Brasil registra alta no consumo de macarrão

Alta registrada no primeiro semestre mostra a busca crescente pelo produto

0

O setor de massas obteve alta no primeiro semestre de 2014. De acordo com a Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias, Pão & Bolo Industrializados (ABIMA) junto a Nielsen, o volume de massas consumidas no primeiro semestre registrou 6,25% a mais ante o mesmo período de 2013. Esses dados equivalem a 643 mil toneladas de produtos, e R% 4,023 bilhões, o que mostra um crescimento de 18,14% no faturamento dessas empresas.

Essa alta teve foi impulsionada principalmente pelas categorias de massas instantâneas, e secas, movimentando um mercado de R$1,24 bilhão e 2,44 bilhões, respectivamente. De acordo com Claudio Zanão, presidente da ABIMA, a praticidade é um dos requisitos apreciados. “O brasileiro procura alimentos mais baratos, práticos e nutritivos. O macarrão é o produto que atende a todos esses requisitos”, diz.

Outro crescimento expressivo foi o de lamens, que obteve o maior volume de vendas já alcançado no primeiro semestre. Foram 104 mil toneladas, um crescimento de 10,41%, o que mostra a busca de consumidores por produtos mais práticos.

No mundo, o Brasil ocupa o terceiro lugar entre os países que mais consomem macarrão. São 1,2 milhão de toneladas, perdendo apenas para a Itália e os Estados Unidos.

Fonte: Alimentação fora do lar

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

treze − 5 =