Fundação Cargill contribui para projeto alimentício promovido pela Ação Moradia

0

A Fundação Cargill anuncia apoio, financeiro e de gestão, ao projeto Viveiro Orgânico, desenvolvido pela Ação Moradia em Uberlândia. A proposta tem o objetivo de criar o primeiro viveiro de mudas orgânicas da cidade.

Selecionado via edital e lançado anualmente pela instituição, o projeto irá promover acesso às mudas orgânicas para a rede de 40 produtores e agroecológicos cadastrados na região. As primeiras mudas produzidas irão passar por um teste piloto de adequação e sobrevivência e parte delas será utilizada na horta da instituição, responsável por garantir diariamente 400 refeições para a comunidade atendida, em especial, crianças de 06 a 15 anos. O excedente produzido na horta será vendido para a comunidade.

“Buscamos selecionar projetos com impacto transformador na área de alimentação e com potencial para serem replicados em outras localidades e instituições”, explica Valéria Militelli, presidente da Fundação Cargill.

Este ano, o edital recebeu inscrições de 120 projetos de 14 estados brasileiros com ações direcionadas à transformação social e geração de vcalor na cadeia de alimentação. As condições consideradas para a escolha dos projetos foram pontos como planejamento e gestão, o impacto e a relevância do projeto, seu poder de transformação, seu potencial de inovação e sustentabilidade, além de alinhamento entre o propósito do projeto e a missão da Fundação Cargill, que se traduz em promover a alimentação saudável, segura, sustentável e acessível, do campo ao consumidor.

Crédito da imagem: https://goo.gl/q5c02a

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

7 + onze =