Alimentação tem a maior alta nos preços ao consumidor

IPC de São Paulo mostra a alta nos preços da alimentação

0

O Índice de Preços ao Consumidor, (IPC) feito pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), registrou 0,53% em São Paulo na segunda prévia do mês. Dos sete setores pesquisados, o que obteve o maior alta nos preços foi o de alimentação, com 1,17 %. Na primeira prévia o IPC da alimentação marcou 0,8%.

Dentre os outros setores analisados, a segunda maior alta de preços para o consumidor foi o de habitação (0,43 % ante 0,52%). Despesas pessoais teve aumento de 0,2% para 0,3% ,seguido pelo setor de transportes ( de 0,03% para 0,1%).

O IPC é responsável por medir a variação dos preços ao consumidor ( cidade de São Paulo), de acordo com os gastos de quem ganha de um a 20 salários mínimos. Os setores de despesas são compostos segundo as Pesquisas de Orçamentos Familiares (POF), estando em constante mudança.

O estudo avalia os preços desde o primeiro ao último dia do mês. A metodologia dessa pesquisa é elaborada para evitar surpresas na economia . O índice indica tendências nas variações dos preços de produtos em algumas camadas da população.

Fonte: Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

quatro × 4 =