Água mineral sobe além da média

0

Na cidade de São Paulo o consumidor já encontra preços elevados para água mineral. O motivo é a crise hídrica sofrida na capital paulista, o que resultou na inflação acima da média.

De acordo com uma pesquisa do Índice de preços ao Consumidor (IPC) com a Fundação de Pesquisas Econômicas (Fipe), o valor médio da água mineral teve a alta de 3,41% na primeira quadrissemana de Novembro.

No último mês a variação registrada foi de 2,97%. Nesse mesmo período, a taxa de inflação registrada pelo IPC era de 0,37%, número inferior ao registrado esse mês, 0,40.

A média de bebidas não alcoólicas também se elevou. O refrigerante, por exemplo, subiu de 1,85 % em outubro para 2,26.

Em relação às bebidas alcoólicas o quadro é de altas, porém elas são inferiores ao mês de Outubro. Um exemplo é a cerveja, que subir 2,10% na leitura inicial de Novembro e havia registrado 2,68 no fim do mês passado.

Fonte: Exame

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

três + dois =