Cuidado essencial

Boa escolha do papel higiênico em empresas leva em conta critérios como qualidade e rendimento

0

O papel higiênico é um item essencial em qualquer estabelecimento e pode oferecer maior custo-benefício para as empresas que fazem boas escolhas, afinal, o rendimento e a qualidade do produto interferem diretamente nos custos mensais. Para os clientes, é um cuidado que faz a diferença nos serviços prestados.

Produtos de higiene são custos fixos em estabelecimentos e, muitas vezes, são menosprezados na hora em que é preciso diminuir o orçamento. Uma simples mudança pode garantir maior rendimento e, consequentemente, mais dinheiro voltando para o caixa no fim do mês.

Demanda

A Santher, empresa de produtos higiênicos, tem se dedicado a atender diversos públicos, desde pequenas a grandes escalas. Para o food service, a indústria procura atender as principais demandas desse setor.

A empresa foi fundada há mais de 70 anos e vem se dedicando na produção de papéis para o uso profissional e de setores específicos. De acordo com a marca, desde seu fundamento, a inovação e a qualidade são conceitos fundamentais para continuar produzindo seus materiais.

Walid Rajab, General Manager da linha Professional da Santher, explica que é preciso atender ao alto nível de qualidade presente no setor de food service. Para assegurar esse quesito, a empresa garante que produz laudos e relatórios sobre sua eficácia, investindo na melhoria constante de seus produtos.

Especialmente para a área de alimentação fora do lar, Walid conta que existem embalagens que facilitam todo o processo, desde a produção até o consumo. “Os formatos de embalagem desenvolvidos pela Santher consideram os aspectos de garantia da qualidade, facilidade no transporte e rendimento”, explica.

Outra preocupação marcante em relação ao papel higiênico profissional produzido pela Santher é garantir que o consumidor tenha em seu estabelecimento algo conhecido de casa. Para isso, a empresa tenta reproduzir os padrões já conhecidos pelo público, como maciez e qualidade.

“A Santher, detentora da marca Personal, utiliza tecnologia de ponta para garantir que o papel higiênico tenha alta maciez, garantindo que o usuário encontre no seu ambiente de trabalho um produto tão bom quanto o que usa em casa”, pontua Walid.

Rendimento

O rendimento do papel higiênico é outro critério essencial para se levar em conta quando o assunto é economia. Ter materiais que fomentam o desperdício pode gerar maior prejuízo no fim do mês, além de não ser uma escolha tão ecológica.

Os dispensers, utilizados pela Santher, podem garantir maior rendimento não só do papel higiênico, mas de outros produtos. Walid conta como eles funcionam. “A Santher utiliza dispensers de alta tecnologia, que asseguram que o usuário irá usar a quantidade necessária de produto. Por exemplo, possuímos um dispenser para toalha em rolo em que o usuário toca apenas a folha que irá utilizar com a menor medida do mercado. Isso garante um alto grau de economia no consumo de papel, reduzindo o desperdício”, diz.
Existem vários tipos de dispensadores ofertados pela empresa, específicos para papel higiênico. Alguns são focados no rolo, enquanto outros utilizam folhas. Há, também, dispensadores de sabonetes, guardanapos, toalha, entre outros.

Ainda dentro da categoria de papel higiênico, a Santher oferece opções com folha dupla e folha simples, em tamanhos diferenciados. São eles: 250m, 300m e 500m.

Cuidados

Além do item para uso sanitário, a Santher também produz um produto de extrema importância dentro das cozinhas profissionais: o papel toalha. Walid garante que a maciez é a característica marcante para a escolha de papéis toalha dentro dos estabelecimentos de alimentação.

“Para restaurantes, o papel toalha folha tripla é muito cobiçado por ter alta maciez e absorção, e, para a indústria, existe uma alta demanda pelo sistema de papel toalha em rolo (Hands Free) e por Wipers da linha Snob (panos descartáveis com alta capacidade de absorção)”, pontua.

A Santher produz e comercializa diversos itens para o bem-estar dos consumidores finais e profissionais. Existe uma gama de papéis toalha, sabonetes antissépticos, guardanapos, tolhas de cozinha, entre outros produtos.

Sustentabilidade

Como parte das ações sustentáveis da Santher, a empresa recicla anualmente mais de 60 milhões de quilos de papel em seu processo produtivo. O resultado é que mais de um milhão de árvores deixam de ser cortadas por ano através desse processo sustentável.

Apenas em Bragança Paulista, a unidade produz 4.800 toneladas de fibras de aparas. Para a empresa, isso preserva, em média, 84.000 árvores.

A Santher também usa o Sistema de Gerenciamento Ambiental. Através desse programa, a empresa reutiliza os resíduos gerados, como efluentes líquidos e a emissão de gases. De acordo com a marca, o intuito é promover o desenvolvimento sustentável e estar atento às leis ambientais.

Também na unidade de Bragança Paulista, a organização investiu em uma Estação de Tratamento de Efluentes. De acordo com a empresa, esse recurso aumentou a eficácia e ajudou a deixar o Rio Jaguari mais limpo.

Atendimento

Outra empresa importante no que diz respeito à comercialização de produtos para o food service é a Kimberly Clark. A organização é detentora de marcas conhecidas pelo público, como Neve e Scott. Dentro do setor corporativo, a empresa atua com o Kimberly Clark Professional.

A marca atende os setores de escritório, food processing, indústria e saúde. O intuito é ofertar produtos para as principais demandas do público através de antissépticos, sabonetes, papel higiênico, papel toalha, toalhas de mão, panos de limpeza, dispensers, entre outros.

Na categoria de papéis higiênicos, a Kimberly Clark oferta os produtos através das marcas Neve e Scott. Com a marca Neve, é possível encontrar opções que variam de 18 a 64 rolos. Também é comercializado o formato interfolhado. De acordo com a empresa, esse tipo de papel costuma ter menos risco de contaminação, além de oferecer menos desperdício.

Já pela marca Scott, a empresa dispõe de rolo com 300m, em embalagens com 12 unidades. Segundo a marca, esse produto é ideal para locais com alto fluxo de pessoas e com demandas superiores. A empresa afirma que as folhas oferecem ótimo rendimento e são indicadas para corporações que buscam eficiência e produtividade.
Para acompanhar a demanda, é recomendável o uso de dispensers nos banheiros. Além de serem mais higiênicos, eles ajudam a usar a quantidade necessária do produto, ganhando maior rendimento.

Mili Professional

A Mili Professional também oferece opções diferenciadas para atender os consumidores do setor corporativo. Existe a opção da linha Soft, com folha simples, de 300m e pacote com oito unidades. Também nessa categoria de papel higiênico, há a linha Premium, com folhas 100% celulósicas.
Já na Linha Plus, os papéis higiênicos são feitos com fibras de celulósicas brancas. O pacote vem com oito rolos, de 300m por 10cm. A empresa também oferece dispensers e outros produtos de higiene e limpeza para estabelecimentos e escritórios.

A Mili foi fundada em 1983 e é uma das maiores empresas de higiene e limpeza. De acordo com a organização, atualmente ela tem a maior planta de papel industrial da América Latina. Localizada em Três Barras, em Santa Catarina, conta com uma produção anual de 240 mil toneladas.
A organização também assegura que seu papel higiênico é o mais vendido entre a categoria de folhas simples. A pesquisa foi feita pela Nielsen e publicada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

12 − seis =