Fast Casual é opção para restaurantes baratearem custos

0

Restaurantes e lanchonetes de São Paulo estão apostando na simplificação dos serviços para manter a clientela e baratear os custos. O chamado “fast casual” vem abrangendo um grande número de estabelecimentos.

Basicamente, o fast casual consegue integrar duas características: a rapidez e a gastronomia. Foi assim que um restaurante oriental começou a notar um público diferente próximo à estação de metrô, que pediam uma comida rápida. Foi assim que montaram um fast-food de comida japonesa, tudo em embalagem descartável. “A gente aumentou a cozinha, para ter tudo pré preparado, enxugou o cardápio e optou por todos as preparações fossem rápidas de fazer, nada muito complexo”, conta Ana Kanamura, dona do restaurante.

De acordo com Eduardo Scott, esse tipo de serviço é chamado de “fast casual”, como explica. “”É um segmento que vem crescendo bastante com o ticket médio, um pouco mais baixo que do que o restaurante gastronômico e com uma experiência gastronômica um pouco mais cuidada do que um restaurante de fast food”, ressalta.

Em uma outra lanchonete, em um dos lugares mais caros de São Paulo, a Vila Nova Conceição. Usando ingredientes inflacionados, o estabelecimento consegue manter o “fast casual” para manter os preços. A equipe é pequena, e o lanche é bem tradicional, no saquinho de papel. Dessa forma, é possível poupar a louça de lavar e atender o cliente de forma rápida.

“A gente trabalha muito em cima do giro. É maior giro de pessoas rodando para conseguir baixar o preço do produto”, conta Ricardo Fantini, dono do restaurante.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

sete + seis =