Equipamentos de cozinha interferem em serviços de hotéis

0

O uso de bons equipamentos em uma cozinha de hotel pode inferir nos serviços prestados. Além de pensar nas normas sanitárias, o equipamento precisa ser economicamente viável e prático em sua utilização.

Pensando que muitas vezes hotéis recebem eventos, diversos fatores precisam ser pensados. De acordo com o prato preparado, muitas vezes as refeições precisam ser preparadas de forma rápida e atendendo a vários clientes ao mesmo tempo. Algumas questões relativas a qualidade e durabilidade dos produtos muitas vezes são ignoradas devido ao preço mais econômico.

De acordo com William Carvalho, chef do hotel Pullman São Paulo Ibirapuera, conta que exitem diferenças entre uma cozinha de hotel voltada para o lazer e para convenções. Mas, o essencial nos dois casos é a qualidade dos pratos. “O que difere entre uma cozinha e outra é o cliente. O de lazer não está preocupado com o tempo, ele quer sim gozar de uma boa refeição e que seja bem diversificada, quer relaxar e apreciar um bom produto. Já o cliente de convenções tem pressa, também quer qualidade mas com agilidade no serviço; os menus são diversos, porém mais leves para passar bem o dia todo de trabalho – esse cliente requer muita atenção com detalhes” ,conta.

Entre os produtos que não podem faltar na cozinha, Carvalho considera necessário um bom forno combinado com a capacidade de atender aos demais pontos. “Na minha operação quando um forno quebra é como trabalhar de mãos atadas. O Brasil vem melhorando muito os equipamentos de cozinha. Hoje encontramos produtos de boa qualidade no mercado interno, mas ainda os produtos importados superam em tecnologia e qualidade” diz.

Outro ponto importante, destacado pelo chef, é consultar um chef de cozinha ao se elaborar o projeto. De acordo com ele, muitas gastos podem ser evitados através dessa ação.“Com certeza seria muito menos retrabalho depois de um projeto finalizado, pois o chef de cozinha conhece cada tipo de operação e suas necessidades e esta consulta ao chef pode minimizar muitos custos desnecessários durante a vida útil de estruturas e equipamentos” , ressalta.

FONTE: Portal Revista Hotéis ( matéria na íntegra no site)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

onze + 4 =