Produto: A originalidade da Coca-Cola Café

coca cola café

Item ficou pronto após cerca de quatro meses e mais de 30 protótipos

A marca Coca-Cola está sempre buscando se reinventar e acompanhar as tendências e necessidades de consumo. A assessoria de imprensa da marca ressalta que o Brasil é um país amante de Coca-Cola e de café. Está, portanto, lançando um produto que tem a combinação dos dois sabores, num tamanho de embalagem adequado para atender à rotina atribulada dos dias de hoje. Coca-Cola Plus Café Espresso tem a proposta de levar mais entusiasmo e sabor às diferentes atividades do dia a dia intenso em que as pessoas, em especial, as jovens, estão envolvidas atualmente.

Segundo lugar no ranking de países que mais consomem café no mundo, de acordo com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Brasil é um dos primeiros países a lançar Coca-Cola Plus Café Espresso, logo depois de mercados como Japão, Austrália e Vietnã. Mas, aqui, traz uma combinação desenvolvida especialmente para o paladar brasileiro.

Todas as informações sobre os ingredientes de Coca-Cola Plus Café Espresso são disponibilizadas no rótulo da nova bebida. A empresa recomenda que qualquer pessoa com dúvidas sobre o consumo de cafeína fale com o seu médico. Em relação à Coca-Cola Original, Coca-Cola Café Espresso tem 40% mais cafeína e 50% menos açúcares.

Portfólio

O refrigerante misto faz parte do portfólio fixo da marca. Coca-Cola Plus Café Espresso apresenta a um mercado cada vez mais exigente em relação à qualidade e sabor uma nova experiência – com a chancela de sua marca mais antiga e icônica, mas sempre ligada nas tendências e necessidades de consumo.

“Queremos oferecer um aliado para quem vive em movimento e precisa de um gás, uma inspiração, para continuar seguindo em frente”, diz Selman Careaga, vice-presidente de marketing da Coca-Cola Brasil. “Pesquisamos muito para chegar a um gosto bem equilibrado, inspirado no café espresso, característico de uma das mais tradicionais e favoritas formas de preparo de café no mundo”.

A bebida reafirma o compromisso da Coca-Cola Brasil de oferecer mais opções com menos calorias. Em latinhas de 220ml, a novidade também contempla outro objetivo da empresa, que é ter embalagens menores, mais adaptáveis ao estilo de vida e à ocasião de consumo de cada pessoa. Coca-Cola Plus Café Espresso já está sendo comercializada em lojas de conveniência, padarias, mercearias, bancas de jornal, supermercados, hipermercados e atacados de todo o Brasil.

Criação

No site da Coca-Cola Brasil, dúvidas sobre o novo e inovador produto disponível no mercado nacional são esclarecidas. Como o sabor foi criado? A tarefa não foi fácil. O desenvolvimento levou cerca de quatro meses, e mais de 30 protótipos foram testados. O maior desafio? “Encontrar o casamento perfeito entre as notas de café e o sabor de Coca-Cola, sem que um fosse dominado pelo outro”, conta o líder técnico do projeto na Coca-Cola Brasil, Pawel Keller. “Chegamos a uma versão encorpada, com notas típicas do café espresso, como tostado, toffee e noz-pecã. Esse sabor com toda a personalidade do café, feito com o paladar do brasileiro em mente, ainda pode ser usado como base para a criação de variações, no futuro”, completa o gerente sênior de comercialização de produtos.
Há café na receita? Sim, há extrato de café 100% robusto – uma variedade de grão que confere uma característica mais encorpada à bebida. Toda a cafeína que a Coca-Cola Plus Café Espresso tem a mais do que a Coca-Cola sabor original provém do extrato de café. A lata de 220ml tem 31mg de cafeína. A quantidade de cafeína contida em uma lata de Coca-Cola Plus Café Espresso corresponde a pouco menos da metade da presente em uma xícara de café espresso.

Itens

No site da Coca-Cola Brasil também são encontrados outros esclarecimentos sobre alguns ingredientes contidos em outras versões da bebida como cafeína, açúcares e adoçantes. Por exemplo, uma lata de Coca-Cola de 350ml tem aproximadamente 35mg de cafeína. As pessoas, muitas vezes, se surpreendem quando descobrem que uma lata de Coca-Cola contém muito menos cafeína do que a mesma quantidade de café. A quantidade de cafeína aproximada encontrada em uma lata de Coca-Cola equivale a menos da metade das 72mg, em média, encontradas em uma xícara de 60ml de café espresso e das 50mg, em média, encontradas em uma xícara de 60ml de café coado.

A Coca-Cola sem açúcar contém adoçantes que fornecem seu gosto doce. Quem estiver interessado em saber quantas calorias têm as bebidas da marca, é só conferir o quadro de informação nutricional no rótulo, na parte de trás da embalagem. A empresa também inclui informações sobre as calorias na frente das suas embalagens para ajudar o consumidor a tomar decisões sobre o que está bebendo. A marca acredita que a informação dos consumidores incentiva as pessoas a viver um estilo de vida ativo e saudável.
Já a Coca-Cola com Stevia e 50% menos açúcares é adoçada com uma mistura de açúcar e o adoçante stevia.

Sobre o sódio nos refrigerantes, de acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) – Resolução RDC nº 54, de 12 de novembro de 2012 –, bebidas com até 80mg de sódio por porção de 200ml são consideradas de “baixo teor de sódio”. A Coca-Cola Zero possui 49mg de sódio (350ml) e a Coca-Cola Light, 40mg, enquanto a Coca-Cola regular tem 18mg de sódio/350ml. Essas informações estão disponíveis no rótulo dos refrigerantes para consulta do consumidor.

Sistema

O Sistema Coca-Cola Brasil é o maior produtor de bebidas não alcoólicas do país e atua em nove segmentos – água, café, chás, refrigerantes, néctares, sucos, lácteos, bebidas esportivas e bebidas vegetais – com uma linha de 213 produtos, entre sabores regulares e versões zero ou de baixa caloria.

Composto por nove grupos de fabricantes franqueados, mais a parceria com Leão Alimentos e Bebidas, o Sistema emprega diretamente 53,7 mil colaboradores, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos. Em 2018, o Sistema Coca-Cola Brasil mantém o nível de investimentos do ano passado, de aproximadamente R$ 3 bilhões, e continua apostando em inovar para ampliar seu portfólio, oferecer cada vez mais opções com menos açúcar adicionado e em incentivar iniciativas que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades onde atua.

A empresa trabalha para gerar impacto social e ambiental positivos. Em 2017, passou a contribuir com o acesso à água potável em comunidades rurais e de baixa renda, por meio da aliança Água+ Acesso. Em reciclagem, a empresa tem o objetivo de ajudar a coletar e reciclar o equivalente a 100% de suas embalagens até 2030.

COCA-COLA
www.cocacola.com.br
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)
www.embrapa.br
Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)
portal.anvisa.gov.br

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA