Na mão! Espetos ganham lojas físicas

Estabelecimentos que comercializam espetinhos viraram tendência nos últimos anos.Com um mercado crescente a cada ano, o churrasco já possui espaço no gosto nacional.

0

Estabelecimentos que comercializam espetos viraram tendência nos últimos anos. O gosto dos brasileiros por churrasco auxiliou esse mercado, uma vez que esse consumidor come, em média, 42kg de carne por ano, é o que afirma a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em uma pesquisa divulgada em 2013.
Com um mercado crescente a cada ano, o churrasco já possui espaço no gosto nacional. Pensando nisso, diversos empreendedores montaram um negócio mais específico, diferente das churrascarias tradicionais. O sucesso dos espetos encontrados na rua agora tem lugar fixo para serem comprados, com uma variedade de carne bem maior, inclusive com cortes especiais.
Um dos exemplos veio de São Paulo e já é um verdadeiro sucesso. O Quintal do Espeto une duas paixões dos clientes brasileiros: um ambiente aconchegante e espetos. Um dos grandes atrativos da casa são os shows, focados em vários estilos musicais.
“O Quintal do Espeto nasceu de uma antiga sociedade que tínhamos na área gastronômica. Aperfeiçoamos a ideia e introduzimos a parte de entretenimento. Todas as nossas cinco unidades têm programação com música ao vivo que contempla vários estilos como MPB, samba, sertanejo, bossa-nova, pop rock, flash Back, entre outros. Na unidade do Tatuapé, que é uma de nossas maiores casas, realizamos também grandes shows. Já trouxemos, por exemplo, o Diogo Nogueira, Fundo de Quintal, Jorge Aragão, Alcione, Moacir Franco e em breve teremos em nosso palco os Demônios da Garoa”, conta Pedro Filho, Diretor do Quintal do Espeto.
De acordo com ele, para montar o Quintal do Espeto não foram feitas grandes modificações no modo de preparo das carnes, justamente para não tirar a essência de comer espetos. “Em uma unidade física, que conta com uma ótima infraestrutura de apoio e profissionais especializados, conseguimos oferecer maior qualidade e variedade de espetos aos nossos clientes”, afirma.
Nas cinco unidades do Quintal do Espeto, todo o cuidado vai além da programação e dos espetos servidos. Há também uma preocupação em oferecer um lugar atrativo, que o cliente se sinta à vontade para degustar os espetos. Por isso, o uso de jardins faz toda a diferença na empresa. “Priorizamos sempre um projeto arquitetônico que leva em consideração muito verde, com plantas e árvores frutíferas porque, além de tornar o ambiente acolhedor, incentiva a contemplação e preservação da natureza. Então, faz parte do conjunto, porque o nosso pilar consiste em três pontos: ambiente agradável e receptivo, gastronomia de qualidade e aceita por todos, além do ótimo atendimento”, explica o diretor.

Espetos

Das 70 opções de espetos disponíveis, há algumas que chamam a atenção dos clientes. Os espetos de shimeji e picanha ganharam bastante destaque no Quintal do Espeto. De acordo com Pedro, para elaborar o cardápio de opções, foram pensados alguns fatores, são eles: simplicidade, aceitação, custo-benefício e qualidade.
A fórmula de Pedro com o Quintal deu tão certo que, mesmo com as cinco unidades da empresa, já se pensa em expansão. “Já iniciamos as obras de uma nova unidade na região de Vila Mariana, prevista para ser inaugurada em agosto. Além dessa unidade, estamos em negociação para outro ponto em São Paulo. Temos certeza de que esta nova unidade será mais um sucesso na rede, pois acreditamos muito no potencial do nosso negócio!”, afirma.
Um dos fatores que são levados em conta pelo estabelecimento é a localização para abrir suas unidades. De acordo com Pedro, bairros próximos aos clientes são levados em conta na hora de decidir sobre a abertura de unidades. “Geralmente, procuramos bairros com grande densidade demográfica e com perfil familiar, pois este é o nosso público-alvo. Nosso objetivo é levar a solução para próximo dos nossos clientes, facilitando o movimento rápido, ou seja, ele não vai precisar se deslocar para outros bairros e enfrentar o trânsito carregado de São Paulo para sair para se divertir com familiares e amigos”, diz Pedro.
Além do local selecionado, o Quintal faz questão de alguns cuidados para fidelizar seus clientes. Segundo Pedro, a proposta é ter a aderência de diversos públicos, de várias idades, frequentando o lugar.
Nem mesmo a crise econômica que vem deixando muitos estabelecimentos preocupados têm afetado os planos da empresa. “Infelizmente, o Brasil passa por situação extremamente delicada. O otimismo racional faz parte do nosso dia a dia para trazermos soluções práticas para driblar a crise. A nossa ideia é admitir queda de rentabilidade para não repassar aumento de preços para o consumidor final, mantendo, assim, nossa demanda. Estamos estudando a implantação de programas de fidelidade para que a recorrência de visitação dos clientes cresça cada vez mais. Um dos nossos produtos com maior procura é o nosso “Aniversário Inteligente”, no qual o cliente faz uma grande festa de aniversário com baixo custo e ganha diversos benefícios”, conta Pedro.
A ideia do “Aniversário Inteligente”, comentada pelo diretor do Quintal do Espeto, propõe fazer aniversários e encontros para todas as idades, inclusive crianças. Nesse programa, há cortesia para o aniversariante e seu acompanhante, além de vantagens especias para festas maiores: acima de 20 convidados, o Quintal do Espeto oferece uma garrafa de vodca Absolut. Além disso, o aniversariante não tem surpresas na hora de pagar: a iniciativa propõe uma comanda para cada convidado, cobrando tudo individualmente.
“Temos um cardápio que agrada todos os gostos e o nosso ticket médio de consumo gira em torno de R$ 60,00 por pessoa, um custo bastante atrativo para marcar a data, com toda estrutura e comodidade. Este modelo de aniversário inteligente é bastante procurado também para festas infantis, despedidas de solteiro, chá de bebê, entre outras celebrações”, comenta Pedro Filho.
O Quintal do Espeto possui um portfólio repleto de pratos e bebidas, como sucos, coquetéis e cervejas, além de um espaço kids, feito especialmente para o público infantil. A proposta da casa nunca foi focada apenas na comida, mas em oferecer um local que os clientes pudessem se sentir à vontade e com vontade de voltar.

