Aumento nas tarifas de luz não devem subir mais que 40%, diz ministro

0

O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, afirmou nessa quarta-feira,4, que a previsão da conta de luz tenha aumento médio inferior a 40% esse ano.

Porém, nessa terça-feira, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou os primeiros reajustes do ano e disse que, em alguns casos, o aumento será maior que 40%. Além desse aumento, as contas de luz poderão receber um novo ajustes de até 26% para consumidores do Sul , Sudeste e Centro Oeste do país.

“Houve alguns reajustes ordinários anteriores ao processo de renegociação daquele contrato do financiamento. Portanto, ao longo dos 12 meses, nós continuamos acreditando que o impacto será aquele que nós havíamos falado [inferior a 40%]”, contou o ministro após chegar à sede do Tribunal de Contas da União em Brasília para a posse de Vital do Rego como novo ministro da corte.

Braga menciona à tentativa de renegociar a taxa de juros junto aos bancos e o prazo de pagamento do empréstimo de R$17,8 bilhões para amparas as distribuidoras de energia. O aumento nas tarifas de luz em 2015 que está sendo repassado ao consumidor também se deve a esses empréstimos.

Braga se refere à tentativa de renegociar com bancos a taxa de juros e o prazo de pagamento do empréstimo de R$ 17,8 bilhões tomado no ano passado para socorrer as distribuidoras. Esses empréstimos já estão encarecendo as contas de luz em 2015, pois estão sendo repassados aos consumidores.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

onze − cinco =