Fipan aborda setores importantes para a economia

    0

    A última edição da Fipan – Feira Internacional de Panificação, Confeitaria e Varejo Independente de Alimentos- movimentou R$ 1 milhão. O evento abrange mercados importantes da economia, como é a panificação ( 2% do PIB nacional ) e o food service ( 10% do PIB nacional).

    A edição 2015 da Fipan já está acontecendo e vai até amanhã, 17, no Expo Center Norte, São Paulo. Durante o evento será abordado o crescimento econômico que esses dois setores – panificação e food service- conseguem manter, mesmo em tempos de crise.

    “A panificação está sofrendo com a alta da energia elétrica e água, mas ainda continua crescendo como negócio no nosso país. Em São Paulo, esse crescimento estabilizou, porém várias panificadoras passaram por reformas e, com isso, aumentaram o número de serviços prestados a seus clientes, passando a servir refeições no horário do almoço, rodízio de sopas e pizzas, no jantar, além de um café da manhã com várias opções, principalmente nos finais de semana. E toda essa mudança de serviços se reflete nos produtos que as indústrias trarão para a FIPAN 2015”, afirma Antero José Pereira, presidente da SAMPAPÃO (sigla que integra o Sindicato e Associação dos Industriais de Panificação e Confeitaria de São Paulo e o Instituto do Desenvolvimento da Panificação e da Confeitaria de São Paulo).

    Em 2014, a panificação registrou o crescimento de 5% e é responsável por 2% do PIB nacional. Antero explica que essas padarias devem sofrer algumas mudanças nos próximos anos, baseados em algumas tendências. “Já fazemos parte do mercado de food service há anos e queremos incrementar esse serviço nas panificadoras. Para isso, preparamos novos cursos para capacitação profissional, formação de mão de obra visando à melhoria da qualidade dos produtos oferecidos nas padarias seja em pratos individuais em refeições ou em uma maior variedade de alimentos em buffets, além de doces criativos e pães com alternativas para quem não pode se alimentar com glúten ou pães rústicos de qualidade com fermentação longa, de massa madre”.

    Fonte: Assessoria de Imprensa

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here