Xico do Churrasco

Dentre as unidades dos estabelecimentos, o Xico (ou Chico) do Churrasco chamam a atenção pela forma como fazem sucesso. A empresa consegue atrair sua clientela através da tradicionalidade em fazer espetos.
Tudo começou com um negócio mais familiar, com mais de 30 anos de experiência, e ganhou vida com a inauguração de filiais. Assim como o Quintal do Espeto, o estabelecimento combina um ambiente confortável, com um lugar fixo, e pratos com sabor diferenciado. Dentre os mais pedidos na casa estão: uma porção com asinhas e queijo; alcatra; e contra filé.

Espetinhos Mimi

Trabalhando como franquia, o “Espetinhos Mimi” começou a empreender em uma área bem diferente do que atua hoje. Antes, a empresa era responsável pela organização de festas e embutidos (1967), mas devido à alta demanda da empresa, começou a investir em espetos. Com o crescimento da empresa, a expansão foi feita pela rede de franquias.
A empresa possui uma vasta experiência com os produtos e tem como objetivo levar qualidade aos clientes, fortalecendo o relacionamento com o franqueado. De acordo com o portal da empresa, todo o suporte é oferecido para as franquias, com auxílio desde a escolha do local de instalação.
São oferecidos três modelos de negócios para as franquias: grill, express e empório. Cada um com características diferentes para atrair todos os públicos. O express, por exemplo, é ideal para centros urbanos e possui marca do food service. A taxa de franquia nesse negócio é de R$ 40 mil e tem previsão de retorno de 22 a 24 meses após a inauguração.

Circuito do Espeto
O Circuito do Espeto conta com quatro organizadores, responsáveis por reunir as espeteiras em Belo Horizonte

Circuito do Espeto

O Circuito do Espeto acontece em Belo Horizonte, com duração de 30 dias, e a participação das principais espeterias da cidade. O evento tem como objetivo reunir as principais espeterias da cidade e marcar Belo Horizonte como a “capital dos espetos”.
A ideia surgiu em 2014 com os empresários Lucas Montandon e Vinicius Gregório. Juntos, os sócios montaram uma espeteria no mesmo ano. Após colocar todas as ideias no papel, o advogado Bernardo Gregório se juntou ao grupo e ficou responsável pela parte jurídica do projeto. Com o incentivo da Plena Alimentos, o Circuito do Espeto começava a ganhar vida. Foi quando o quarto sócio se juntou ao grupo: Guido Santana, responsável pelas ações de marketing e divulgação do evento.
Com 30 dias de eventos, o último dia do Circuito do Espeto será marcado pelo dia da Bandeirada, que elegerá o melhor espeto da cidade. Serão três formas de avaliar os espetos: o júri popular, júri técnico e júri de participação. Além disso, a expectativa é receber 150 mil pessoas durante os dias do evento e Bandeirada. Pelo marketing direto e indireto, a expectativa é atrair 7 milhões de pessoas.
Na região metropolitana de Belo Horizonte, concentram-se 320 estabelecimentos de espetos. De acordo com Guido, essa é uma tendência no setor de alimentação. “O espetinho é um programa que tem aumentado a cada dia a aceitação mediante o público. A combinação perfeita de um “fast-food” de carne e cerveja “no bico” já caiu no gosto dos mineiros, e é a aposta de entretenimento acessível e democrático da cidade”, conta.
“Durante os 30 dias do Circuito faremos “pit-stops” que vão fomentar a cultura do estado dentro de cada espeteria. Mágicos, contadores de causos e artista de rua locais ficarão responsáveis por entreter o nosso público. Além disso, cada uma das 30 especiarias participantes homenageará a cultura mineira em seu nome”, explica Guido sobre a programação cultural para o evento.
O evento pretende atrair um público de 18 a 50 anos, entre homens e mulheres. “Por ser o espetinho um programa que já faz parte da rotina do jovem Belo-horizontino. Complementando o público do Circuito, apostamos no formato de Festival Gastronômico que, com certeza, vai atrair também a curiosidade de um público mais velho que não tem na sua rotina a visita a esse tipo de estabelecimento”, explica Guido.
Para que todo esse evento chegue até o público, o Circuito do Espeto está investindo em uma forte campanha de comunicação e tecnologia. As redes sociais (Facebook e Instagram) e site já estão sendo produzidos para os visitantes, além de um mapa interativo para mostrar cada uma das 30 espeterias. De acordo com Guido, também está sendo feito um aplicativo exclusivo, com todas as informações sobre o evento, votação e novidades. A empresa responsável pela produção do app é a Teknisa, que também oferece outras soluções na área de tecnologia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

treze − onze =