Empreendedoras criam rede de bolos caseiros

0

A sociedade para criar essa rede surgiu quando Fernanda conheceu Daniela Schiavo, 34, em uma de suas franquias em Jundiaí. Durante uma conversa, Daniele comentou a decepção que teve ao encomendar um bolo simples para seu filho, que veio desfarelo. A partir daí, surgiu a ideia do negócio.

Foram necessários R$185 mil para lançar a primeira unidade do Bolo Madre, inaugurada no ano de 2013, em Jundiaí. As empreendedoras investiram em uma decoração diferenciada, feita por uma arquiteta.”Queremos que a nossa marca desperte o afetivo dos clientes. Nossa vitrine tem molduras de quadro, parece uma cristaleira antiga, temos uma geladeira retrô, parece a salinha de uma avó”, conta Fernanda.

A marca oferece bolos caseiros de fubá com erva-doce, churros, cenoura com cobertura de chocolate e perfumado de lavanda. Os clientes podem escolher entre fatias ou o bolo inteiro, que custa a partir de R$14.“Os bolos são feitos como em casa, com ingredientes caseiros. Esse diferencial tem agregado bastante à nossa marca”, afirma Fernanda. Além do bolo, são oferecidos sorvetes e bebidas quentes para acompanhar.

Atualmente a rede possui 17 franquias em diversos estados brasileiros. A meta é que até o final do ano esse número chegue a 35. Um outro diferencial no Bolo Madre é o treinamento, oferecido desde o chef de confeitaria até o setor comercial. ”Damos um treinamento intenso para o franqueado. Quisemos fazer um projeto de implantação sólido, que o deixasse seguro”, afirma.
Para abrir uma franquia da rede, é necessário ter pelo menos cinco funcionários e investir R$180 mil. Cada uma das 17 unidades da rede vende cerca de mil bolos por mês, em alguns meses esse número chega a 5200. No ano passado, o faturamento foi de R$2,5 milhões.

Fonte: Revista PEGN

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × quatro =