Educação: O meu cardápio

Renovação de receitas e de mix de produtos é idealizada para atingir um público cada vez mais amplo

O que antes era de um jeito, hoje pode ser totalmente diferente. No campo da alimentação, isso fica muito evidente diante das mudanças nos hábitos de consumo. Hoje, com o advento da tecnologia, com a conscientização em relação a uma vida mais saudável, com uma gama imensa de alimentos produzidos, entre outros, muitas empresas precisam se desdobrar para atender um mercado cada vez mais exigente. A renovação de cardápios e linhas de produtos já é, para diversos empreendedores, uma realidade para atingir a preferência de cada tipo de pessoa e suas escolhas na hora de se alimentar.

Inovações

Entre diversas empresas inovadoras no mercado de alimentação brasileiro, o Youburger é a marca pioneira em Custom Food. A proposta da empresa é oferecer aos amantes de fast-food uma experiência inovadora. Utilizando um terminal de autoatendimento, o consumidor pode customizar/personalizar seu sanduíche escolhendo cada ingrediente e montando seu lanche como quiser. Cada ingrediente tem um custo unitário, permitindo que o consumidor escolha seu sanduíche de acordo com sua fome e bolso.

Sob o slogan “O melhor sanduíche é o seu!”, Rodrigo Malca, CEO do Youburger, diz que os pilares da companhia são liberdade, tecnologia e qualidade. “Com essa base, atuamos no mercado de forma inovadora”.

O CEO entende que o mercado de alimentação demorou a compreender que são as empresas que devem se adaptar ao cliente – e não o contrário. “O Youburger é um case que demonstra exatamente isso. Nosso diferencial é muito evidente com a customização em massa atrelado à tecnologia. Além de montar o sanduíche como quiser, o cliente pode cadastrar o produto com um nome. Assim, quando retornar, poderá consumir o sanduíche com os mesmos ingredientes, apenas buscando pelo nome salvo”, conta.

A flexibilidade do modelo de negócio do Youburger abre muitas portas para atender todo tipo de consumidor. Rodrigo considera ter mais do que uma vantagem em tocar seu negócio. Ele acredita ser imprescindível, pois, com a velocidade atual que a informação gira no mercado, toda empresa que pretende se desenvolver em longo prazo precisa estar muito bem estruturada e preparada para adequação aos hábitos de consumo que surgem e se modificam, como a gourmetização e o veganismo. “Inclusive, esse é um dos motivos que acreditamos ter nos impulsionado para um crescimento acelerado”.

Dinamismo

José Barattino, chef executivo do Eataly em São Paulo, que abriu recentemente o restaurante vegetariano Homa e é sócio-proprietário do pastifício Due Grani, empresa especializada na produção de massas frescas, opina que um negócio de alimentação deve ter o dinamismo em seu DNA. O cardápio é o segundo passo depois da definição do conceito de um estabelecimento. Deve estar totalmente alinhado com o conceito e focado na satisfação do cliente, mas deve ser adaptado ou substituído, quando necessário, acompanhando as mudanças dos hábitos de consumo atuais.

O chef considera que o cardápio é a parte mais importante de um estabelecimento, pois é nele que se transmite toda a essência do local para o cliente. Ele deve seguir os parâmetros estabelecidos no projeto e deve ser monitorado de tempos em tempos para avaliação.

“O diferencial de um estabelecimento é o cardápio ou mix de produtos ser coerente ao negócio, sempre atendendo da melhor maneira as necessidades dos clientes”, comenta.

O chef também acredita que existem vários perfis de consumidores. Alguns são mais arrojados e se interessam por ofertas mais inovadoras, gostam de correr mais riscos e buscam novidades; outro grupo, por exemplo, dos mais tradicionais, gostam de encontrar opções conhecidas e não querem ser surpreendidos. De qualquer forma, qualquer que seja o cardápio, a elaboração dele exige bastante estudo e testes para que independentemente do público, ofereça qualidade.

“O mercado dos negócios de alimentação está mudando cada vez mais depressa. Pontos com saudabilidade alimentar, ingredientes orgânicos, de origem saudável, conveniência e serviço mais informal somado a alta qualidade estão crescendo. As marcas que estão acompanhando essas tendências, na velocidade necessária, saem na frente, uma vez que se mostram aptas a se adaptar quando os hábitos mudam e garantem retornos mais seguros e sólidos em médio e em longo prazo para os empresários e investidores do setor”.

Especialidade

A Dagosto Bistro é uma rede de fast bistrô especializada em comida sem conservantes e feita na própria cozinha. A proposta da franquia é oferecer a chamada “comida da mamãe”, bem caseira, com bons insumos, em diversas ocasiões do dia (café da manhã, almoço, café da tarde e jantar) para o crescente público que se alimenta fora de casa e que, mesmo com pouco tempo, busca um sabor de qualidade.

“O cardápio da Dagosto Bistro é bem completo e inclui desde sanduíches, salgados, crepes, tapiocas, doces, bolos, saladas de frutas, café, chá, chocolate quente, grelhados, massas até minifeijoada. São diversas opções para atender diversos públicos e em diversas ocasiões do dia. O cliente pode pedir o prato pronto ou escolher os acompanhamentos e o molho”, diz Valéria Ramos, fundadora da rede.

Durante um período de cinco anos, Valéria teve a oportunidade de trabalhar como franqueada de diversas redes, observando o que almejava em um negócio próprio. Buscava algo que unisse suporte, boa margem de lucro, bons insumos, central de distribuição organizada e, principalmente, transparência, mas também sabia que precisava ser algo inovador para poder se destacar nesse segmento.

A experiência adquirida ao longo dos anos foi fundamental para partir para a abertura da Dagosto Bistro. “É preciso ficar atento e acompanhar todo o movimento do mercado, afinal, insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes. Por exemplo, a falta de tempo, vida corrida, dia a dia agitado de muitos brasileiros, que acabam deixando para última hora o que vão comer na hora do almoço, pode ser refletido em números”, avalia a fundadora.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 34% dos brasileiros gastam com alimentação fora de casa, principalmente com food service, justamente por conta da falta de tempo.

Alimentos

“A empresa possui um catálogo variado, que abrange diversas linhas de sucos, geleias, queijos veganos, proteínas, pratos prontos, méis, snacks, entre outros. Só nas últimas semanas, a marca inovou mais uma vez ao lançar uma linha de proteínas substitutas da carne animal, feita com a proteína isolada da ervilha”, destaca o diretor de marketing da Superbom, David Oliveira.

A linha é formada por 13 produtos, entre linguiças, salsichas, mortadelas, miniempanados, hambúrgueres e a principal novidade, o primeiro filé de frango ovolactovegetariano do Brasil feito à base de ervilha. Todos os itens têm como matéria-prima principal a proteína de ervilha, não contêm glúten, lactose e também não contam com a proteína da soja.

A Superbom procura sempre acompanhar de perto as tendências do mercado e o comportamento do consumidor, a fim de antecipar as necessidades do público final. Prova disso é que seguindo a tendência de bebidas mais saudáveis, David conta que a linha de sucos da marca aumentou muito, inclusive disponibilizando um produto de tamanho maior, para toda a família, além das opções individuais e para o dia a dia. Outra tendência que vem crescendo é a de produtos destinados ao público vegano, por isso a marca oferece diferentes opções de queijos, cream cheese e proteínas. Para atender a demanda constante por praticidade, a companhia também tem apostado em lançamentos como os salgadinhos saudáveis Snack Kroc, além de outros snacks presentes no cardápio.

A empresa se diferencia dos concorrentes por ser pioneira na fabricação de produtos livres de carne animal e outros componentes industrializados. “Começamos numa época em que ninguém falava sobre o conceito de saudabilidade ou de alimentos naturais, proteínas ovolactovegetarianas, veganas, entre tantos outros temas desse universo. Hoje temos uma linha completa sem glúten, lactose, conservantes, aromatizantes ou corantes industrializados”.

David concorda que o mercado de alimentação saudável está crescendo muito rápido no Brasil. Os consumidores querem cada vez mais novidades.

YOUBURGER
www.youburger.com.br
Chef JOSÉ BARATTINO
www.josebarattino.com.br
DAGOSTO BISTRO
www.dagostobistro.com.br
SUPERBOM
www.superbom.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA