Tem natal no meu coração. Nova campanha da Fraternidade sem Fronteiras

Tem natal no meu coração

Tem natal no meu coração, é o tema campanha de Natal da Organização humanitária Fraternidade sem Fronteiras. Com a proposta de vivenciar a data pela sua essência, incentivando as pessoas a ajudar o próximo.

A ideia é incentivar uma família a acolher outra. A sugestão surgiu no encontro de divulgadores da causa, no último final de semana em Campo Grande, 17. “Eu posso reunir a minha família nesse natal e ajudar uma família de Madagascar, todos doando para uma casinha”, Claudete Chiappini, nutricionista voluntária de Juiz de Fora.

“Cidade da Fraternidade”, “Brasil, um coração que Acolhe” e “Fraternidade pelas crianças com Microcefalia” são os projetos que receberão as doações recebidas e os novos apadrinhamentos.

Cidade da Fraternidade, que será construída em Madagascar, surgiu na última caravana ao sul da ilha, onde os voluntários, vendo tanta necessidade e uma miséria imensurável, tiveram a ideia da construção, lá mesmo já receberam a doação do terreno de um caravaneiro e o desenho do projeto também doado por outro voluntário, engenheiro.

Brasil, um coração que Acolhe,a causa mais recente que a Fraternidade abraçou, está em Roraima, fronteira com a Venezuela. Um centro de acolhimento foi construído pela ONG, acolhendo os imigrantes que chegaram ao Brasil, caminhando por até cinco dias, fugindo da situação de seu país lotando as ruas e abrigos improvisados em Boa Vista.

Fraternidade pelas crianças com Microcefalia, em Campina Grande, na Paraíba, também se tornou um dos projetos que a FSF passou a apoiar em parceria com o IPESQ (Instituto de Pesquisa Joaquim Amorim Neto). O tratamento adequado não é oferecido pela rede pública de saúde e é de alto custo. As famílias não possuem o valor necessário do tratamento, que iniciado o quanto antes, maior as chances de reduzir sequelas.

O objetivo maior da campanha é despertar o senso de responsabilidade coletiva. Se cada um faz algo de bom para todos, o mundo melhora.

Fraternidade sem Fronteiras

A Organização Fraternidade sem Fronteiras tem os olhos voltados para as regiões mais pobres do mundo. Fundada em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, começou os trabalhos em 2010 nas aldeias de Moçambique, hoje atua também em Madagascar, Senegal e Brasil. Os projetos são mantidos pelo sistema de apadrinhamentos e os resultados são transformadores.

• 253 mil refeições por mês
• 484 jovens na escola
• 270 trabalhadores diretos
• 162 idosos amparados
• 35 casas construídas
• 10 poços artesianos
• 1 padaria implantada
• 240 caravaneiros sem fronteiras
• 26 centros de acolhimentos
• 12 mil crianças acolhidas

Para ajudar: Apadrinhe ou deposite qualquer valor em uma das contas da Fraternidade.

Conheça nossos projetos pelo site www.fraternidadesemfronteiras.org.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA