Bares e restaurantes aumentam a economia no país

0

Ao facilitar as burocracias de bares e restaurantes, o país tende a crescer ainda mais.
O setor, que pode florescer nos próximos anos, representa 16,1% das empresas brasileiras. O Brasil possui 6,4 milhões de empreendimentos e, desse total, 99% são micro e pequenas empresas.

Para o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, a estratégia de priorizar as micro e pequenas empresas no Brasil é “inegavelmente estratégica”. O primeiro motivo é que o negócio do bar ou restaurante confunde com o próprio dono. “Ele trabalha lado a lado, em todas as atividades, com seus empregados e auxiliares, sendo que estes muitas vezes são pessoas de sua família”, ressalta.

O fato do estabelecimento estar aberto às ruas, também estabelecem uma relação de segurança à vizinhança. Cada bar e restaurante atrai movimento de pessoas para o local onde está localizado. Em geral,esses estabelecimentos representam a média de 180 bares e restaurantes por cidade brasileira.

Além desses fatores, o setor de foodservice emprega cerca de 6 milhões de pessoas em todo país. Apesar desse número ser alto, Solmucci alerta de pode ser maior. “Poderia empregar mais dois milhões se, olhando-se o que se pratica nos EUA e nos países europeus, fosse permitida a jornada por hora com escala móvel. Ou seja, para o jovem, significa a oportunidade de conciliar trabalho e estudos com tranquilidade. É comum que os nossos jovens, em programas de intercâmbio, façam isso no exterior” explica.

Entre outros desafios que que o setor terá que enfrentar está a regulamentação da gorjeta, que muitas vezes é oferecida a funcionários. “A falta de regulamentação gera, nas empresas, um enorme passivo e uma tormentosa insegurança jurídica”, diz Newton Pereira, líder do Conselho Nacional da Abrasel.

Segundo o presidente do Conselho de Administração Nacional da Abrasel, Pedro Hoffmann, é preciso que haja uma mobilização dos três poderes para que aconteça uma pacífica revolução empreendedora a partir de bares e restaurantes. “ “Esse trabalho – em conjunto com os poderes executivo, legislativo e judiciário – é imprescindível para que o país se transforme em um dos melhores ambientes de negócio na América Latina e, também, no mundo” finaliza.

Fonte: Revista Bares e Restaurantes n° 100

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × 1 =