas, e novas formas de processamento e distribuição.

Sobre o acondicionamento, Eduardo também explica como é tratado na Tetra Pak. “O tratamento térmico UHT combina o processamento com a tecnologia da Tetra Pak de envase asséptico, lançado em 1961. Hoje, essa tecnologia é a mais testada e confiável para aumentar a data de validade dos alimentos sem a adição de conservantes químicos e a necessidade de refrigeração. O processo consiste em três estágios: tratamento térmico do produto, assepsia do material de embalagem e envase e selagem sob condições assépticas, evitando-se a recontaminação do alimento. A segurança do produto é uma das mais importantes vantagens da tecnologia asséptica. Não por acaso, as empresas que produzem alimentos especiais para crianças e para a área de saúde utilizam essa tecnologia”.

Em 2013, a empresa comercializou globalmente pouco mais de 178 bilhões de embalagens. Apenas no Brasil, foram comercializadas 13 bilhões de embalagens cartonadas. Hoje, as embalagens da Tetra Pak – utilizadas também para sucos, água, molhos, cremes, vinhos, alimentos etc. – estão presentes em 94,7% dos lares brasileiros, segundo estudo da Kantar Worldpanel, maior empresa de pesquisas de consumo domiciliar da América Latina.
“A Tetra Pak trabalha para que seus clientes a considerem um parceiro que sempre fornece produtos de qualidade. Em todos os segmentos em que opera, a empresa persegue o objetivo de ser percebida como a melhor alternativa, uma aliada que busca continuamente atingir a excelência em seus produtos e serviços e novas soluções para aprimorar os negócios de seus clientes”, completa o líder de Marketing e Gerenciamento de Produto.

CONCEITO INOVADOR

A Splendida Embalagens é uma empresa jovem com um conceito inovador, que provém soluções em caixas de papelão a fim de suprir as necessidades mercadológicas das simples às mais complexas com soluções inteligentes. Eloá Cristina, integrante do Marketing da Splendida, informa que são fabricadas caixas de papelão de todas as medidas e qualidade de acordo com a necessidade e quantidade do produto a ser embalado.

“Os setores Alimentício, Confecções, Autopeças, Industriais, E-commerce e Metalúrgica são alguns que atendemos. Independe,emte do setor, nós criamos uma embalagem para cada necessidade”. Para quem necessita de embalagens de papelão, geralmente, o mercado utiliza uma caixa normal com fechamento de fita adesiva. Essa é a caixa mais em conta; normalmente feita em papelão reciclado também buscando o menor custo. De acordo com Eloá, existe a caixa corte-vinco que depende de uma faca no formato da caixa com curvar e travas: exemplo da caixa de pizza; caixa usada pelos Correios; de bolo etc. “Essas já são caixas especiais”, acrescenta. A venda dos materiais na Splendida vem crescendo em media 20% a 23% ao ano com previsão de venda de 90 toneladas/mês. “(As caixas) são amplamente usadas em todos os setores. O papelão é como o termômetro no mercado”, salienta Eloá.

MAIS

Cada produto pede um determinado invólucro. O cartucho é uma embalagem feita em papel cartão. É muito utilizada em caixas de cereais matinais e caixas de sabão em pó. Os contêineres são amplas caixas de metal ou madeira para armazenar e transportar grande quantidade de carga. Embalagens laminadas, como as metalizadas, servem para guardar salgadinhos, biscoitos, cafés etc. As latas de alumínio são feitas de metal não-ferroso. Em geral, são utilizadas em bebidas como cervejas, sucos, chás e refrigerantes. É importante enfatizar que as embalagens reutilizáveis são grandes aliadas do meio ambiente.

TETRA PAK
www.tetrapak.com.br

SPLENDIDA
www.splendidaembalagens.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

11 + quinze =