Reflexões sobre coach, comunicação e a gestão do século XXI

Uma das coisas mais felizes que faço atualmente é escrever aqui para a Food Service News. Como professor de carreira e vocação, ter a liberdade e a consciência para abordar temas de interesse e necessários aos profissionais e empresários me estimula a aprender mais para poder compartilhar. E esta tem sido a proposta aqui neste espaço do artigo.

Assim, a integração de assuntos e a busca de seu significado e inter-relação vem sendo, em minha opinião, um dos grandes dilemas da formação e prática da gestão atualmente. Nesse sentido, o assunto coach na gestão vem ganhando cada vez mais espaço nas diferentes organizações. Basicamente esse processo se utiliza de metodologias e ferramentas para o desenvolvimento e maximização do desempenho humano. De forma geral, se avalia o estado atual da pessoa e se propõem maneiras para que ela alcance os seus objetivos.

Nas empresas de serviços, varejo e do food service, destacamos a importância do coaching de liderança, que ajuda a desenvolver o perfil do líder na gestão, propondo resultados por meio da formação da equipe. Vale ressaltar que cada processo de coaching é muito específico e varia bastante de acordo com as necessidades, perfil do profissional e as situações apresentadas.

A linha básica que aconselho para isso é a gestão das competências, ou seja, a melhoria de forma integrada e contínua dos conhecimentos, habilidades e atitudes dos profissionais da empresa envolvida. Dentro disso, a comunicação do líder com a sua equipe assume papel proeminente e essencial para ele na gestão e busca de resultados. A melhor comunicação organizacional propicia a troca constante de informações, engajamento e aumento de motivação dos colaboradores, aprimoramento dos relacionamentos e melhoria do clima organizacional.

Nas empresas atuantes em todas as partes do food service, melhorar a comunicação passa necessariamente pelo desenvolvimento das pessoas nos diferentes ambientes de trabalho. O processo de coaching junto às lideranças pode ser uma das mais eficazes direções para isso.

Acreditamos que como sempre, porém de forma mais intensa nos tempos atuais, a melhoria e maior competitividade das empresas necessitam de pessoas mais preparadas para o mundo do conhecimento e das mudanças tecnológicas e globalizadas que vêm ocorrendo na sociedade, afetando todas as companhias e profissionais. Algumas culturas estimulam o crescimento e a busca do desenvolvimento nas épocas mais difíceis para se preparar para quando vierem as oportunidades. Deixo também aqui esta reflexão.

Artigo anteriorProduto: Presença marcante
Próximo artigoDark Kitchens
Prof. Dr. Rogério Stival Morgado Graduado, mestre e doutor pela USP; professor universitário de extensão, graduação e pós-graduação; desenvolve assessoria de gestão e treinamentos em diversas empresas. E-mail para contato: rsmorgado@uol.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA