Food Service Disruption

As rupturas em processos e controles de bares, restaurantes e estabelecimentos do setor do food service já levaram, desde o início dessa atividade, muitos empresários tanto à falência como ao estrelato e à riqueza. Historicamente, as mudanças sempre ocorreram devido ao surgimento de novas técnicas, processos e tecnologias que afetaram drasticamente e rapidamente tanto o consumo quanto o desejo dos clientes.

Pensar que motoristas de ônibus serão profissões extintas daqui a poucos anos pode parecer absurdo. Da mesma forma, dizer que garçons estão com os dias contados pode igualmente parecer tão ofensivo quanto foi o Uber para os taxistas. Não faz nem um mês que um empresário amigo meu me ligou dizendo que estava disposto a vender seu restaurante porque já era a 15ª profissional a entrar na justiça requerendo indenizações indevidas ou no mínimo questionáveis, cujas bases de cálculo do pagamento estava calcada em 10% do faturamento da empresa rateado por todos os garçons. Tal problema não provoca uma ruptura no sistema. Mas o que existe para melhorar o atendimento entrelaçado à produção acaba por possibilitar um serviço melhor do que os garçons oferecem, com uma maior qualidade para o cliente final.

Da mesma forma, vários outros setores de nossos restaurantes serão agraciados nesse futuro por tecnologias inovadoras que possibilitarão também eliminar outros cargos, como também a criação de novos serviços. Teremos em breve algumas grandes revoluções acontecendo em toda a operação dos restaurantes, com a eliminação de algumas funções e processos operacionais hoje existentes que nem imaginamos.

A principal delas está ligada ao que chamam de 4ª revolução industrial, que é a mescla da realidade com o universo tecnológico. A realidade virtual, ou seja, uma nova forma de interagir com as informações, através de robôs e softwares que vão representar um dia a descoberta de novas receitas e combinações intermináveis de alimentos condizentes com a saúde individualizada das pessoas, que pode acabar sendo o que será de fato o nosso futuro restaurante.

1 Comentário

DEIXE UMA RESPOSTA