Em alta

Aumento do poder aquisitivo das classes C, D e E estimula a venda dos mais diferentes tipos de azeitonas

0

Verdes, roxas, pretas, com ou sem caroços, recheadas ou não, inteiras e fatiadas, as azeitonas – fruto da oliveira – já compõem o prato brasileiro. Elas são usadas em saladas, massas, molhos, recheios ou até mesmo como petiscos. Elas ajudam a combater o mau colesterol por terem gorduras boas, reduzindo, também, a viscosidade do sangue e favorecendo o relaxamento dos vasos sanguíneos, facilitando a circulação do sangue. Algumas azeitonas são colhidas ainda verdes, enquanto outras sofrem o processo de amadurecimento na própria árvore. Contudo, nem todas as azeitonas não verdes que são consumidas foram amadurecidas na oliveira, já que, além do processo natural, existe a intervenção de métodos de transformação a que elas são submetidas, tais como a fermentação e serem curadas em óleo, água ou salmoura. Esses métodos não só modificam a cor como também alteram a textura, deixando-as lisas e brilhantes ou enrugadas. Isso tudo faz com que o fruto seja muito apreciado, favorecendo diversos paladares. A praticidade de comer azeitonas sem caroços, já chegarem à mesa fatiadas, temperadas, recheadas com pimentão, queijo, linguiça, pasta de anchova e até salmão já é realidade no comércio, haja vista que as empresas do ramo têm comercializado as mais variadas conservas.

Vasta linha de azeitonas

A Predilecta Alimentos possui uma vasta linha de produtos, como atomatados, caldas, condimentos, geleias, molhos, conservas, entre outros. Na categoria conservas, as azeitonas ganham maior destaque pela variedade do produto. “A Predilecta tem a linha completa de azeitonas em vidros e em saches, com e sem caroço, fatiadas e recheadas, pretas e verdes com excelente sabor; e o custo e beneficio das azeitonas Predilecta na categoria são muito bons”, conta Rogerio Byczyk, gerente de marketing da empresa. As azeitonas mais comuns – verdes e em saches – são hoje as mais vendidas no mercado de food service, seguidas por azeitonas de maior qualidade, diferenciadas, sem caroços, recheadas e com uma suculência maior. Com relação à saúde, Byczyk não poupa detalhes sobre o fruto. “A azeitona é bastante recomendada ao organismo e previne doenças como infarto, derrame e aterosclerose, pois não contém colesterol, mas é riquíssima em ácidos graxos, que ajudam a aumentar o bom colesterol no organismo. Além disso, a azeitona é rica em vitamina A (responsável pela saúde dos olhos, fortalecimento do sistema imunológico e alívio de problemas respiratórios); vitamina E (importante na prevenção de problemas cardiovasculares, fadiga e envelhecimento precoce); fósforo (fortalece os ossos, melhora a memória e ajuda na absorção de cálcio pelo organismo), potássio (previne câimbras, regula os batimentos cardíacos e é fundamental na hidratação natural dos cabelos) e fibras (combatem prisão de ventre e ajudam na prevenção de gastrite e úlcera)”. A azeitona, normalmente, faz parte de toda comemoração e encontro, sendo um aperitivo muito apreciado pelo brasileiro e tem um uso intenso na culinária de diversos países e culturas, mas, principalmente, na culinária mediterrânea, por seu sabor agradável e por acompanhar bem diversos tipos de bebidas.

Referência

Presente em mais de 50 países, a Gallo é referência no mercado nacional nesta categoria. Desde 1919, o consumidor da Gallo tem ao seu dispor as mais saborosas azeitonas, azeites e vinagres de alta qualidade selecionados e embalados a partir dos mais rigorosos critérios e modernas tecnologias. Rita Bassi, relações corporativas da Gallo Brasil, diz que a linha é composta por azeitonas verdes, apresentadas nas seguintes variedades: Azeitonas Gallo Com Caroço, (Frascos de 200 gramas e 550 gramas), Azeitonas Gallo Sem Caroço (Frasco de 160 gramas), Azeitonas Gallo Fatiadas (Frasco de 180 gramas), e Azeitonas Gallo Com Pimentão (Frasco de 200 gramas). Todas são disponíveis em embalagens de vidro, para garantir a qualidade, sabor e aroma preservados por mais tempo. Dados de 2013, do Conselho Oleicola Internacional, mostram que o Brasil importa mais de 90 mil/toneladas de azeitonas por ano. O COI estima que, nos próximos dois anos, a importação de azeitonas ultrapasse as 120 mil toneladas por ano. Outros benefícios no consumo deste produto são ponderados por Rita. “Podemos destacar a presença de ômega-3 e gordura insaturada que auxilia na redução do colesterol ruim (LDL). O seu consumo contribui para a sensação de saciedade e bom funcionamento do intestino em razão da fibra. Também é importante salientar que tal como o azeite, contém vitaminas, sendo as mais abundantes: – E, A e C, antioxidantes e minerais. Assim, recomenda-se um consumo moderado de azeitonas semanalmente, visto que podem substituir uma pequena quantidade da ingestão de gordura diária”, salienta. Apesar de ainda ter picos de venda sazonais, nos últimos anos, a categoria de azeitonas vem crescendo a duplo dígito. O produto está cada vez mais presente na culinária dos brasileiros e Gallo, por ser reconhecida pela qualidade, expertise e tradição, contribui para o alto giro no ponto de venda.

Forte atuação

A Zaeli Alimentos existe há 43 anos e é uma das principais empresas da indústria alimentícia do país. Fundada no Paraná, possui 24 linhas de produtos, mais de 300 sku’s e produz 180 milhões de quilos de alimentos por ano. A forte atuação em diversos estados do Brasil é possível por conta de filiais e centros de distribuição existentes em todo o país e pela sua rede de mais de 30 mil pontos de vendas, visitados semanalmente por vendedores diretos, representantes e distribuidores. “As azeitonas que utilizamos são as verdes da variedade Arauco, típicas da Argentina, seu nome tem origem no vale onde é cultivada desde o século XVII. De forma ovalada, tamanho médio para grande, possui sabor forte, agradável e marcante. Sua coloração uniforme predomina o verde claro e é vendida em embalagem de vidro. Temos, também, a variedade Manzanilla, que possui um fruto menor do que a Arauco, redondo, carnudo, de polpa mole, com caroço pequeno e sabor suave, vendida em embalagens pouch”, explica o diretor-presidente Valdemir Zago. As azeitonas Zaeli são importadas da Espanha, Marrocos, Grécia e Argentina. São previamente selecionadas para que sejam utilizados somente os frutos que apresentarem tamanho, cor, maturação e espessura uniformes, em especial a variedade Araucos para vidros dentro do calibre160x200. Após a colheita, a azeitona Zaeli é descansada por um período de 12 meses. O envase do produto natural ocorre sem a utilização de conservantes químicos, que antecede a pasteurização a vapor do produto e embalagens. Todo o processo visa à obtenção de frutos com maturação completa e uniforme, o que proporciona uma polpa mais macia e saborosa. Além das embalagens de 100g a 500g a Zaeli, pensando no mercado de food service, lança as embalagens de 1,8kg nos tipos verdes com caroço, verdes sem caroço, verdes fatiadas e verdes recheadas. Valdemir ainda diz que “o consumo de azeitona no Brasil vem evoluindo pelo aumento do poder aquisitivo das classes C/D/E. Atualmente, o brasileiro procura praticidade e qualidade nas suas refeições. seguindo a tendência mundial de consumir azeitonas premium, recheadas e fatiadas. Mariana de Souza Silva, nutricionista da Zaeli, dá uma dica importante no cuidado do consumo deste produto. “Cada 100g de azeitonas verdes tem cerca de 140 calorias. Ou seja, pessoas que estejam acima do peso ou com colesterol alto devem consumir apenas com recomendação médica. E como é conservado em salmoura (sal com água), esse alimento deve ser evitado por pessoas que sofrem de pressão alta”, afirma a especialista. O ideal é consumir 5 a 7 azeitonas por dia, durante as refeições. “Essa é uma grande oportunidade de vender e aumentar o oferecimento de azeitonas de qualidade para uma população de cerca de 200 milhões de pessoas com um nível de compra em ascensão, tendo em vista o aumento do poder aquisitivo”, pontua o diretor-presidente. Vale ressaltar, também, que é a partir da azeitona que se faz o azeite, usado como tempero nas culinárias antiga e atual, deixando os alimentos com sabor e aroma peculiares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro × 4 =