Cientistas desenvolvem bateria movida a açúcar com o dobro de duração

0

Por Redação FSN – 14 de fevereiro de 2014

Pesquisadores da Universidade Virginia Tech, nos Estados Unidos, desenvolveram uma bateria movida a açúcar que, segundo eles, teria uma duração duas vezes maior do que as de lítio, que usamos hoje em dia.

De acordo com Percival Zhang, professor de engenharia de sistemas biológicos e um dos envolvidos na pesquisa “O açúcar é um composto de armazenamento de energia perfeito”. Além de Zhang, os pesquisadores Zhiguang Zhu, Tsz Kin Tam, Fangfang Sun e Chun You assinam o estudo. Os cientistas ainda afirmam que a tecnologia pode chegar ao publico dentro de três anos, e poderá ser utilizada no futuro para alimentar tablets e celulares.

Além de durar por mais tempo, a nova bateria, ao contrário das baterias tradicionais, é recarregável, bastando ser reabastecida de açúcar para que volte a funcionar. Ela também teria um custo 10% menor em relação às de lítio.

Apesar de todos os aspectos positivos da criação, ainda é necessário superar alguns problemas para que o produto se torne comerciável. As enzimas envolvidas no processo de criação de energia, por exemplo, desnaturam com a mínima variação de temperatura. Além disso, há a questão da baixa capacidade de armazenamento do novo suporte – que só é capaz de alimentar dispositivos portáteis.

size_590_Sugar

Fonte: Exame.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três × quatro =