Construção bem alicerçada

Paixão pela culinária fez Patrícia Donadio largar a carreira como dentista e montar o Tekka’s Gourmet

0

Patrícia Donadio possui formação para chef de cozinha pelo SENAC, mas não atuava na área. Foi a partir da entrega de comida que o reconhecimento por seu trabalho aumentou e a demanda também. A história do Tekka’s Gourmet, negócio de Patrícia, começou assim. Hoje, é uma das grandes empresas que fornecem refeições.
As opções da Tekka’s abrangem comidas mais elaboradas e saudáveis, algumas até com propriedades para quem está fazendo dieta. O objetivo da empresa é levar comida de qualidade aos consumidores, que muitas vezes não conseguem preparar sua refeição. Pessoas com a rotina agitada são o público-alvo da empresa.
Para estabelecer a empresa, Patrícia contou com seu marido, Cássio, na administração do negócio. Na entrevista, Patrícia contou sobre sua carreira, a experiência na cozinha e o sucesso alcançado pela Tekka’s após muito esforço em seu trabalho.

Food Service News: Como surgiu a inspiração para criar o Tekka’s Gourmet?
Patrícia Donadio: O Tekka’s Gourmet surgiu da dificuldade de amigos adquirirem alimentos congelados com qualidade, sabor e custo x benefício atraente. Eles começaram a pedir pratos congelados por saber que eu gostava de cozinhar e também tinha a formação de Chef de Cozinha Internacional. A partir do momento que comecei a entregar, eles ficaram animados e os pedidos foram aumentando. A partir daí também surgiu uma forte pressão deles para que eu fornecesse alimentos congelados com mais frequência. Assim surgiu o Tekka’s Gourmet.

FSN: Você sempre gostou de cozinhar? Como essa história com a comida teve início?
PD: Sim, eu sempre gostei de cozinhar. Desde criança, eu já observava minha mãe cozinhar e aquilo já me despertava um interesse muito grande. Desde pequena já arriscava a fazer pratos, desta forma, a paixão foi aumentando. Ao longo da vida, cozinhei para amigos em casa ou na casa deles em reuniões informais de fins de semana. Há alguns anos, com o falecimento de meu pai, encerrei minha carreira profissional em prótese dentária após 19 anos. Tinha que recomeçar a vida. Foi quando minha família me incentivou a fazer um curso em gastronomia, foi quando entrei no Senac, me formei em Cozinheiro Chef Internacional. Daí em diante, não parei mais com gastronomia. Hoje, trabalho com o que amo, puro prazer.

FSN: Qual é o público do Tekka’s?
PD: O público do Tekka’s Gourmet concentra-se em pessoas adultas, com vida agitada, que não tem tempo para cozinhar ou não sabem cozinhar, que querem chegar em casa e ter um prato fácil de fazer, bem saboroso, saudável e que dê prazer de comer.
Outro público fiel do Tekka’s Gourmet são as pessoas que procuram alimentos da linha “Culinária Saudável”. São frequentadores assíduos de academias, pessoas que buscam perder peso ou pessoas que fazem uma reeducação alimentar com minha nutricionista parceira Laís Murta. Aqui no Tekka’s Gourmet, estas pessoas encontram uma linha que, além de saudável, é bem saborosa.

FSN: Você já imaginava que o negócio poderia crescer tão rápido?
PD: Sabíamos que íamos crescer, mas o crescimento está se acentuando com o passar do tempo. Estamos surpresos. A perspectiva é de um crescimento consistente para os próximos anos. Acreditamos que o crescimento é oriundo de um trabalho feito com carinho, paixão, qualidade e principalmente sabor. A palavra-chave do Tekka’s Gourmet é sabor.

FSN: Você enfrentou alguns desafios ao longo do período empreendedor?
PD: Com certeza, assim como todo empreendedor brasileiro. Estes desafios sempre estão presentes em nossas vidas. Um grande desafio foi entender do “negócio” alimentos congelados. Outro grande desafio foi entender também o paladar das pessoas. Este é um atributo que não possui regra. Acreditamos que aqui nos diferenciamos do mercado, você pode adquirir seu alimento congelado que atenda particularmente ao seu paladar. Você no Tekka’s Gourmet não vai adquirir uma “caixinha” com sabor padrão. Este não é nosso negócio.

FSN: Como foi para criar o cardápio do Tekka’s?
PD: O cardápio inicial do Tekka’s Gourmet surgiu a partir das solicitações dos amigos que nos incentivaram no início do empreendimento. Também foram considerados os pratos tradicionais do paladar do brasileiro. A partir do conhecimento que estamos adquirindo do negócio, estamos sempre revisando o cardápio, principalmente da linha “Culinária Saudável”. Não trabalhamos com linha de produção em série, trabalhamos de forma personalizada.

FSN: Como os clientes podem fazer o pedido das refeições?
PD: Muito simples, por e-mail ou pelo telefone. Estamos redesenhando nosso site, logo também teremos a possibilidade de compra online.

FSN: Como é o processo diário de produção dessas receitas?
PD: O processo de produção é muito parecido com o processo de cozinha familiar. Este é o nosso negócio. Alimentos com sabor, igual ou melhor que os alimentos que você comeria na sua casa. Existe uma ordem de produção, pois os pratos são individualizados. Cada cliente é um cliente único, com suas limitações, restrições, paladar etc. Geralmente, os clientes adquirem pratos para uma semana toda ou para um mês todo. Assim, na produção, quando iniciamos um prato de um cliente, fazemos todos os pratos solicitados de uma vez só.

FSN: Há uma demanda grande dessas refeições? Qual horário que vocês registram maior demanda?
PD: A demanda é grande e pode variar em função de fatores como início de tratamento com a nutricionista, época de férias, feriados etc. A demanda tem mais variação em função dos dias da semana. Temos muitos pedidos às quintas e sextas feiras, onde os clientes confirmam os pratos para a próxima semana.

FSN: Quais os planos para o Tekka’s?
PD: Nosso plano principal é consolidar nossa marca como uma fornecedora de alimentos congelados que possuem sabor, qualidade e custo x benefício atraente. A partir daí, lógico, também pensamos em crescer, mas sem perder nossos principal atributo, o sabor e o prazer de comer. Hoje, já possuímos clientes no interior de São Paulo. Já tivemos consultas até do Rio de Janeiro.

FSN: Como é associar os conhecimentos em culinária com empreendedorismo?
PD: É muito interessante, pois é associar prazer com vida profissional. Eu não reclamo de acordar e dizer “tenho que trabalhar”. Lógico, como todo empreendimento, tem que ser estudado, planejado, controlado de tal forma que os objetivos do negócio sejam alcançados. Estas são habilidades que tenho que desenvolver. Não adianta ser uma boa Chef, tenho que ser uma boa empreendedora.

FSN: Como é gerar um negócio desse gênero?
PD: Prazeroso e estressante ao mesmo tempo. A maioria dos pratos eu tenho que fazer. Cozinha tem muito de magia e a magia está nas mãos do cozinheiro. Acredito muito que o prazer de cozinhar “flui” para o prato e o cliente percebe isso. Meus pratos têm magia, têm alma, têm meu prazer dentro dele. Ao mesmo tempo, tenho que responder e-mail, conversar com os clientes, fazer reuniões com a nutricionista. Todas atividades me tiram da cozinha por algumas horas. Acredito que um grande desafio é ser uma Chef empreendedora que sabe administrar muito bem seu tempo. É difícil.

FSN: Quais as vantagens e desvantagens proporcionadas pelo mercado de alimentação?PD: Acredito que uma grande vantagem é trabalhar com algo que é necessário para a vida, alimentar-se. Eu, como Chef de cozinha, transformo necessidade em prazer. Outra grande vantagem é a grande variedade de alimentos, temperos, formas de aquecimentos, processos diferenciados e equipamentos que nos permitem alcançar patamares cada vez maiores no quesito imaginação e criatividade gastronômica. Como desvantagem, eu cito a dificuldade de entregar alimentos congelados. Temos que ter uma boa logística.

FSN: Como foi preparar o almoço na Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia)? A experiência foi bacana?
PD: Foi muito interessante. A Abia é uma grande parceira e tenho um prazer muito grande em trabalhar para eles nos eventos. Nestes eventos, podemos preparar pratos saborosos, diferentes, que atendam a um público diferenciado. No final do evento, é muito gostoso escutar os elogios e também as críticas e sugestões. O melhor de tudo é ver as pessoas saírem satisfeitas do almoço. Isso não tem preço. É o meu negócio, proporcionar alimentos com sabor, tornando as pessoas mais felizes no seu dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 + nove =