Ciberespaço: o alvo pode ser você

ciberespaco

Enquanto diversos países entram em colapso com conflitos diversos, um outro silencioso está concentrando as atenções de governos e grandes corporações internacionais. A segurança no ciberespaço chegou ao topo da lista de prioridades globais, uma vez que os ataques estão cada vez mais intensos e corriqueiros. Seria quase uma guerra fria – tendo a tecnologia como principal arma.

Nos últimos anos, e quanto mais recente mais intenso, diversos crimes cibernéticos foram noticiados – muito além do vazamento de fotos íntimas ou de dados bancários. Hackers estão atuando nos quatro cantos do mundo, atacando bancos de dados em diversos patamares e colocando a segurança mundial em risco.

Talvez tudo isso possa soar futurístico demais, no entanto, hackers brasileiros já lideram a lista dos nomes mais perigosos do mundo. A ideia não é gerar um caos, mas uma reflexão: se instituições tão importantes estão vulneráveis, será que os usuários de sistemas menores, como em nosso setor de food service, estão de fato protegidos?

Mês passado, uma rede de franquias de alimentação comercial, com faturamento de alguns milhões mensais, teve seus dados roubados, e o hacker somente devolveu as informações diante do pagamento de um “resgate”. Outras informações da base de clientes e fornecedores podem também ter sido fonte para novos raptos e assim por diante. Valores contratuais são informações vitais numa concorrência pública ou privada para o serviço de refeições. Cartões de crédito e outras informações financeiras também podem estar vulneráveis a tais hackers.

Esse é mais um aspecto que precisa ser muito bem observado no momento de escolher o software que vai gerenciar seu negócio, seja um restaurante corporativo, uma franquia ou até mesmo um delivery. Quem trabalha com transação de dados deve se preocupar em garantir que tanto os dados da empresa quanto dos clientes estejam em segurança.

Soluções dos mais diversos níveis estão disponibilizadas no mercado, mas será que todas têm esse respaldo? Você já visitou seu fornecedor de sistemas de informação ou já averiguou onde suas informações estarão hospedas? Da noite para o dia você pode ser surpreendido por um risco que certamente pensava acontecer somente nos noticiários de TV.
No próximo mês daremos continuidade a esse assunto abordando a importância dos certificados de segurança, os softwares de proteção disponíveis e como aquela máxima do “barato que sai caro” pode ser aplicada nesse tipo de situação.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA