Queridinho do Brasil

Guaraná é item importante para várias empresas, principalmente na categoria de bebidas

O guaraná é um dos frutos mais populares no país. Seu uso vai desde bebidas até adicionais em outros alimentos, como o açaí. A principal origem desse alimento é a floresta amazônica, sendo que ele é amplamente cultivado no município de Maués, no Amazonas. O guaraná também pode ser encontrado em outros países da América do Sul, como Peru, Colômbia e Venezuela. Porém, é constantemente associado à cultura brasileira devido às quantidades encontradas no país e à sua grande aceitação por parte dos seus moradores.

Produção
Não é de hoje que o brasileiro tem familiaridade e um gosto especial pelo guaraná. Marcas de bebidas investem fortemente em desenvolver produtos com esse ingrediente, como o refrigerante, por exemplo.
A multinacional Coca-Cola é uma das organizações que mais investem nesse item e tem alcançado um bom resultado com isso. Por meio de diversas marcas de seu portfólio, a empresa oferece produtos diferenciados aos consumidores.
A marca Kuat é reconhecida pelo uso apenas de guaraná em suas bebidas. Porém, recentemente, a Coca-Cola tem ampliado o uso desse ingrediente para outros produtos da companhia, obtendo um sucesso ainda maior. Exemplo disse é a Fanta, que é conhecida por seus sabores sazonais, além dos tradicionais de laranja e de uva.
São, ao todo, oito marcas da empresa que trabalham com o guaraná, sendo que, juntas, elas ocupam a segunda posição em refrigerantes desse sabor. Só com esses números, já é possível notar toda a força dessa fruta nas bebidas.
Com a adição da Fanta Guaraná, a intenção da Coca-Cola é melhorar sua performance nesse sabor de refrigerante. “Nossa meta é tornar líder a marca Fanta. Depois de um quinquênio com foco no patrocínio à Copa do Mundo e aos Jogos Olímpicos por meio da ativação da marca Coca-Cola, anunciamos em 2017 um investimento do Sistema de R$ 3,2 bilhões – e podemos afirmar que Fanta recebeu uma significativa fatia desse valor”, disse Flavio Camelier, vice-presidente de Operações da Coca-Cola Brasil.
A Fanta Guaraná foi disponibilizada no mercado em junho deste ano. Para produzir esse refrigerante, a Coca-Cola apostou em usar a fruta de pequenos produtores da Amazônia. Esse posicionamento reforça o investimento na cultura local e ajuda a economia da região.
Para Javier Rodrigez, vice-presidente de marketing da empresa, o novo sabor da Fanta “Fanta Guaraná chega para ocupar um lugar-chave no nosso negócio ao aliar a marca número um de sabores da Coca-Cola Brasil, especialista em jovens e de abrangência nacional, ao sabor típico do nosso país e querido pelos brasileiros”, pontua o profissional.

Guaraná em várias marcas
Além de comercializar o Kuat e a Fanta Guaraná, a Coca-Cola Brasil também investe em marcas regionais que levam a fruta em sua composição e que agradam bastante os consumidores, como a Taí, a Simba, a Charrua e a Tuchaua. A empresa adquiriu, ainda, o Guaraná Jesus, que está se posicionando em diferentes regiões do país; ele é conhecido pela sua cor rosa e pelo toque de cravo e canela em sua receita.
Até pouco tempo, o Guaraná Jesus era produzido e engarrafado pela Solar BR Coca-Cola em São Luís, no Maranhão. A produção era distribuída em São Luís, em Tocantins e no Piauí. No último ano, porém, a Coca-Cola FEMSA confirmou a ampliação da distribuição do produto para Minas Gerais, São Paulo, Paraná e para a região de Brasília.
Uma curiosidade a respeito dessa bebida é que ela foi inventada pelo farmacêutico Jesus Noberto Gomes, em 1927, em um pequeno laboratório localizado em São Luís. No ano de 1980, a marca foi comprada pela Companhia Maranhense de Refrigerante. Apenas em 2001, o item se tornou parte do portfólio da Coca-Cola Brasil.
De acordo com informações que estão presentes no blog da Coca-Cola, várias características do refrigerante foram mantidas, já que elas fazem parte da história do Guaraná Jesus. O próprio nome da marca e os elementos gráficos são exemplos de alguns elementos importantes que permaneceram após a sua venda.

Símbolo
No Rio de Janeiro, o Guaravita é um dos símbolos da cultura carioca e alcança um grande êxito no local, sendo querido pelos moradores do Estado e por diversos turistas. A bebida é feita com base em guaraná e está disponível na versão tradicional e também zero açúcar.
O item é produzido pela Viton 44. A empresa está situada em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, e conta com um parque industrial de 45 mil metros quadrados. No seu portfólio, há 23 tipos de produtos que possuem vários frutos típicos no país em sua composição, sendo que, especialmente, o guaraná se destaca.
De acordo com informações provenientes da organização, o uso de tecnologias é uma das vertentes que fazem a empresa crescer e desenvolver produtos que apresentam maior qualidade. Todo o processo é controlado por diversos profissionais que fiscalizam desde a matéria-prima até o último momento de produção das bebidas.
Entre as principais marcas pertencentes à Viton 44 estão Guaravita, Guaraviton, Ginga e Hulalá. Elas aparecem em boa parte do cenário nacional e têm uma presença expressiva no segmento de bebidas, alcançando, assim, um grande número de pessoas.

Guaraná em pó
Além das bebidas que são produzidas com o guaraná como ingrediente principal, é possível encontrá-lo também em sua versão em pó. A Mãe Terra Alimentos Orgânicos é uma das empresas que contam com esse item em seu portfólio e que apresentam um bom número de vendas.
A organização foi fundada no ano de 1979 e é líder no segmento de naturais e orgânicos. Além disso, também tem como alguns dos seus objetivos o de promover o bem-estar social e incentivar o trabalho local.

Pesquisa
De acordo com uma pesquisa que foi realizada pela Universidade de São Paulo (USP), no ano de 2016, o guaraná apresenta uma quantidade de catequinas superior ao que está presente no chá verde. Essas substâncias são responsáveis pela ação anti-inflamatória e antioxidante no corpo humano.
Graças a essa substância, o guaraná pode ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares, degenerativas, diabetes, entre outras. Esse fruto tem propriedades que são estimulantes e diminui o estresse generalizado do corpo, diferentemente dos efeitos que são causados pelo consumo de cafeína, por exemplo.
A pesquisa é uma das percussoras em entender as potencialidades do guaraná além do seu poder energético. Devido à sua importância, esse estudo foi destaque na revista Food & Function, no Reino Unido.
A influência do guaraná para a saúde é um dos motivos pelos quais tem aumentado o consumo desse fruto.

Coca-Cola
www.cocacolabrasil.com.br
Fanta
www.fanta.com.br
Guaravita
www.guaravita.com.br
Mãe Terra
www.maeterranaturaiseorganicos.com
Universidade de São Paulo (USP)
www.usp.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA