CMN amplia limite e reduz juros de financiamentos para agricultores familiares

0

Os agricultores familiares atendidos pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) poderão pegar mais recursos emprestados. O Conselho Monetário Nacional (CMN) ampliou os limites individuais de financiamento das linhas de crédito do programa.

Para as operações de custeio, o limite passou de R$ 160 mil para R$ 200 mil. Para as operações de investimento, o limite foi reajustado de R$ 200 mil para R$ 300 mil. Os pequenos agricultores atendidos pelo Pronaf Mais Investimentos tiveram o limite de crédito elevado de R$ 130 mil para R$ 150 mil, sendo que nos financiamentos para suinocultura, avicultura e fruticultura, o teto corresponderá a R$ 300 mil.

O CMN reduziu os juros para as operações de custeio do Pronaf. Para os agricultores com financiamentos de R$ 20 mil a R$ 30 mil, a taxa de juros caiu de 4% para 3% ao ano. Os produtores com operações de mais de R$ 30 mil tiveram a taxa reduzida de 4% para 3,5% ao ano.

O CMN autorizou ainda que as cooperativas de produção de agricultores familiares tenham acesso às linhas de crédito do Pronaf Custeio de Agroindústria Familiar para a aquisição de insumos. Além disso, o Pronaf Mais Alimentos poderá financiar investimentos para a construção e reforma de unidades armazenadoras, para incentivar a armazenagem de grãos.

Fonte: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 − 11 =