Tecnologia: Mais qualidade nas cozinhas industriais

Equipamentos de ponta geram redução do custo de produção, eficiência no preparo e agilidade no atendimento

Com movimentação de cerca de R$ 170 bilhões anuais na última década, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA), o mercado de alimentação no país é muito promissor. Entre 2010 e 2016, o setor apresentou crescimento aproximado de 85,8%, mesmo com a crise que ainda afeta vários segmentos do país. Além disso, dentro dessa expressiva expansão, a média do segmento de food service é de 12,3%, o que reforça que o hábito de se alimentar fora de casa está, cada vez mais, presente no cotidiano dos brasileiros.

Diante desse positivo cenário, o investimento no mercado de alimentação tem sido a grande aposta de muitos empresários. Para quem deseja investir nesse segmento, é muito importante o conhecimento de que um dos passos primordiais para o alcance do sucesso nesse nicho é a montagem da cozinha industrial. Afinal, um local bem planejado e equipado traz diversos ganhos para as empresas, principalmente quando a qualidade é colocada em primeiro lugar.

Cíntia Macedo, diretora de marketing da Mult-Grill Express do Brasil, ressalta que toda cozinha industrial deve ser funcional e prática

Segundo Cintia Macedo Moura, diretora de marketing da Mult-Grill Express do Brasil, empresa líder no segmento de grills, “a qualidade dos equipamentos é essencial e de fundamental importância em uma cozinha industrial, pois melhora a operação, padroniza o produto final e eleva a economia”.

Para Darci Friebel, diretor comercial da Tramontina, cuja linha de cozinhas profissionais é composta por refrigeradores, supercongeladores, balcões refrigerados e equipamentos para confeitaria, pizzaria, preparo de massas e cocção, como fogões, chapas, fritadeiras e grelhas, os empresários precisam entender que investir em produtos resistentes e com alto desempenho vale realmente a pena.

“Equipamentos de qualidade, além de oferecerem garantia de segurança, higiene e durabilidade, permitem uma redução de custo considerável, principalmente por agilizar a operação, reduzindo mão de obra e tempo de preparo. O alto desempenho permite obter resultados sempre perfeitos e minimizar os custos pelo grande aproveitamento da energia. Em longo prazo, o investimento é totalmente absorvido, gerando lucro maior e garantindo sempre qualidade no serviço oferecido”, argumenta.

“Ter equipamentos de qualidade e com tecnologia é de extrema importância em uma cozinha industrial”, ressalta Sandra Gomes, gerente de mercado do segmento gastronomia da Prática

Sandra Gomes, gerente de mercado do segmento gastronomia da Prática, que desenvolve, fabrica e comercializa fornos profissionais, ultracongeladores e máquinas de panificação, acrescenta, ainda, que, além da qualidade, os equipamentos para cozinhas industriais também precisam ser tecnológicos.

“Ter equipamentos de qualidade e com tecnologia é de extrema importância em uma cozinha industrial, como o forno combinado, que traz ganhos como redução dos custos com energia, são mais robustos, compactos e apresentam alta eficiência na qualidade das preparações”.

Ela também detalha quais são os ganhos que o investimento em equipamentos de qualidade nas cozinhas industriais pode gerar aos empresários. “São vários benefícios, como maior rendimento nas proteínas – perda de peso até 20% menor que em fornos convencionais; redução de até 95% no consumo de óleo para frituras; economia de até 70% com energia; redução de até 20% na necessidade de mão de obra; e ambiente de trabalho com temperaturas mais baixas, graças ao eficiente isolamento térmico”, afirma.

Viviane Otaviani e Gabriel Cavallaro, analista de marketing e assessor comercial da Hobart, multinacional norte-americana referência mundial em equipamentos profissionais para cozinhas industriais e supermercados e presente no Brasil desde a década de 30, também ressaltam a economia proveniente do uso de equipamentos de qualidade.

“O uso de equipamentos industriais de qualidade garante economia de energia elétrica, gás e alta produtividade. Com equipamento de qualidade, você produz mais, gasta menos e otimiza a mão de obra. Ou seja, uma soma de fatores para o aumento de lucro e da produtividade com qualidade no produto final”, explicam

Planejar e personalizar

Além de priorizar os fatores qualidade e tecnologia na hora da montagem da cozinha industrial, o empresário também deve focar o planejamento dessa etapa e sempre considerar quais são as reais necessidades e particularidades do seu negócio de alimentação fora do lar.

Conforme Gomes, da Prática, “é fundamental investir em equipamentos que atendam a realidade do negócio. Por isso, as etapas de planejamento e conceituação do negócio devem ser realidades. Muitos negócios não prosperam, pois os investimentos não foram bem planejados. É ideal, antes de investir, entender qual cardápio será produzido, qual ticket médio a ser alcançado, qual público-alvo. Essas definições que irão nortear todos os investimentos iniciais, como utensílios, mobiliários e, principalmente, equipamentos”, diz.

Moura, da Mult-Grill Express do Brasil, ressalta que toda cozinha industrial deve ser funcional e prática. Por isso, ela acredita que trabalhar com equipamentos adequados e de qualidade é extremamente importante, uma vez que, em negócios food service, a refeição precisa ser preparada de forma rápida e sem perder a qualidade. Para que o investidor não erre em relação ao assunto, a diretora de marketing da marca indica que o empresário precisa “pesquisar sobre o fornecedor, a credibilidade que possui no mercado, informação referente à eficiência dos equipamentos, assistência técnica, os clientes atendidos e a satisfação deles”.

Friebel, da Tramontina, resume que, “quando se investe em uma cozinha industrial, sempre é preciso considerar a importância de oferecer um produto de qualidade, no tempo certo e que garanta a segurança do cliente. Os equipamentos precisam atender as necessidades de quem os opera, garantindo, assim, a segurança dos mesmos e agilizando a operação. Além disso, é importante considerar o fator consumo: energia elétrica, gás, água e mesmo óleo para fritura. Em longo prazo, esse retorno justifica o investimento maior na compra de equipamentos de qualidade. Também sabemos como é complicado gerir equipes grandes e de alta rotatividade. Por isso, bons equipamentos permitem minimizar o número de pessoas na cozinha, entregando o mesmo resultado”.

Opções de mercado

Com o forte crescimento do mercado nacional de alimentação fora do lar, muitas empresas fabricantes de equipamentos para cozinhas industriais estão variando seus portfólios e serviços na tentativa de atender bem esse próspero nicho de mercado.

Moura, da Mult-Grill Express do Brasil, conta que a empresa possui uma linha completa de equipamentos profissionais, como grills capazes de produzir até 800 grelhados por hora. “Temos também chapas de ferro e em Vitrocerâmica, Charbroiler multifuncional, que assa, grelha e defuma. Equipamentos para o preparo de espetinhos, ovos, omeletes, linguiças e salsichas. Enfim, fabricamos o equipamento certo para cada tipo de cozinha e suas necessidades. Nossos equipamentos são robustos e fabricados para proporcionar funcionalidade, praticidade, produtividade, qualidade nos alimentos preparados e entrega de refeições rápidas dentro de um curto espaço de tempo. Temos várias cozinhas profissionais e industriais como clientes, que estão espalhados pelo Brasil inteiro”, frisa.

Segundo Friebel, da Tramontina, os equipamentos da linha de cozinhas profissionais da marca “priorizam a segurança do usuário, precisão necessária ao uso e rapidez na rotina dos chefs, em espaços planejados com design. Os módulos feitos totalmente em aço inox permitem composições que oferecem resistência e higiene, garantindo uma experiência gastronômica única. A Tramontina oferece produtos de alto desempenho com acabamento perfeito. Os equipamentos são estudados para garantir a melhor performance possível sempre no respeito da segurança e otimizando o consumo de energia. Todo o mobiliário de aço inox é fabricado com acabamento impecável, conferindo aos produtos grande resistência e durabilidade, evitando o acúmulo de sujeira e cantos vivos”.

O diretor comercial da empresa enfatiza que, “para implantar, dependendo da necessidade do cliente, a Tramontina também oferece a possibilidade de enviar um representante para analisar o local e levantar uma solução. Ou ainda é possível montar uma sugestão diretamente na planta. Além disso, o trabalho pode ser feito em parceria com alguns dos melhores projetistas e arquitetos do ramo, que prestam um serviço completo de consultoria. Também é importante destacar o cuidado que a Tramontina tem para o pós-venda, buscando sempre o melhor para garantir um atendimento de qualidade, conforme a necessidade de seus clientes. A Tramontina tem clientes importantes no segmento food service, como o Hotel Palácio Tangará, primeiro Hotel “6 Estrelas” do Brasil, o restaurante Maní, um dos melhores restaurantes da América Latina, ambos em São Paulo. No Rio de Janeiro, a cozinha do restaurante Fazenda Culinária, no interno do Museu do Amanhã, foi inteiramente montada com equipamentos Tramontina. Também chefs que são referência escolheram nosso produto, como André Mifano, Claude Troisgros e Fogaça, entre outros”.

Gomes, da Prática, resslata que os principais diferenciais dos equipamentos para cozinhas industriais da empresa estão nas especificidades de cada linha da marca. “Em fornos combinados, temos a Linha C-Max, cujo foco são produtos com menor complexidade, e a Linha TSi, em que a variedade de produtos e cocção múltipla cozinha variados alimentos simultaneamente sem perder o ponto. Em ultra-congeladores, ofertamos a Linha BCF, que possui função de gravar receita e ciclo inteligente, com foco em gastronomia, e a UK, com equipamento simples de manusear e eficiente, com foco em panificação. Em lavadoras de louças, temos as linhas PRCOP 504, que englobam equipamento para ser utilizado nos setores individuais de cada cozinha, 18 pratos por minuto consumindo apenas 2,4L por ciclo, e a PRCOP 604, com abertura de capô que facilita a entrada e saída de cestos de louças, proporcionando facilidade de operação e consumo idêntico a sua versão menor. Em Speed ovens, tem a Copa Express, menor footprint do mercado com o maior espaço interno de equipamentos compactos, além de maior capacidade de memória e distribuição de ar e micro-ondas através de stirrer. 1024 receitas. O Finisher, micro-ondas profissional mais potente do mercado e que grava até 100 receitas, sendo robusto para aguentar o dia a dia da cozinha. O Chef Express, speed-oven indicado para serviços maiores, programa até 500 receitas com 6 passos. O Rocket express, Corpo do Chef Express, painel do Copa Express, que une o tamanho à facilidade de uso. E o Forza Express, forno dedicado a pizzas e atinge 320°C, com acabamento de forno a lenha em um pequeno espaço sem passar nenhum calor para fora”.

A Hobart, por sua vez, oferece uma solução completa em cozinhas industriais, desde lavadora de pequeno porte para xícaras e copos até enormes lavadoras como as ‘FTN’, que lavam até 7000 pratos/hora. “Temos também fritadeiras a gás, que oferecem uma recuperação de temperatura rápida na hora do preparo, chapas, chair broiler, processador de alimentos e a linha nacional que é do mesmo grupo da Perfecta, que tem toda solução para uma padaria completa. Juntas, as empresas oferecem um pacote completo para o pequeno empresário, hoje, em expansão e até grandes indústrias e hipermercados”, afirmam Otaviani e Cavallaro, porta-vozes da companhia.

Mult-Grill
www.multgrill.com.br
Tramontina
www.tramontina.com.br
Prática
www.praticabr.com
Hobart
www.hobart.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA